Q

Previsão do tempo

12° C
  • Saturday 15° C
  • Sunday 14° C
  • Monday 15° C
12° C
  • Saturday 16° C
  • Sunday 14° C
  • Monday 15° C
12° C
  • Saturday 16° C
  • Sunday 15° C
  • Monday 16° C

Médica Joana Louro alerta para a “pandemia” diabetes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Cerca de 200 alunos, do 7º, 8º e 9º anos de escolaridade do Agrupamento de Escolas Rafael Bordalo Pinheiro, receberam, na passada segunda-feira, uma verdadeira aula sobre diabetes, dada por Joana Louro, médica especialista em Medicina Interna e diabetes, no Centro Hospitalar do Oeste - Unidade de Caldas da Rainha.
Segundo a médica especialista em diabetes, a prevenção é a melhor solução

Cerca de 200 alunos, do 7º, 8º e 9º anos de escolaridade do Agrupamento de Escolas Rafael Bordalo Pinheiro, receberam, na passada segunda-feira, uma verdadeira aula sobre diabetes, dada por Joana Louro, médica especialista em Medicina Interna e diabetes, no Centro Hospitalar do Oeste – Unidade de Caldas da Rainha.

A profissional falou de uma forma direta e frontal com os jovens de forma a reforçar a consciencialização a respeito da “doença silenciosa que é a 9º maior causa de morte em Portugal”.

Muito antes da Covid-19, a diabetes era, segundo a médica, a “pandemia mais falada e uma das mais temidas”. É a “verdadeira pandemia do nosso século”. O caso não é para menos, já que “em cada dez segundos são diagnosticados três novos casos de diabetes”. Os números são preocupantes, pois “13,6% dos portugueses vivem com diabetes e três em cada dez AVC’s ocorrem em pessoas com esta doença”. 

“A prevenção é a melhor solução”, salientou a médica, referindo que “não nos podemos esquecer que o futuro começa hoje e muitos dos nossos comportamentos hoje vão ditar a nossa vida no futuro”.

Joana Louro recordou que nas suas consultas é muito difícil dizer a um doente com diabetes que “se fizer isto daqui a dez anos não vai ter um AVC, pois é muito difícil mudar comportamentos em que o resultado e o benefício só vão acontecer daqui a muito tempo, porque nós estamos formatados para o presente e para idealizar um futuro que normalmente é de sempre de sonho”. Mas se nós “quisermos realizar os nossos sonhos no futuro teríamos seguramente de preparar o presente com muito carinho”, adiantou.  

Não menos importante, não menos valorizável, e seguramente com elevado impacto em termos de morbilidade e mortalidade é, segundo a internista, a “obesidade”. “Ou, se quisermos ser mais abrangentes, em duas pandemias gémeas que eventualmente serão o espectro de um contínuo fisiopatológico: diabetes e obesidade”, relatou.

Na comemoração do Dia Mundial da Diabetes, a profissional de saúde falou ainda de Frederick Banting (pai da insulina) e do seu assistente, Charles Best, que descobriram a insulina que garante vida para diabéticos. “Antes da descoberta da insulina há 100 anos, o diagnóstico de diabetes mellitus tipo 1 (criança e adulto jovem), era uma condenação à morte”, revelou.

Joana Louro acredita que ainda viverá para assistir à cura para a diabetes, mas até lá defende que sensibilizar para este problema de saúde pública “mantém-se uma prioridade”.

A iniciativa decorreu no âmbito do Projeto de Educação para a Saúde (PES), organizada pelo professor Rui Araújo (coordenador do PES). “Assinalamos o Dia Mundial da Alimentação e vamos continuar a realizar atividades que ajudem os nossos jovens a ter um estilo de vida mais saudável, promovendo comportamentos responsáveis em diferentes domínios, descobrir o valor da saúde e os efeitos que têm na vida”, disse o docente ao JORNAL DAS CALDAS.

A palestra foi transmitida em streaming para a comunidade escolar, através da página oficial de facebook da escola e do site do Agrupamento de Escolas, com a colaboração dos alunos do curso Técnico de Audiovisual, que também fizeram o registo fotográfico do evento.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

ETEO estimula debate sobre violência no namoro

A Escola Técnica Empresarial do Oeste (ETEO), nas Caldas da Rainha, assinalou a 25 de novembro o Dia Internacional da Eliminação da Violência Contra as Mulheres com um alerta contra o crime de violência doméstica e do namoro, deixando a mensagem que “quem ama não agride”. 

violencia 1

Casos de violência doméstica no concelho voltam a aumentar

Assinalou-se no dia 25 de novembro o dia internacional pela Eliminação da Violência contra as mulheres. Em Caldas da Rainha a data foi sinalizada pela Câmara Municipal, através do Gabinete de Atendimento à Vítima de Violência Doméstica (GAVVD), com a colocação de frases alusivas ao tema em questão junto às figuras da Rota Bordaliana: “A Rota Bordaliana não se esquece de ti” – dedicada a todas as mulheres vítimas de violência doméstica.

violencia domestica

Fernando Correia apresentou livro sobre Alzheimer

O jornalista Fernando Correia está a ajudar famílias que têm doentes com Alzheimer com a escrita do livro “Diário de um corpo sem memória” que relata como tem vivido o contacto com Vera, mãe das suas três filhas, que é vítima desta doença.

alzheimer 1