Q

Previsão do tempo

16° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 24° C
  • Monday 25° C
17° C
  • Saturday 24° C
  • Sunday 24° C
  • Monday 25° C
17° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 27° C
  • Monday 28° C

“O CDS-PP irá sobreviver a esta crise”

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O caldense Paulo Pessoa de Carvalho, número 4 da lista do CDS-PP por Leiria, encabeçada por António Galvão Lucas, salientou a sua tristeza com os resultados do partido”.

O caldense Paulo Pessoa de Carvalho, número 4 da lista do CDS-PP por Leiria, encabeçada por António Galvão Lucas, salientou a sua tristeza com os resultados do partido”.

Confessou que o “desastroso” resultado foi uma “surpresa” e demonstro que a “grande massa dos portugueses que vive de pensões ou dependentes do Estado assustou-se com a possibilidade de haver uma gestão mais correta e adequada e acabou por preferir uma tranquilidade de maioria do PS”.

Paulo Pessoa de Carvalho não vê um “futuro brilhante para o país, que continua aquém dos países europeus sem forma de evoluir”.

Concretamente ao distrito de Leiria, alegou que foi também uma grande surpresa o “PS conseguir ter mais votos relativamente ao PSD”. “Houve um falhanço na comunicação e um grande erro por parte do PSD de não ter querido fazer uma aliança com o CDS-PP, porque tinha sido claramente melhor para ambos”, apontou, acrescentando que “teria feito a redução dos votos quer no Chega quer na Iniciativa Liberal, que acabaram por ser alternativas de pessoas descontentes”.

O centrista garantiu que os maus resultados do partido não foi por falta de “trabalho e empenho de quem cá está e continua a dar a cara pelo partido”. “Houve aqui uma notória divisão interna do país que deixou mossas muito grandes para fora”, lamentando que as “pessoas não tenham sabido unir-se”.

O elemento do CDS-PP lamentou ainda a não representação na Assembleia da República porque “há 47 anos que foi um elemento moderador e muito importante para o poder em exercício”.

Assegurou que não vai baixar os braços. Disse que na noite das eleições reuniram “cerca de 50 pessoas na sede das Caldas e criou-se uma dinâmica muito interessante de um grupo de pessoas capazes, competentes e empenhadas em continuar a trabalhar com os ideais do CDS-PP”.  Acreditando que o partido irá sobreviver a esta crise, sublinhou que irão “continuar a contribuir para que o partido consiga renascer”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Problemas da saúde transmitidos em audiência com secretária de estado  

A secretária de estado da saúde, Maria de Fátima Fonseca, transmitiu nesta sexta-feira ao presidente da Câmara Municipal das Caldas da Rainha, Vitor Marques, que estão a ser tomadas várias medidas para reforçar a capacidade de recrutamento de médicos, um dos principais problemas que afetam o setor da saúde na região e no país.

secretaria

Cinco ucranianos inauguram centro de residências artísticas

Um centro de residências artísticas situado na cidade de Alcobaça é dado a conhecer a partir desta sexta-feira, com a inauguração da exposição de um de cinco artistas ucranianos que se encontram alojados temporariamente no espaço, num projeto criado por uma equipa que inclui um elemento formado em artes plásticas na Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha.

central1

Marcha do Orgulho com mais de 300 participantes

Realizou-se nas Caldas da Rainha, no passado domingo, uma marcha em defesa da comunidade lésbica, gay, bissexual, transgénero e outras orientações de género, com mais de três centenas de manifestantes a rejeitarem serem discriminados e a reclamarem por condições que permitam assumir as suas escolhas perante a sociedade.

marcha1