Q

Previsão do tempo

17° C
  • Tuesday 21° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 20° C
17° C
  • Tuesday 21° C
  • Wednesday 21° C
  • Thursday 20° C
18° C
  • Tuesday 22° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 21° C
MAS – Movimento Alternativa Socialista

Deolinda Antunes: “O MAS propõe-se a renovar a esquerda e a ser uma alternativa combativa”

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Deolinda Antunes, de 63 anos, residente em Leiria, é a cabeça-de-lista do Movimento Alternativa Socialista (MAS) pelo círculo de Leiria. As principais prioridades para o distrito de Leiria “não são diferentes das prioridades para o resto do país”, no entanto a técnica de farmácia salienta que “a localização do novo hospital do Oeste não deverá responder a interesses autárquicos, mas sim ao critério de chegar ao maior número de utentes”.
Deolinda Antunes

MAS – Movimento Alternativa Socialista

Deolinda Antunes, de 63 anos, residente em Leiria, é a cabeça-de-lista do Movimento Alternativa Socialista (MAS) pelo círculo de Leiria. As principais prioridades para o distrito de Leiria “não são diferentes das prioridades para o resto do país”, no entanto a técnica de farmácia salienta que “a localização do novo hospital do Oeste não deverá responder a interesses autárquicos, mas sim ao critério de chegar ao maior número de utentes”.

Questões

1- Quais são as grandes apostas que o seu partido terá a iniciativa de propor para o distrito?

2-Que problemas identificam como prioritários solucionar no distrito e como é possível resolvê-los?

3- Qual a sua opinião relativamente aos investimentos anunciados para requalificar a ferrovia do Oeste?

4- O novo Hospital do Oeste está em cima da mesa. É a obra que vai responder às exigências no capítulo da saúde no sul do distrito? Onde deve ficar localizado?

5-Como classifica a atuação dos atuais deputados eleitos nos últimas legislativas pelo círculo eleitoral de Leiria?

6-Porque é que o eleitor deve votar no seu partido e não em outro? Qual é a diferença?

7-Considera que o seu partido tem possibilidades de eleger deputados? O que seria um bom para resultado para o partido nas próximas eleições?

Respostas

1- As nossas apostas vão para a criação de emprego, habitação acessível para a juventude e fim das propinas, investimento na saúde pública, com enfoque na saúde mental, e para a mobilidade.

2- Identificamos como principais problemas o emprego, a habitação, a saúde e a mobilidade, pelo que, do nosso programa eleitoral, destacamos a proposta de semana de trabalho de quatro dias para resolver o problema do emprego, a par de um projeto de modernização industrial da região. Para o problema da habitação propomos o tabelamento das rendas em 30% do salário e para o problema da mobilidade propomos o investimento na ferrovia, nomeadamente, da efetiva modernização da linha do Oeste, sempre anunciada, mas constantemente adiada. O reforço do Serviço Nacional de Saúde tem de ser uma prioridade. O novo hospital do Oeste tem de se tornar uma realidade nos próximos quatro anos. O MAS não aceita mais dinheiro para os bancos ou que as farmacêuticas e grupos privados de saúde ganhem dinheiro com a pandemia da Covid-19 e se prejudique o tratamento das doenças não-Covid.

3- Esperamos que se torne real, com a maior brevidade. Uma das nossas propostas é precisamente o investimento na ferrovia e na mobilidade fora das grandes cidades.

4- Será um avanço muito importante na resposta às necessidades de saúde. É fundamental que seja um investimento público, sem cedências aos interesses privados, que apenas querem transformar a saúde num negócio. A localização do novo hospital não deverá responder a interesses autárquicos, mas sim ao critério de chegar ao maior número de utentes com necessidades de saúde por suprir.

5- Nove dos dez deputados eleitos pelo círculo de Leiria pertencem ao PSD e PS. Está na hora de mudar este cenário. O MAS propõe-se a renovar a esquerda e a ser uma alternativa combativa no parlamento.

6- Podíamos falar de tudo o que propomos e destacar as diferenças face ao que nos foi prometido pela Geringonça, mas não foi cumprido. No entanto, destacamos que somos um partido que vive do esforço e sacrifício dos seus militantes e simpatizantes. Esta é uma diferença que nos permite manter a nossa independência política e um programa comprometido com a juventude, os trabalhadores e as trabalhadoras. Iremos levar a voz das ruas ao parlamento.

7- Consideramos que não será fácil, mas não é impossível eleger uma deputada. Estamos convictos de que uma deputada do MAS será mais importante que o quinto deputado do PCP, o sétimo do BE ou o quinquagésimo do PS.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Obras no IC2 obrigam a desvios

Os acessos ao IC2 estão condicionados na freguesia da Benedita durante aproximadamente sessenta dias, devido à empreitada de beneficiação da via, informou a Infraestruturas de Portugal.

Assembleia Municipal das Caldas da Rainha não quer hospital do Oeste no Bombarral

A preferência pelo concelho do Bombarral para instalar o futuro hospital do Oeste, apontado no estudo encomendado pela Comunidade Intermunicipal do Oeste, é contestada pela Assembleia Municipal de Caldas da Rainha (AMCR), que reuniu em sessão extraordinária no passado dia 14 para aprovar uma moção em que argumenta as razões pelas quais a localização só poderá ser em Caldas da Rainha.

assembleia

Novo diretor do ACES Oeste Norte deixa cargo de deputado municipal

João Gomes, que assumiu funções de diretor executivo do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Oeste Norte, apresentou a renúncia às funções de deputado na Assembleia Municipal das Caldas da Rainha (AMCR), para as quais foi eleito nas últimas eleições autárquicas, na lista do Vamos Mudar.

gomes