Q

Previsão do tempo

13° C
  • Tuesday 14° C
  • Wednesday 14° C
  • Thursday 13° C
13° C
  • Tuesday 15° C
  • Wednesday 15° C
  • Thursday 14° C
13° C
  • Tuesday 15° C
  • Wednesday 15° C
  • Thursday 14° C

Idosos com 80 ou mais anos recebem terceira vacina contra a Covid-19

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
As pessoas com 80 ou mais anos estão a receber a dose de reforço da vacina contra a Covid-19 e a vacina contra a gripe. Entre 300 a 400 agendamentos diários são feitos no Centro de Vacinação das Caldas da Rainha.
Fila para vacinação no Pavilhão da Mata

As pessoas com 80 ou mais anos estão a receber a dose de reforço da vacina contra a Covid-19 e a vacina contra a gripe. Entre 300 a 400 agendamentos diários são feitos no Centro de Vacinação das Caldas da Rainha.

No Centro de Vacinação das Caldas da Rainha os utentes com idade igual ou superior a 80 anos estão a aproveitar a modalidade “Casa Aberta” para nova vacinação contra a Covid-19 e contra a gripe. Basta fazer o auto-agendamento. Quem opte por não se auto-agendar vai receber, ao longo das próximas semanas, mensagens nos números de contacto com um convite para a vacinação. Em última instância basta deslocarem-se ao Pavilhão da Mata entre as 13h e as 17h, de segunda a sexta-feira.

Na área do Agrupamento de Centros de Saúde do Oeste, o horário é semelhante. No Pavilhão Gimnodesportivo de Alcobaça é igual, sendo até às 18h na Unidade de Saúde Familiar do Bombarral e nas Unidades de Cuidados de Saúde Personalizados da Nazaré e de Peniche.

Segundo a Direção-Geral da Saúde, a vacinação é muito importante e ganha ainda maior relevância nesta altura do ano, em que é expectável a circulação de vários vírus respiratórios e em que se poderá verificar igualmente o impacto das temperaturas baixas na saúde da população.

Desde 18 de outubro que está em marcha a coadministração das vacinas contra a gripe e a terceira dose da vacina contra a Covid-19, que integra os cidadãos com idade igual ou superior a 65 anos.

A vacinação contra a gripe arrancou em 27 de setembro em Portugal, mais cedo do que o habitual devido à pandemia de Covid-19, havendo 2,24 milhões de vacinas para serem distribuídas gratuitamente a grupos de risco pelo Serviço Nacional de Saúde.

Os utentes elegíveis para a dose de reforço da Covid-19 têm sido convocados para a vacinação conjunta mas podem optar por apenas uma delas. Se não se opuserem, serão administradas as duas vacinas em simultâneo.

São elegíveis para a dose de reforço no regime de “Casa Aberta” os utentes que não tiveram Covid-19 e já completaram o esquema vacinal há pelo menos 180 dias.

Em relação à terceira vacina contra a Covid-19, os idosos mostram-se satisfeitos com esta proteção adicional. “Esta terceira dose deixa-me mais tranquila”, admitiu uma utente.

“Acho que já esteve pior, mas as pessoas também não fazem para melhorar. A malta nova junta-se e vai para a paródia e é uma chatice”, exclamou outra idosa, que sustentou que “apesar das pessoas estarem vacinadas precisam de ter cuidado”.

Um utente afirmou que “não vou levar a vacina da gripe, porque não é coisa que me preocupe. Normalmente passa a constipação dois dias ou três depois. Preocupa-me mais a Covid-19”.

Têm existido entre 300 a 400 agendamentos diários de vacinação e a coordenação assegura que quem aparece, tendo ou não confirmação, será vacinado.

Alexandra Cosme, enfermeira coordenadora da vacinação nas Caldas da Rainha, declarou que “este processo está a correr bastante bem, na nossa perspetiva”. Na área do Agrupamento de Centros de Saúde do Oeste já está a terminar a terceira vacinação dos utentes dos lares e nos centros de vacinação “já estamos a atender utentes com mais de 70 anos para terceiras doses”.

“Queremos que este processo seja feito o mais rápido possível e estamos a agilizar todos os procedimentos. Temos adaptado às necessidades à procura. Aumentámos o número de enfermeiros para subirmos o número de inoculações por hora”, revelou.

Contudo, a fila de espera no exterior do Pavilhão da Mata já mereceu uma reclamação da filha de uma idosa de 82 anos. “Deparei-me com uma fila, que achei desadequada, por fazer esperar pessoas com estas idades. Não é nada contra os profissionais de saúde, mas sugeri que fossem tomadas medidas para acomodar as pessoas no interior com outras condições”, relatou.

O JORNAL DAS CALDAS apurou que a nave central do pavilhão deixou de ser utilizada pelo Centro de Vacinação. Por não se revelar necessário e para permitir a prática desportiva, o recinto já não é ocupado ao fim de semana.

Mais uma dose para profissionais de saúde

A terceira dose de reforço para profissionais de saúde será iniciada em breve, divulgou o secretário de estado da saúde, Lacerda Sales. A medida está programada e aprovada pela Comissão Técnica de Vacinação, mas ainda não foi posta em prática por ser “um processo complexo” do ponto de vista operacional e logístico.

A Liga dos Bombeiros Portugueses também defendeu o reforço da vacinação para os soldados da paz, de modo a “salvaguardar a saúde” e garantir níveis apreciáveis de imunidade.

Novas regras para visitas a lares

Quem for visitar familiares e amigos a lares tem de apresentar certificado de vacinação ou teste à Covid-19 negativo, segundo norma atualizada da Direção-Geral da Saúde.

As instituições devem continuar a usar meios de comunicação como as videochamadas.

Os novos utentes sem vacina são sujeitos a isolamento profilático.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Sessão “Gestão e Cuidado do Voluntário”

O projeto CLDS 4G (Contrato Local de Desenvolvimento Social) vai promover no dia 3 de dezembro, entre as 15h e as 17h, no Centro de Recursos Comunitário das Caldas da Rainha, uma sessão com o tema “Gestão e Cuidado do Voluntário”, onde se pretende abordar a importância do voluntariado numa perspetiva do crescimento pessoal que este proporciona, permitindo adquirir novas competências, sendo a técnicos e dirigentes das entidades da rede social das Caldas da Rainha.

GNR recupera motociclo furtado

Um motociclo furtado em janeiro nas Caldas da Rainha foi recuperado em Alverca do Ribatejo, em Vila Franca de Xira, no passado dia 24, tendo a GNR identificado o indivíduo que tinha o veículo na sua posse.

motociclo

Morre atropelada por comboio

Uma mulher de 43 anos foi colhida mortalmente por um comboio que circulava na tarde deste domingo na Linha do Oeste, em Leiria, em circunstâncias que estão a ser investigadas.