Q

Previsão do tempo

28° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 22° C
28° C
  • Friday 29° C
  • Saturday 27° C
  • Sunday 23° C
29° C
  • Friday 32° C
  • Saturday 29° C
  • Sunday 24° C

Vitor Marques vai anunciar nova reorganização da estrutura camarária

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O presidente da Câmara Municipal das Caldas da Rainha, Vitor Marques, esteve na passada sexta-feira no “Centro das Conversas”, iniciativa do La Vie Caldas da Rainha e da Rádio Mais Oeste, anunciando que em março divulgará a nova reorganização da estrutura camarária. Neste evento o autarca escolheu a Liga dos Amigos do Centro Hospitalar das Caldas da Rainha para receber um cheque de 200 euros, oferecido pela administração do centro comercial.
Liga dos Amigos do Centro Hospitalar das Caldas recebeu o donativo oferecido pela administração do La Vie

O presidente da Câmara Municipal das Caldas da Rainha, Vitor Marques, esteve na passada sexta-feira no “Centro das Conversas”, iniciativa do La Vie Caldas da Rainha e da Rádio Mais Oeste, anunciando que em março divulgará a nova reorganização da estrutura camarária. Neste evento o autarca escolheu a Liga dos Amigos do Centro Hospitalar das Caldas da Rainha para receber um cheque de 200 euros, oferecido pela administração do centro comercial.

Ao longo de quase uma hora, o líder do movimento independente Vamos Mudar esteve a ser entrevistado por Francisco Aleixo, da Rádio Mais Oeste, onde fez um balanço dos 125 dias como presidente da Câmara das Caldas.

No dia 26 de setembro de 2021 uma das surpresas da noite das eleições autárquicas foi a vitória do “Vamos Mudar”, que conquistou a presidência nas Caldas da Rainha, uma câmara historicamente do PSD. Vitor Marques disse que vai fazer um ano no dia 1 de março que apresentou oficialmente a sua candidatura ao município das Caldas. “Com a plena noção de que era difícil, sempre acreditámos que era possível”, salientou.

Manifestou que a sociedade civil tem demonstrado o seu “desencanto pela forma como os partidos veem a “democracia”, colocando os interesses partidários sobre os das populações”.

Admitiu que ficou “triste” com a reconfiguração da assembleia municipal, “sem a representação do PCP que sempre teve uma postura muito ativa, ou o BE e o CDS-PP”.

O autarca apontou as suas prioridades para o mandato 2021-2025: Reorganizar toda a estrutura camarária, revitalizar a parte empresarial no concelho, requalificar o hospital termal e a Expoeste.

Sobre o balanço que faz destes 125 dias, disse que “tem sido muito intenso”. “Temos uma equipa nova sem experiência autárquica porque a prática era minha numa unidade diferente ao nível da autarquia da freguesia, que tem uma dimensão muito distinta”, referiu, acrescentando que estão ainda “numa fase de aprendizagem e de conhecer todos os dossiês”. No entanto, salientou que sabem o que querem fazer e estão a trabalhar nisso. Um dos projetos que considera importante é a reorganização da própria Câmara, que precisa de um “refresh”.

Recorda que quando foi aprovado o orçamento e também o quadro de pessoal “dissemos na altura que não estávamos em condições de propor um organograma diferente e vamos fazê-lo em março para que os serviços possam funcionar de uma forma mais moderna e célebre”.

Querem também ajustar os espaços da sede do município, “avançando com obras para fazer o atendimento no rés-do-chão para dar mais condições às pessoas que recorrem aos serviços da autarquia”. Estão igualmente a trabalhar num novo sítio na internet, “mais adequado aos dias de hoje”.

Quanto ao ambiente na Câmara quando exerceu funções como presidente, confessou que não sentiu diferença dos colegas e tenta “ser frontal e mais próximo das pessoas” porque é a sua forma de ser. Disse que também está disponível para ouvir uma “crítica ou um alerta quando necessário”.

O tema dos eventos e retoma da atividade não ficou de fora desta conversa. Vitor Marques afirmou que “estamos já programar um conjunto de iniciativas” com a perceção que “nada será igual como antes da pandemia”. Contudo, “o Município tem a obrigação de ser um dinamizador da retoma”.

Destacou o bom relacionamento com o município de Óbidos, com a oportunidade de promover as iniciativas que fazem, para que em conjunto possam “ter uma oferta única e desta forma atrair e cativar mais pessoas, que acabam por visitar ambos os concelhos, que estão a seis quilómetros de distância”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

João Almeida com Covid-19 desiste do Giro d’Italia

A 18ª etapa do Giro d’Italia, nesta quinta-feira, fica marcada pela ausência do ciclista caldense João Almeida, que acusou positivo à Covid-19, sendo assim forçado a abandonar a prova, quando ocupava o quarto lugar, a 1 minutos e 54 segundos do líder e a 49 segundos do pódio.

almeida 3

Aluna caldense “Embaixadora UC à Frente” 

A caldense Beatriz Lopes, estudante do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas na Universidade de Coimbra, recebeu o prémio “UC à Frente”, atribuído pela Reitoria da Universidade de Coimbra (UC).

premio 1

Vigília com “abraço” ao hospital das Caldas da Rainha

Uma vigília que terminou com um cordão humano em frente à urgência do hospital das Caldas da Rainha foi a forma encontrada pela população para exigir medidas do Governo para melhorar as condições em que trabalham os profissionais de saúde. O alerta foi feito na noite da passada sexta-feira.

vigilia2