Q

Previsão do tempo

7° C
  • Tuesday 9° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 15° C
7° C
  • Tuesday 9° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 15° C
7° C
  • Tuesday 9° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 15° C

Bombeiros das Caldas recolheram mais de 138 mil euros em peditório pelo concelho

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O cortejo de oferendas rendeu mais de 138 mil euros à corporação de bombeiros das Caldas da Rainha. A população do concelho, as juntas de freguesia, a Câmara e o próprio quadro de comando e corpo ativo dos soldados da paz contribuíram para este valor, simbolicamente entregue em cheques gigantes no passado domingo no quartel.

O cortejo de oferendas rendeu mais de 138 mil euros à corporação de bombeiros das Caldas da Rainha. A população do concelho, as juntas de freguesia, a Câmara e o próprio quadro de comando e corpo ativo dos soldados da paz contribuíram para este valor, simbolicamente entregue em cheques gigantes no passado domingo no quartel.

A recolha foi feita porta a porta, ao longo do concelho e o resultado foi semelhante ao do ano passado, levando o comandante da corporação, Nelson Cruz, a comentar que “mais uma vez foi reconhecido o trabalho dos bombeiros”.

O responsável agradeceu a todos os que contribuíram e colaboraram no peditório, destacando os próprios soldados da paz, que “ainda há cerca de três meses doaram à associação 5.600 euros para remodelar a sala do bombeiro” e agora dispensaram 9.615 euros de receitas que iriam auferir, para ser comprada uma carrinha de caixa aberta para estar ao serviço dos bombeiros.

Luís Botelho, presidente da associação humanitária, agradeceu igualmente o apoio dado à corporação e também o contributo dos bombeiros.

Em representação de todos os presidentes de junta, Fernando Fialho, autarca de Santa Catarina, sublinhou que a missão dos bombeiros “é uma causa muito nobre”

Lalanda Ribeiro, presidente da Assembleia Municipal das Caldas da Rainha, disse que “a população correspondeu com uma boa verba, mesmo com as dificuldades da pandemia”, mostrando-se também satisfeito com o empenho dos novos elementos das juntas de freguesia, que se estrearam na dinamização do peditório.

Vitor Marques, presidente da Câmara, relatou que no peditório “vemos pessoas com muitas dificuldades mas que têm uma nota para entregar, o que é algo que nos emociona, pois é a população a reconhecer e a querer desta forma agradecer o trabalho dos bombeiros, que estão sempre disponíveis para nós, quando é cada vez é mais difícil ser bombeiro”.

O edil disse ainda que os apoios da Câmara são “um investimento” e anunciou que está a tentar dotar a corporação de uma segunda Equipa de Intervenção Permanente, que permitirá dar uma resposta ao socorro com maior prontidão.

Os donativos recolhidos foram os seguintes: A-dos-Francos 5.760 euros, Alvorninha 7.300 euros, Carvalhal Benfeito 3.900 euros, Foz do Arelho 4.600 euros, Landal 3.550 euros, Nadadouro 5.080 euros, Salir de Matos 8.000 euros, Santa Catarina 8.180,53 euros, Vidais 5.074,16 euros, Santo Onofre e Serra do Bouro 15.200 euros, Tornada e Salir do Porto 12.503.27 euros, Nossa Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório 26.594,82 euros, Câmara Municipal 22.000 euros e quadro de comando e ativo dos bombeiros 9.615 euros. O total é 137.357,78 euros.

A este valor acresce a receita de 806 euros apurada com a bilheteira do jogo entre o Caldas Sport Clube e o Amora, no passado domingo, elevando o resultado para 138.163,78 euros.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Pingo Doce de Tornada disponibiliza novo serviço de transporte

O Pingo Doce de Tornada dá-lhe agora boleia, com serviço de transporte gratuito e exclusivo para os clientes até à superfície comercial, de modo, “a efetuar as suas compras de forma fácil, rápida e mais cómoda”. Este novo serviço, que já entrou em vigor no início deste ano, está disponível dois dias por semana, por quatro rotas do concelho.

pingo doce

Trabalhadores da ESIP em greve contra baixos salários

Uma greve por aumentos salariais e revisão do contrato coletivo de trabalho foi realizada na passada quarta-feira pelos trabalhadores de empresas do setor das conservas de peixe ao longo do país, tendo em Peniche havido uma concentração à porta da ESIP.

esip