Q

Previsão do tempo

7° C
  • Saturday 12° C
  • Sunday 13° C
  • Monday 13° C
8° C
  • Saturday 12° C
  • Sunday 13° C
  • Monday 13° C
7° C
  • Saturday 12° C
  • Sunday 13° C
  • Monday 13° C

“99” de Vasco Trancoso novamente premiado

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Depois de em 2020 ter sido “Livro do Mês” no Blogue da Leica Fotografie International e de ter sido premiado com o 2º lugar (categoria photobook) no Prix de la Photographie de Paris, agora em dezembro deste ano - o livro “99”, de Vasco Trancoso, foi novamente premiado com o galardão Silver - categoria não profissional - na Budapest International Photo Awards (BIFA), subcategory Winner Book-Fine Art - Non-Professional.

Depois de em 2020 ter sido “Livro do Mês” no Blogue da Leica Fotografie International e de ter sido premiado com o 2º lugar (categoria photobook) no Prix de la Photographie de Paris, agora em dezembro deste ano – o livro “99”, de Vasco Trancoso, foi novamente premiado com o galardão Silver – categoria não profissional – na Budapest International Photo Awards (BIFA), subcategory Winner Book-Fine Art – Non-Professional.

O autor durante cerca de três anos (2016-2019) fotografou quase diariamente as Caldas da Rainha e Óbidos – abordando aspetos da vida diária – em lugares públicos (ruas, praias, museus e outos). O livro “99” é a etapa final desse trabalho, apresentando uma seleção com 99 fotografias.

Vasco Trancoso nasceu em Lisboa e, desde 1983, vive nas Caldas da Rainha. Foi presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar das Caldas da Rainha entre 1999 e 2009. É médico gastroenterologista e, após a reforma, retomou uma velha paixão adormecida: a fotografia.

Depois de um primeiro momento com imagens contemplativas de paisagens decidiu, no final de 2014, começar a fazer fotografia em locais públicos. Uma escolha intencional e planeada de um novo modo de vida. Durante 2015/2016, a sua “voz” fotográfica mudou e o seu trabalho passou a ser a “cores” – utilizando uma câmara compacta.

As fotografias que apresenta neste livro foram feitas, essencialmente, na cidade onde vive, nas ruas de Óbidos e na Foz do Arelho. A decisão de editar este livro é consequência da noção que as fotografias só atingem o seu estádio final quando impressas e não apenas apreciadas de modo efémero através de ecrãs. A obra contou com o contributo de dois fotógrafos consagrados internacionalmente: David Gibson (cofundador, em 2000, do coletivo In-Public – 1º blogue de Fotografia de Rua – e autor de vários livros sobre fotografia), que escreveu o ensaio no fim do livro, e de Paulo Abrantes, fotógrafo português apreciado e distinguido em plataformas de âmbito mundial, que escreveu o posfácio.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Morreu na cama

Os bombeiros das Caldas da Rainha tiveram na manhã da passada sexta-feira de forçar a entrada numa habitação na aldeia do Chão da Parada para tentar socorrer uma mulher de 55 anos que vieram a encontrar deitada na cama em paragem cardiorrespiratória, na sequência de doença súbita.

Icónico edifício da Secla vai ser reabilitado

Depois de vários anos ao abandono e já em estado de degradação, o edifício icónico sede da Secla, nas Caldas da Rainha, vai finalmente ser totalmente reabilitado e valorizado.

secla