Q

Previsão do tempo

16° C
  • Sunday 18° C
  • Monday 17° C
  • Tuesday 18° C
16° C
  • Sunday 18° C
  • Monday 17° C
  • Tuesday 18° C
16° C
  • Sunday 19° C
  • Monday 18° C
  • Tuesday 19° C

Associação comercial reduz pegada ecológica

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A ACCCRO – Associação Empresarial das Caldas da Rainha e Oeste vai realizar no dia 3 de dezembro uma ação de sensibilização e de distribuição de árvores, para que estas sejam plantadas em locais a selecionar pelas juntas de freguesia.

A ACCCRO – Associação Empresarial das Caldas da Rainha e Oeste vai realizar no dia 3 de dezembro uma ação de sensibilização e de distribuição de árvores, para que estas sejam plantadas em locais a selecionar pelas juntas de freguesia.

O objetivo é contribuir para a melhoria do ambiente, a que associa a seleção criteriosa na escolha dos materiais de iluminação da cidade no âmbito do Projeto “Caldas, Rainha do Natal”.

Segundo a ACCCRO, “este ano na iluminação, em peças como as bolas gigantes e pinheiros colocadas como adorno nas ruas, foram utilizadas cerca de 18.750 garrafas de plástico”.

A eficiência energética, por sua vez, reflete-se “numa poupança de 14 megawatts, cerca de 80%, face às tradicionais lâmpadas incandescentes”.

Ao longo dos 55 dias de luzes ligadas serão gastos “18,3 megawatts”, indo a ACCCRO fazer a doação de 500 árvores pelas doze juntas de freguesia do município, sendo que este número “corresponde a cerca de 25 árvores por cada megawatt consumido”.

“Todos somos responsáveis pela diminuição da pegada ecológica do planeta. Com esta iniciativa, a ACCCRO pretende deixar o seu apontamento para esta causa”, sublinha.

Entretanto, de forma a ser possível a realização em segurança de todas as atividades do projeto “Caldas, Rainha do Natal” e assim ir ao encontro do cumprimento das regras que tiveram parecer favorável da delegação de saúde, a ACCCRO solicita aos visitantes das diversas animações a utilização de máscara/viseira de proteção, etiqueta respiratória, desinfeção das mãos e superfícies de contacto, distanciamento social, entre outras que sejam adequadas ao combate da pandemia.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Autarcas preocupados com erosão na duna de Salir do Porto

Depois de vários alertas por parte dos autarcas locais, os técnicos da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) vão finalmente deslocar-se a Salir do Porto, a 20 de dezembro, para verificar o estado de erosão daquela que é a maior duna de Portugal e uma das maiores da Europa.

dunasalir