Q

Previsão do tempo

14° C
  • Wednesday 17° C
  • Thursday 18° C
  • Friday 21° C
14° C
  • Wednesday 17° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 21° C
15° C
  • Wednesday 18° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 23° C

Casal apanhado a furtar catalisador de carro

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Foi detido em flagrante delito pela PSP das Caldas da Rainha, ao início da tarde do dia 18, um homem de 49 anos e uma mulher de 33 anos, quando tentavam furtar o catalisador de uma viatura.
Material apreendido pela PSP das Caldas da Rainha

Foi detido em flagrante delito pela PSP das Caldas da Rainha, ao início da tarde do dia 18, um homem de 49 anos e uma mulher de 33 anos, quando tentavam furtar o catalisador de uma viatura.

A esquadra recebeu um telefonema a denunciar o furto e de imediato foi montado um dispositivo no terreno que permitiu intercetar os suspeitos junto de um carro, cujo catalisador já se encontrava serrado, tendo confessado a autoria.

Após uma busca no interior da viatura em que os detidos se faziam transportar foi encontrado diverso material utilizado para a prática deste tipo de crime (furto de catalisadores), nomeadamente, uma rebarbadora, discos para rebarbadora para corte de inox, macaco hidráulico, tesouras para cortar metais e diversas chaves.

Os detidos estão referenciados por autoria de diversos furtos de catalisadores. O processo foi remetido para o Ministério Público do Tribunal das Caldas da Rainha.

A PSP agradece “a colaboração e a participação da população na comunicação de situações anómalas”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Caminhada angariou 3900 euros para Liga Portuguesa Contra o Cancro

A caminhada realizada a 19 de maio, nas Caldas da Rainha, no âmbito da iniciativa do Núcleo Regional do Sul da Liga Portuguesa Contra o Cancro “Corrida Pela Investigação”, angariou 3900 euros para bolsas de investigação científica na área da oncologia.

caminhadaLPC1

População unida num “abraço” para a reabertura da Escola do Coto

O fecho da Escola Primária do Coto no final do ano letivo 2022/2023 “por falta de condições de segurança”, que na altura surpreendeu os pais e alunos, levou no dia 15 de maio dezenas de pessoas a protestarem junto ao estabelecimento de ensino para exigirem o arranque das obras de requalificação e a sua reabertura o mais breve possível.

Escola 1