Q

Previsão do tempo

15° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 19° C
  • Tuesday 24° C
16° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 19° C
  • Tuesday 24° C
16° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 20° C
  • Tuesday 26° C

Helena Marcão apresenta livro de poemas

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Helena Marcão apresentou o seu livro de poemas "Meu Mar – Peniche e as suas gentes", no Clube Recreativo Penichense, no passado dia 16.
Sessão de autógrafos

Helena Marcão apresentou o seu livro de poemas “Meu Mar – Peniche e as suas gentes”, no Clube Recreativo Penichense, no passado dia 16.

Natural de Peniche, concretamente do Bairro do Visconde, descendente de gerações de pescadores, em jovem rumou a Lisboa para se formar em enfermagem, tendo mais tarde fixado residência no Alentejo, onde constituiu família e ainda reside.

Contudo, a memória das suas origens e da Peniche da sua infância são a sua maior fonte de inspiração quando se trata de escrever poesia, hábito desde a adolescência. Não é, pois, de estranhar a admiração que foi colhendo, de penichenses e não só, quando começou a partilhar os seus poemas nas redes sociais.

Desde cedo sentiu o poder do mar sobre a terra e sobre os homens, sentindo por ele uma enorme paixão e respeito. A sua vivência estreita com os pescadores e as suas famílias gravou na sua memória de menina as vidas simples, duras e reais sobre as quais escreve.

Faltava, no entanto, o livro, que viu a luz do dia em maio e que depois de alguns adiamentos face à situação pandémica vivida apresentou finalmente na sua terra natal.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Equipa de “As Três da Manhã” na Praça da Fruta

Durante três dias, a Rádio Renascença percorreu o país fazendo emissões contra a solidão dos mais velhos. Ana Galvão, Inês Lopes Gonçalves e Joana Marques ajudaram a recolher donativos para os projetos da Cáritas direcionados à terceira idade.

tres

Registo prévio e pagamento de taxa de três euros para ir à Berlenga

A partir de 1 de junho para ir à Berlenga é necessário obter permissão de acesso à área terrestre da ilha, através de registo numa plataforma eletrónica, bem como pagar uma taxa de três euros, independente do custo da viagem, havendo algumas exceções.

berlenga