Q

Previsão do tempo

28° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 21° C
28° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 21° C
30° C
  • Saturday 29° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 22° C

Fotografias da fauna do Parque expostas no La Vie

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Uma exposição com imagens da fauna do Parque D. Carlos, da autoria do fotógrafo Filipe Marques, está patente até 7 de outubro no Centro Comercial La Vie, nas Caldas da Rainha. Trata-se de uma mostra de 35 fotografias dos animais que habitam no parque.
Filipe Marques tem uma paixão pela fotografia

Uma exposição com imagens da fauna do Parque D. Carlos, da autoria do fotógrafo Filipe Marques, está patente até 7 de outubro no Centro Comercial La Vie, nas Caldas da Rainha. Trata-se de uma mostra de 35 fotografias dos animais que habitam no parque.

Filipe Marques, que tem como paixão a fotografia e o Parque D. Carlos I, passa horas a captar imagens dos animais e da flora do maior espaço verde da cidade. Tem milhares de imagens do parque tiradas durante o dia e também à noite. 

Dos animais que vivem no parque tem mais de 300 fotografias. Segundo Filipe Marques, “a seleção não foi nada fácil, pois a diversidade de animais é grande”. Na exposição encontram-se imagens individuais das várias espécies, desde a tartaruga-da-florida, o pombo-comum, os patos (mandarins, reais e carolinos), os cisnes negros e brancos, papagaios, borboletas, pavões, entre outras espécies que têm no parque o seu habitat.

“Eu acompanho o parque há vários anos e apercebo-me que as pessoas em geral pensam que existe só os patinhos, mas é precisar passar lá horas”, explicou, revelando que “para captar fotografias das tartarugas levei uma semana porque elas são muito sensíveis e fogem quando sentem alguém por perto”.

“As influências da luz, do clima, todos os fatores externos, promovem reações diferenciadas dos vários animais e momentos diferentes”, adiantou o fotógrafo.

Entre as espécies que mais gosta de captar estão os pavões, que classifica de “espetaculares”.

Com 53 anos, Filipe Marques tem formação na área da informática. A fotografia é uma paixão antiga e faz parte dos seus passatempos. O autor da exposição contou que o gosto por captar imagens surgiu pelo seu pai, que era fotógrafo amador. “Saíamos aos fins de semana em família e havia sempre uma máquina fotográfica por perto. Quando tinha oito anos o meu pai ofereceu uma máquina a cada filho”, recordou. Dos três irmãos, só Filipe Marques continua a fotografar e tem guardado em casa todo o equipamento do seu pai, incluindo um grande acervo de fotografias.

A exposição foi estreada na Casa dos Barcos, onde esteve entre agosto a setembro de 2020 para compensar os grandes eventos do Parque D. Carlos I que foram cancelados. O convite surgiu pelo presidente da União de Freguesias de Nossa Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório, Vítor Marques. Nessa altura as fotografias expostas estavam disponíveis para venda e a verba apurada foi aplicada na compra de alimentos para os animais do parque.

As fotografias da fauna do Parque D. Carlos I também estiveram patentes na Biblioteca Municipal de setembro a novembro do ano passado.

A próxima exposição será de fotografias da flora do Parque.

Filipe Marques é colaborador da Rádio Mais Oeste na área do vídeo e fotografia.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

João Almeida com Covid-19 desiste do Giro d’Italia

A 18ª etapa do Giro d’Italia, nesta quinta-feira, fica marcada pela ausência do ciclista caldense João Almeida, que acusou positivo à Covid-19, sendo assim forçado a abandonar a prova, quando ocupava o quarto lugar, a 1 minuto e 54 segundos do líder e a 49 segundos do pódio.

almeida 3

Aluna caldense “Embaixadora UC à Frente” 

A caldense Beatriz Lopes, estudante do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas na Universidade de Coimbra, recebeu o prémio “UC à Frente”, atribuído pela Reitoria da Universidade de Coimbra (UC).

premio 1

Vigília com “abraço” ao hospital das Caldas da Rainha

Uma vigília que terminou com um cordão humano em frente à urgência do hospital das Caldas da Rainha foi a forma encontrada pela população para exigir medidas do Governo para melhorar as condições em que trabalham os profissionais de saúde. O alerta foi feito na noite da passada sexta-feira.

vigilia2