Q

Previsão do tempo

9° C
  • Sunday 13° C
  • Monday 13° C
  • Tuesday 13° C
9° C
  • Sunday 13° C
  • Monday 13° C
  • Tuesday 14° C
9° C
  • Sunday 13° C
  • Monday 14° C
  • Tuesday 14° C

Namorados da Cidade em entrevista na Rádio Mais Oeste

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A banda portuguesa Namorados da Cidade esteve no passado dia 22 nos estúdios da Rádio Mais Oeste (94.2 FM) para falar sobre o seu projeto musical, com versões rock de temas portugueses, das décadas de 60, 70 e 80, bem como da vontade de gravar um terceiro álbum de originais.
Dois dos cinco elementos da banda que estiveram na entrevista

A banda portuguesa Namorados da Cidade esteve no passado dia 22 nos estúdios da Rádio Mais Oeste (94.2 FM) para falar sobre o seu projeto musical, com versões rock de temas portugueses, das décadas de 60, 70 e 80, bem como da vontade de gravar um terceiro álbum de originais.

Composta por cinco elementos, Miguel Cruz, João Soares, Manuel Rosa, Diogo Marques e Jon Jon, a banda de rock portuguesa nasceu em 2015, no palco dos Templários Bar, espaço onde continua a tocar. “Um bar que acolheu o projeto desde o seu início e onde começaram a surgir as primeiras apresentações de músicas portuguesas, com riffs de guitarra, sons de teclados arrojados e coros bem presentes, que rapidamente passaram a caraterizar a sonoridade da banda e que serviram de mote à composição dos primeiros originais”, recordou Miguel Cruz, um dos elementos do grupo, adiantando que “hoje em dia, o Templários continua a ser uma casa de espetáculos, onde as pessoas estão lá nitidamente para ouvir música e não por outra razão”.

Começaram por se dedicar à recriação de temas da música portuguesa em versão rock, centrados nas décadas de 60, 70 e 80 e a maior parte deles participantes e vencedores em Festivais RTP da canção, mas rapidamente passaram à composição dos primeiros originais, que permitiram que em 2018 fosse editado o primeiro disco com título homónimo da banda, Namorados da Cidade.

“Sempre fomos uma banda que gostava de perpetuar os temas no tempo, em versão rock. E percebemos que muitos destes temas tinham uma afinidade nas letras de Ary dos Santos, que por sua vez tinha um poema, os Namorados da Cidade, onde fomos buscar como inspiração para este projeto, pois enquadrava-se bem nos temas que gostávamos de escrever”, explicou Miguel Cruz, adiantando que “os nossos temas têm quase todos eles uma vertente de escrita muito inclinada para o amor, e de certa forma a nossa inspiração acontece muito com o que nos rodeia. A cidade traz-nos essa inspiração”.

Esse primeiro disco é composto por treze temas, três dos quais são novas versões de canções vencedoras de Festivais da Canção, sendo os restantes, maioritariamente, da autoria de João Soares e de Miguel Cruz, havendo ainda dois temas com a assinatura da atriz Maria João Abreu, e para a recriação da Desfolhada Portuguesa contaram com a prestação, também em dueto, de Simone de Oliveira, que já se apresentou em concerto ao vivo com a banda. “Maria João Abreu foi uma figura muito importante neste projeto, tendo um papel embrionário no mesmo”, sublinhou o guitarrista João Soares, viúvo da atriz.

Com a pandemia, a banda aproveitou para gravar o segundo álbum, que se chama Tempo. “Em 2020 aproveitámos justamente o tempo em que estivemos parados, para agarrar nas ideias que já tínhamos em baú e desenvolvê-las, daí ter surgido o Tempo, lançado em março deste ano”, explicou Miguel Cruz, adiantando que este é um disco exclusivamente de originais, que segue uma linha de rock, que “nada tem a ver com a tendência musical de hoje em dia”.

Atualmente, a banda encontra-se a divulgar o segundo álbum, bem como a preparar “quem sabe o terceiro álbum, visto que já contamos com algum material para ele”, esclareceu Miguel Cruz. A par disso, os Namorados da Cidade pretendem “tocar ainda mais e esperamos conseguir alguns palcos para que as pessoas possam ir conhecendo o nosso trabalho”.

Além do bar, onde tocam todas as semanas, a banda já se apresentou ao vivo nas Festas do Mar em Cascais (2018), como primeira parte do concerto da cantora Carolina Deslandes, repetindo a presença em 2019 no palco secundário, no Cinema São Jorge em Lisboa (2018 e 2019), em duas edições da Feira da Luz em Carnide (2015 e 2017), assim como nas Festas de Alverca (2015 e 2017), no Casino de Tróia, nas Festas de Famões, na Festa das Vilas na Charneca e em alguns eventos na cidade de Setúbal, como o Setúbal Wine & Flavours e na Casa da Baía.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Médicos de família em Santa Catarina e A-dos-Francos

A Junta de Freguesia de Santa Catarina, nas Caldas da Rainha, informou que o Centro de Saúde daquela localidade (pólo da Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) das Caldas da Rainha) vai voltar a ter médico de família. “A confirmação feita pela diretora...

medico 2

Reabilitação urbana em A-dos-Francos

Uma sessão de esclarecimento sobre o levantamento das áreas de reabilitação urbana em A-dos-Francos, nas Caldas da Rainha, vai ser realizada no dia 26 de janeiro, pelas 21h, na sede na Junta de Freguesia.

rea