Q

Previsão do tempo

15° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 19° C
  • Saturday 19° C
15° C
  • Thursday 21° C
  • Friday 19° C
  • Saturday 20° C
15° C
  • Thursday 22° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 20° C

Líder do CDS-PP apelou ao “virar a página do socialismo” no Bombarral

20 de Setembro, 2021
O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, acompanhou na passada quinta-feira a candidata autárquica do partido ao Bombarral, Rosa Guerra, em ação de campanha pelas ruas do concelho, onde aproveitou para apelar ao voto no partido, de modo a “virar a página do socialismo”.
Ação de rua do partido no Bombarral (foto José António)

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, acompanhou na passada quinta-feira a candidata autárquica do partido ao Bombarral, Rosa Guerra, em ação de campanha pelas ruas do concelho, onde aproveitou para apelar ao voto no partido, de modo a “virar a página do socialismo”.

Ao lado da cabeça de lista do CDS-PP, Rosa Guerra, o presidente do partido referiu que “as perspetivas para o concelho se inserem nos mesmos objetivos que defini a nível nacional para o partido nestas eleições autárquicas, que passa pelo crescimento relativamente há quatro anos e eleger mais autarcas do que nas últimas eleições autárquicas”. Além disso tem o objetivo de “atingir o melhor resultado possível, que passa pelo reforço da votação do CDS-PP e assumir os destinos da Câmara Municipal”.

“Esta crença que é possível ter um extraordinário resultado em terras bombarralenses deve-se ao facto de apresentarmos um ótimo friso de candidatos, quer aos órgãos autárquicos, quer às quatro juntas de freguesia, com gente da terra com provas dadas, com currículo, com experiência de vida, que procura responder aos principais problemas que se colocam ao Bombarral”, salientou Francisco Rodrigues dos Santos, adiantando que “também tenho a certeza de que oferecemos a melhor proposta política para desenvolvimento económico e social do Bombarral”.

Para estas eleições, o partido pretende “atacar desde logo as principais chagas do concelho”, que passam por um incentivo à natalidade, a construção de uma creche para apoiar as novas famílias, descida dos impostos municipais para estimular criação de riqueza, captar investidores e gerar novos postos de trabalho, a criação de um parque industrial e a implementação de um apoio aos idosos para a compra de medicamentos, o “vale-farmácia”.

Com estas propostas, o presidente do CDS-PP referiu que “seremos certamente uma marca nos autarcas centristas, que o Bombarral já conheceu há 30 anos”. 

Francisco Rodrigues dos Santos também disse que “pela vontade de virar a página do socialismo, creio que o CDS constitui a única alternativa para o Bombarral, e estou seguro de que este descontentamento poderá capitalizar uma votação expressiva no CDS, pois oferecemos não só soluções para os problemas, como também os identificamos previamente”.

Referiu ainda que “nós somos um partido que não é do passado nem do passivo, não queremos olhar para trás, queremos olhar em frente e caminhar junto com todos os bombarralenses, de modo a que cada jovem que aqui nasça tenha todas as ferramentas para cumprir o seu projeto de vida”. Nesse sentido, “nós somos a única resposta para resolver os problemas do concelho”.

Além do Bombarral o líder dos centristas também teve oportunidade de acompanhar os candidatos autárquicos às Caldas da Rainha e Alcobaça em ações de rua.

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Vinhos da região no livro “A Alma dos Vinhos de Lisboa”

Foi lançado no passado dia o livro “A Alma dos vinhos de Lisboa”, que aborda a história da Região Demarcada de Lisboa, bem como o seu território, as suas quintas e os seus vinhos. Nesta obra, que foi promovida pela Comissão Vitivinícola da Região de Lisboa constam a Adega Cooperativa da Vermelha, no Cadaval, a Companhia Agrícola do Sanguinhal, no Bombarral, e a Adega Cooperativa da Lourinhã.

livro 1

Alunos da ESAD.CR vendem 500 exemplares do JORNAL DAS CALDAS

Como já é tradição, os caloiros e veteranos da Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha (ESAD.CR) participaram na passada quarta-feira, nas ruas da cidade, em mais uma atividade solidária, em alternativa às praxes tradicionais. Desta vez, a iniciativa promovida pelo Grupo Académico da ESAD.CR, em parceria com o JORNAL DAS CALDAS, fez com que os caloiros andassem a vender jornais à população, tendo angariado quase 700 euros, que foram entregues à Associação de Desenvolvimento Social da Freguesia de Coto, com intuito de ajudar os utentes da instituição.

praxe1