Q

Previsão do tempo

18° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 23° C
18° C
  • Saturday 27° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 23° C
18° C
  • Saturday 29° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 25° C

Carlos Coutinho cessa funções como diretor e é elogiado pelo trabalho nos museus

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Carlos Coutinho dirigiu os Museus José Malhoa, da Cerâmica e Dr. Joaquim Manso desde 24 de março de 2015. No momento em que cessa funções como diretor, na sequência do concurso internacional aberto para a nova comissão de serviço do cargo, foram muitas as personalidades que transmitiram nas redes sociais e ao JORNAL DAS CALDAS o seu apreço pela “dedicação” e “excelente” trabalho desenvolvido pelo até agora diretor.

Carlos Coutinho dirigiu os Museus José Malhoa, da Cerâmica e Dr. Joaquim Manso desde 24 de março de 2015. No momento em que cessa funções como diretor, na sequência do concurso internacional aberto para a nova comissão de serviço do cargo, foram muitas as personalidades que transmitiram nas redes sociais e ao JORNAL DAS CALDAS o seu apreço pela “dedicação” e “excelente” trabalho desenvolvido pelo até agora diretor.

A Direção Regional de Cultura do Centro (DRCC) agradece-lhe “todo o trabalho, profissionalismo e dedicação, reconhecendo publicamente o seu contributo para o desenvolvimento e promoção destes espaços, das suas coleções e das suas equipas”.

O cartoonista caldense Bruno Prates, da Academia Desenhos do Bruno, agradece a “dedicação e disponibilidade com que sempre se apresentou à comunidade”. “Criou laços, fidelizou novos públicos, mas acima de tudo esteve sempre atento a todos nós. Soube democratizar a cultura e torná-la acessível a todos”, acrescentou.

Daniel Pinto, diretor da Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste (EHTO), também prestou a Carlos Coutinho o “reconhecimento e agradecimento por toda a atenção e excelente colaboração que sempre dedicou à relação com a EHTO, proporcionando aos alunos visitas de estudo aos museus e participando em diversas iniciativas temáticas que cruzaram os universos da gastronomia, arte e cultura”.

A presidente da Associação de Moradores e Amigos do Bairro Azul, Ana Cristina Hilário, mostrou a sua gratidão “pela dedicação à arte e à cidade das Caldas da Rainha”.

A deputada municipal do CDS-PP, Sofia Cardoso, deixou um “enorme sentimento de gratidão pelo serviço prestado à comunidade e à cultura”. “Desejo muito sucesso para o futuro, nunca esquecendo o orgulho de ter tido um caldense à frente dos museus da nossa cidade”, adiantou.

No Facebook do Museu José Malhoa há mais relatos de homenagem ao ex-diretor.

Em declarações ao JORNAL DAS CALDAS, Vítor Marques, presidente da União das Freguesias de Nossa Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório, disse que teve a oportunidade de “durante dois mandatos acompanhar e trabalhar em conjunto” com o diretor Carlos Coutinho, realizando “diversas atividades que muito nos honraram e proporcionaram aos caldenses e aos visitantes dos museus vivenciar experiências únicas e enriquecedoras”.

Já a vereadora responsável pelo pelouro da cultura da Câmara das Caldas, Maria Conceição Pereira, disse ao JORNAL DAS CALDAS que Carlos Coutinho, enquanto diretor dos museus, “demonstrou um grande empenho e dedicação e estabeleceu um contacto muito bom com a comunidade e com as instituições não só de Caldas da Rainha mas de fora do concelho”. Destacou a recente exposição, “Casulos. José Malhoa, Dado e Carolein Smit”, que foi inaugurada a 20 de maio no Museu José Malhoa. 

A autarca referiu ainda que o ex-diretor trouxe aos museus caldenses “boas exposições” e fez um “excelente trabalho com a Liga dos Amigos do Museu de José Malhoa”. “Dignificou os espaços museológicos mesmo com o pouco orçamento e recursos humanos que tinha”, adiantou a vereadora.

O presidente da Câmara das Caldas, Tinta Ferreira, também demonstrou “gratidão e reconhecimento” a Carlos Coutinho, que desenvolveu um “ótimo trabalho”. “Houve um concurso e lamento que não possa continuar como diretor porque estabelecemos uma ótima parceria de trabalho que valorizou a política cultural do município, do ministério da Cultura e valorizou a visibilidade do Museu Malhoa e Cerâmica”. O autarca acredita que Carlos Coutinho continuará no museu com a “determinação que o acompanhou há anos”.

Carlos Coutinho é licenciado em Línguas e Literaturas Modernas Variante Estudos Portugueses e Ingleses da Universidade Autónoma de Lisboa. Mestrando em Museologia e Património na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Universidade Nova de Lisboa, tirou o curso de Pós-Graduação em Museologia na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa.

De 2000 a 2012 foi técnico superior do Museu José Malhoa. Desenvolveu trabalho de investigação, inventário e interpretação das coleções, programação de exposições e projetos culturais e educativos baseados no trabalho de campo com as comunidades locais, apresentação do acervo em reserva, conservação das coleções e criação de parcerias com organizações da sociedade civil e/ou estabelecimentos de ensino.

De 2012 a março de 2015, foi coordenador dos museus da DRCC (Museu José Malhoa e Museu da Cerâmica).

Em 2015 foi nomeado diretor destes dois museus e ainda do Museu Dr. Joaquim Manso.

Carlos Coutinho vai continuar a trabalhar nos museus caldenses, uma vez que pertence ao quadro da DRCC.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

João Almeida com Covid-19 desiste do Giro d’Italia

A 18ª etapa do Giro d’Italia, nesta quinta-feira, fica marcada pela ausência do ciclista caldense João Almeida, que acusou positivo à Covid-19, sendo assim forçado a abandonar a prova, quando ocupava o quarto lugar, a 1 minuto e 54 segundos do líder e a 49 segundos do pódio.

almeida 3

Aluna caldense “Embaixadora UC à Frente” 

A caldense Beatriz Lopes, estudante do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas na Universidade de Coimbra, recebeu o prémio “UC à Frente”, atribuído pela Reitoria da Universidade de Coimbra (UC).

premio 1

Vigília com “abraço” ao hospital das Caldas da Rainha

Uma vigília que terminou com um cordão humano em frente à urgência do hospital das Caldas da Rainha foi a forma encontrada pela população para exigir medidas do Governo para melhorar as condições em que trabalham os profissionais de saúde. O alerta foi feito na noite da passada sexta-feira.

vigilia2