Q

Previsão do tempo

15° C
  • Tuesday 21° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 20° C
16° C
  • Tuesday 21° C
  • Wednesday 21° C
  • Thursday 20° C
16° C
  • Tuesday 22° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 21° C

Fernanda Paulo leva “Tábua Rasa” ao CCC

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
“Tábua Rasa” é um projeto artístico de Fernanda Paulo, que inclui um trabalho discográfico e um concerto encenado, que é levado ao palco do Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha no dia 12 de fevereiro, pelas 21h30.

“Tábua Rasa” é um projeto artístico de Fernanda Paulo, que inclui um trabalho discográfico e um concerto encenado, que é levado ao palco do Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha no dia 12 de fevereiro, pelas 21h30.

Criar a partir de “uma folha de papel em branco” foi o mote que inspirou a composição dos onze temas originais do disco.

A encenação dessas canções fez nascer um espetáculo cheio de pequenas histórias e muitas emoções.

Num ambiente de storytelling, onde a figura feminina assume o papel central, abordam-se vários assuntos ligados à nossa existência: a forte personalidade de uma mulher de extremos, a mãe que é sempre uma “trapezista”, as relações amorosas que começam, que acabam ou que nunca chegam a acontecer, a dificuldade em dizer não, a influência da família na nossa personalidade, entre outros.

Encenado por Claudio Hochman, o espetáculo “Tábua Rasa” surge na sequência do caminho trilhado pela artista Fernanda Paulo, que tem vindo a explorar a ligação da música e do teatro.

Fernanda Paulo nasceu na cidade das Caldas da rainha. É licenciada em Ciências da Comunicação pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e mestre em Teatro – Artes Performativas (Teatro/Música) pela Escola Superior de Teatro e Cinema.

Estreou-se como atriz em 2001 e, desde então, tem feito várias peças de teatro e participações em televisão e em cinema.

Frequentou o curso de canto da Escola de Música do Conservatório Nacional e, mais recentemente, tem desenvolvido projectos musicais relacionados com o fado, cantando em diversos espectáculos em Portugal e no estrangeiro. A sua carreira tem vindo a evoluir nos dois pólos artísticos, o do teatro e o da música, que se cruzam constantemente na maioria dos trabalhos em que participa.

Os ingressos para o evento no CCC custam doze euros e meio. Estudantes e seniores pagam dez euros. O pack de três bilhetes ou mais fica a sete euros e meio cada.

Outros eventos

No âmbito do festival de música “Montepio às Vezes o Amor”, Carlão, um dos maiores nomes da música urbana da actualidade, atua no dia 13 de fevereiro, pelas 17h30. A entrada tem o preço de 17 euros.

Associado ao evento há a possibilidade de almoçar ou jantar com uma ementa romântica em véspera do Dia dos Namorados.

No dia 18 de fevereiro, pelas 21h30, no âmbito do Festival Impulso, o CCC recebe Fumo Ninja, “Abrupt” e Dust Devices & Berru, com o bilhete a dez euros.

Fumo Ninja é um quarteto dedicado à exploração da música pop constituído por Norberto Lobo (baixo), Leonor Arnaut (voz), Raquel Pimpão (teclas) e Ricardo Martins (bateria).

“Abrupt” é um projeto de performance audiovisual que se desenrola através do conflito (e conjunção) de duas entidades: a vida e a máquina.

O colectivo Berru e o artista sonoro Cláudio Oliveira (Dust Devices) juntam-se nesta ocasião para esticar o campo de possibilidades destas questões.

Este é um espetáculo em parceria com o Grémio Caldense.

No dia 24, pelas 21h30, a Orquestra Ligeira do Exército leva ao CCC arranjos de temas conhecidos, como “It´s My Life”, de Bon Jovi/versão Paul Anka, “Bang Bang”, de Jessie J, “Lágrima”, de Amália Rodrigues, “Amor a Portugal”, de Dulce Pontos, “Stayin´ Alive”, dos Bee Gees, entre outros, com as vozes de João de Campos, Alice Costa e Lina Rodrigues e direção do sargento-chefe Cândido Leitão Ameixa. O bilhete custa três euros.

Miguel Luz, com o espetáculo “Janela Aberta”, completa o mês de fevereiro, atuando no dia 26 pelas 19h.

Este é um evento que vive do momento e da interação com quem está na sala. Miguel Luz abre a janela e pensa em voz alta.

Navegando sem rumo, levanta questões relacionadas com saúde mental, identidade, cultura e criatividade numa reflexão descontraída que, certamente, não deixará de fora os temas mais mundanos da vida.

O espetáculo, para maiores de 16 anos, tem a duração de 75 minutos e os preços dos bilhetes variam entre dez e catorze euros.

“A tua frágil presença” é o título da exposição de Carlos Ramos patente no Café-Concerto até 6 de março.

Carlos Ramos nasceu em Peniche. Licenciou-se em direito. É escritor, tradutor e fotógrafo.

Através da fotografia diz os seus poemas sem palavras.

A entrada é livre.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Ordenação sacerdotal do frei Márcio Carreira 

O frei Márcio Carreira, natural de Tornada, nas Caldas da Rainha, será ordenado padre no dia 3 de julho, pelas 16h00, na Igreja de Santa Maria de Belém, no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa. No dia 17, pelas 15h30, celebrará a sua missa nova no adro da Igreja Paroquial de Tornada, seguida de jantar de partilha e de convívio no Grupo Desportivo Recreativo de Tornada, para o qual a população está convidada. 

frei

Bandas no Parque

O Parque das Bicicletas do Parque D. Carlos I, nas Caldas da Rainha, acolhe durante o mês de julho a iniciativa Bandas no Parque, no âmbito do Caldas Anima.

Deputados municipais congratulam-se com escolha para futuro hospital

Os membros da Assembleia Municipal do Bombarral, reunidos a 24 de junho na sede da Associação de Melhoramentos, Recreativa, Desportiva e Cultural da Roliça, congratulam-se com o estudo mandado fazer pela OesteCIM que comprova que o Bombarral é a melhor localização para a implantação do futuro Hospital do Oeste e aprovaram uma moção que manifestam todo o apoio à Câmara, bem como o total apoio e disponibilidade para as futuras diligências que se considerem necessárias para concretizar o processo.

mocao