Q

Previsão do tempo

17° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 19° C
  • Tuesday 24° C
17° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 19° C
  • Tuesday 24° C
17° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 20° C
  • Tuesday 26° C

Escola de Hotelaria do Oeste lança o primeiro curso de Turismo Literário

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Foi lançado na passada sexta-feira o primeiro curso de Turismo Literário, promovido pelo Turismo de Portugal e que será ministrado na Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste (EHTO) a partir de 23 de novembro. A apresentação da nova formação, que terá 60 horas de duração, maioritariamente lecionadas online, decorreu durante a programação do FOLIO – Festival Literário Internacional de Óbidos.
Apresentação do primeiro curso de Turismo Literário

Foi lançado na passada sexta-feira o primeiro curso de Turismo Literário, promovido pelo Turismo de Portugal e que será ministrado na Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste (EHTO) a partir de 23 de novembro. A apresentação da nova formação, que terá 60 horas de duração, maioritariamente lecionadas online, decorreu durante a programação do FOLIO – Festival Literário Internacional de Óbidos.

O curso, que será dividido em oito partes, com enfoque no enquadramento ao turismo literário (3 horas), literatura portuguesa (6 horas), oferta turística literária (9 horas), literatura de viagens (9 horas), turismo literário e cinematográfico (6 horas), storytelling em turismo literário (9 horas), marketing em turismo literário (12 horas) e produção, gestão e comunicação (6 horas), tem como objetivo reforçar as competências das pessoas ligadas à área, bem como “capacitar as pessoas e as empresas que já têm o seu próprio património, mas também agentes de promoção turística e promotores de vendas”.

“Temos a matéria-prima e o storytelling para transformá-lo numa oportunidade de negócio. Há muitas coisas para conhecer”, afirmou a responsável pela área da formação do Turismo de Portugal, Ana Paula Pais, esclarecendo que quem já tem conhecimentos específicos em determinadas áreas não é obrigado a fazer todos os módulos, para poupar tempo.

Inserido na estratégia de promoção do turismo, o curso vai abrir para já com 20 vagas, apesar do presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, propor que a formação começasse com 40.

Já o presidente da Câmara Municipal de Óbidos, Filipe Daniel considerou que “o curso encaixa que nem uma luva na estratégia da vila literária, reconhecida pela Unesco”, comprometendo-se a dinamizá-la ainda mais. “Estamos empenhados na construção de um futuro mais brilhante para Óbidos”, frisou.

O diretor da EHTO, Daniel Pinto, acredita que “estamos no caminho certo. Queremos encontrar novos turistas e desenvolver novos produtos que possam ser de valor acrescentado”, aproveitando para divulgar dois livros publicados pela escola. Também a técnica do Turismo de Portugal, Lídia Monteiro, desafiou o diretor da instituição de ensino a editar um terceiro, desta vez sobre ementas literárias dos escritores portugueses que gostavam de comer e beber bem, desafio que foi aceite.

A cerimónia de apresentação do curso também contou com a presença da secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, que sublinhou que “temos de capacitar as pessoas, quem já trabalha, mas também quem quer trabalhar. Estes programas visam chegar a novos públicos e a quem tem uma paixão pela literatura e pode contribuir para um melhor turismo”. Nesse sentido, destacou a “importância das escolas, que têm sido fundamentais na preparação de quem acolhe, de quem gere e de quem imprime a primeira impressão, que deve ser marcante”.

Rita Marques também referiu que, há pouco tempo, foi desenvolvido um estudo para avaliar a perceção dos mercados emissores sobre Portugal e constatou-se que é visto como “um país autêntico, genuíno, surpreendente, inovador e moderno”. “O turismo literário é capaz disso mesmo, convidando outros a trilhar outras rotas. Queremos um turismo com mais valor, orgulharmo-nos da nossa autenticidade, mas dar um refrescamento, com novas histórias, tendo a preocupação com a revisita, inovando”, apontou, adiantando que “o turismo literário é também um exemplo disso mesmo”.

No âmbito do curso, a secretária de Estado do Turismo lançou o “desafio de que possamos ter não 40, mas 60 pessoas. Bem precisamos de bons contadores de histórias para fazer de Portugal um excelente destino turístico”.

Alunos lançam livro “Pão de Autor”

Os professores e alunos da EHTO e da Escola Técnica e Empresarial do Oeste lançaram na passada quarta-feira no FOLIO uma obra dedicada à padaria criativa, projeto desenvolvido através de uma parceria entre duas escolas do Oeste.

A obra, que foi constituída ao longo de mais de dois anos, conta a história do pão e dos moinhos do Oeste, mas relata sobretudo o projeto pedagógico desenvolvido pelos alunos da quarta edição do curso de Padaria Avançada e que resultou na criação de receitas tão diversas como “pão com sabor a mar”, “cozido à portuguesa”, “energia”, “caçarola”, “lusitanos”, “azeite e azeitona rosa”, “banana”, “legumes do Oeste” ou “chocolate e ginja de Óbidos”, entre outras iguarias. Por detrás das criativas receitas estiveram formandos do curso ministrado em 2019 na EHTO e ressaltam agora, entre os autores do livro, histórias de mudança de vida.

Além das histórias, o livro é ilustrado com uma coleção de fotografias tiradas pelos alunos da ETEO, que em conjunto com os professores criaram a imagem gráfica do projeto.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Registo prévio e pagamento de taxa de três euros para ir à Berlenga

A partir de 1 de junho para ir à Berlenga é necessário obter permissão de acesso à área terrestre da ilha, através de registo numa plataforma eletrónica, bem como pagar uma taxa de três euros, independente do custo da viagem, havendo algumas exceções.

berlenga

João Almeida com Covid-19 desiste do Giro d’Italia

A 18ª etapa do Giro d’Italia, nesta quinta-feira, fica marcada pela ausência do ciclista caldense João Almeida, que acusou positivo à Covid-19, sendo assim forçado a abandonar a prova, quando ocupava o quarto lugar, a 1 minuto e 54 segundos do líder e a 49 segundos do pódio.

almeida 3

Vigília com “abraço” ao hospital das Caldas da Rainha

Uma vigília que terminou com um cordão humano em frente à urgência do hospital das Caldas da Rainha foi a forma encontrada pela população para exigir medidas do Governo para melhorar as condições em que trabalham os profissionais de saúde. O alerta foi feito na noite da passada sexta-feira.

vigilia2