Q

Previsão do tempo

10° C
  • Tuesday 15° C
  • Wednesday 15° C
  • Thursday 14° C
11° C
  • Tuesday 15° C
  • Wednesday 15° C
  • Thursday 14° C
11° C
  • Tuesday 15° C
  • Wednesday 15° C
  • Thursday 14° C

Festejar o Pão por Deus e o Halloween

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Pão por Deus é uma tradição portuguesa muito conhecida. As crianças saem à rua no dia 1 de novembro, Dia de Todos os Santos e juntam-se em pequenos grupos para pedir o “Pão por Deus”, de porta em porta. O Halloween, uma tradição anglo-saxónica, comemorada em 31 de outubro, está a ganhar força em […]
Pão por Deus na freguesia do Coto

O Pão por Deus é uma tradição portuguesa muito conhecida. As crianças saem à rua no dia 1 de novembro, Dia de Todos os Santos e juntam-se em pequenos grupos para pedir o “Pão por Deus”, de porta em porta.

O Halloween, uma tradição anglo-saxónica, comemorada em 31 de outubro, está a ganhar força em Portugal há alguns anos. Depois da tradição ter passado para este lado do oceano, um pouco por todo o país comemora-se a noite mais assustadora do ano.

Apesar do Halloween ganhar cada vez mais adeptos, o nosso “Pão-por-Deus” continua a ser assinalado. Para quem acha que esta tradição tem tendência a terminar, ela ainda acontece em várias localidades da região.

Por exemplo, centenas de meninos nas Caldas da Rainha continuam a pedir Pão por Deus. As zonas da cidade mais calmas, com vivendas como o Avenal e as freguesias rurais, são normalmente as mais escolhidas pelos pais das crianças, porque consideram que são menos as situações de perigo, nomeadamente porque têm menos trânsito.

Coto mantém tradição

O JORNAL DAS CALDAS acompanhou algumas crianças que saíram na manhã de 1 de novembro na freguesia do Coto.

Um grupo de sete crianças da Escola Básica do Coto juntou-se para com os seus sacos pedir “Pão por Deus” pelas ruas daquela freguesia. “Criámos um grupo no WhatsApp da sala do 1º e 2º ano da escola do Coto e organizámos este ano a vinda ao Pão por Deus”, explicou Cátia Vasco, mãe de um dos meninos da turma.

Para esta encarregada de educação, é importante “manter a tradição viva e também é uma forma das crianças se divertirem e de conviverem com os amigos”.

Junto à Associação Recreativa Cultural do Coto pararam três viaturas com pais e seis meninos de dez e onze anos que frequentam o 5º ano da Escola D. João II e que escolheram o Coto para o Pão por Deus. Em declarações ao JORNAL DAS CALDAS, Diogo Silva disse que vive na cidade das Caldas, mas que decidiram juntar-se no Coto porque “há menos trânsito e as casas são todas praticamente vivendas, o que se torna mais fácil bater à porta”. 

O aluno de dez anos acha importante comemorar a tradição portuguesa porque o Halloween está a sobrepor-se ao Pão por Deus, já que “cada vez mais se fazem festas relacionadas com a noite das bruxas”.

Carina Tavares, que acompanhou o filho, considera que o que deve permanecer é o Pão por Deus, que é uma tradição nossa muito antiga. “Quando era criança já ia de porta em porta pedir o Pão por Deus e acho que os meus filhos devem também fazer com os amigos para manter a tradição”.

“Podem assinalar o Halloween, mas o Pão por Deus não pode ser esquecido. É importante as pessoas prepararem-se para receber as crianças no dia 1 de novembro, porque se não abrirem a porta a afluência para o ano será menos”, apontou. “Viemos para a freguesia do Coto porque é mais seguro e também porque há mais adesão por parte dos residentes. Na cidade muitos já não abrem a porta”, salientou.

Armando Custódio vive na Quinta da Cuteleira, na cidade, e foi com os seus dois filhos de 5 e 7 anos para o Coto porque é onde vive a avó materna. “Acho importante ensinar a nossa tradição. Nas escolas está a incentivar-se mais o Halloween porque não se fazem festas de Pão por Deus e a vertente comercial também é explorada, o que acaba por ser apelativo para os mais novos vestirem-se de figuras assustadoras”, referiu.

Adiantou ainda que os seus filhos “estavam com saudades do Pão por Deus, uma vez que em 2020 foi desaconselhado pela Direção Geral de Saúde devido à pandemia”.

“Quisemos interagir com a população da freguesia”

pao por deus 3 1
À Lá Bacalhau no Coto aderiu ao Pão por Deus

Também a roulotte “À Lá Bacalhau” estacionada na freguesia do Coto aderiu ao Pão por Deus. O espaço, que tem sido um grande sucesso na venda de pão caseiro feito em forno de lenha, decidiu manter a tradição e ofereceu às crianças guloseimas e uma batata doce assada.  Segundo Marco Russo, responsável pela roulotte, “quisemos interagir com a população da freguesia e optámos por fazer uns saquinhos com doces para os mais pequenos e como manda a verdadeira tradição assámos batatas doces no forno de lenha e oferecemos às crianças e pessoas que vieram à roulotte nesse dia”, contou. Antigamente as crianças andavam de porta em porta a pedir “Pão por Deus” aos vizinhos e em vez de guloseimas recebiam maçãs, castanhas, nozes, batatas doces que eram colocados na saca de pano do pão.

pao por deus 4
Anabela Russo ofereceu batata doce assada em forno de lenha
(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Associação comercial reduz pegada ecológica

A ACCCRO – Associação Empresarial das Caldas da Rainha e Oeste vai realizar no dia 3 de dezembro uma ação de sensibilização e de distribuição de árvores, para que estas sejam plantadas em locais a selecionar pelas juntas de freguesia.

dsc 0488

Sessão “Gestão e Cuidado do Voluntário”

O projeto CLDS 4G (Contrato Local de Desenvolvimento Social) vai promover no dia 3 de dezembro, entre as 15h e as 17h, no Centro de Recursos Comunitário das Caldas da Rainha, uma sessão com o tema “Gestão e Cuidado do Voluntário”, onde se pretende abordar a importância do voluntariado numa perspetiva do crescimento pessoal que este proporciona, permitindo adquirir novas competências, sendo a técnicos e dirigentes das entidades da rede social das Caldas da Rainha.