Q

Previsão do tempo

14° C
  • Tuesday 14° C
  • Wednesday 14° C
  • Thursday 13° C
14° C
  • Tuesday 15° C
  • Wednesday 15° C
  • Thursday 14° C
14° C
  • Tuesday 15° C
  • Wednesday 15° C
  • Thursday 14° C

Bordallo Pinheiro lança linha “Paródia” em homenagem a jornal fundado em 1900

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Homenageando “A Paródia” (1900-1907), o último jornal criado por Rafael Bordalo Pinheiro, a nova linha “Paródia”, da fábrica de faianças Bordallo Pinheiro, agrega uma síntese contemporânea de algumas das suas mais icónicas criações – das andorinhas às couves, dos gatos aos morangos, dos tomates a motivos florais –, cruzando-as com a obra gráfica presente nos […]

Homenageando “A Paródia” (1900-1907), o último jornal criado por Rafael Bordalo Pinheiro, a nova linha “Paródia”, da fábrica de faianças Bordallo Pinheiro, agrega uma síntese contemporânea de algumas das suas mais icónicas criações – das andorinhas às couves, dos gatos aos morangos, dos tomates a motivos florais –, cruzando-as com a obra gráfica presente nos jornais do mestre e nas muitas publicações que ilustrou.

O jornal “A Paródia”, com tiragens na ordem dos 25 mil exemplares, foi o terceiro periódico humorístico criado por Bordalo Pinheiro, que também o dirigiu, tendo encerrado portas dois anos após o falecimento do seu fundador. Usando da sua ímpar visão de caricaturista, Bordalo Pinheiro satirizou a vida pública, nomeadamente a vertente política da época, tendo contado com a colaboração do seu filho Manuel Gustavo Bordallo Pinheiro, que chegou a dirigir o jornal após a morte do pai, até ao término da publicação.

Tal como as ilustrações que povoavam “A Paródia”, numa sátira à sociedade, nomeadamente a política, todos os elementos desta nova linha de peças convivem em amena cavaqueira pelas suas superfícies, em baixos-relevos que convidam à descoberta, como se de uma paródia se tratasse. Os fundos, bem como os desenhos de Bordalo, estão cheios de inusitados elementos gráficos, e os baixos-relevos são realçados pelos efeitos criados pelos tradicionais vidrados da marca criada em 1884.

Esta linha, composta por peças de mesa, de servir e decorativas, é apresentada em cinco cores (branco “antique”, cinza gato, azul foz, coral e verde citrinos), permitindo uma grande versatilidade de combinação.

Nuno Barra, administrador da Bordallo Pinheiro, classifica esta nova linha “como uma justa homenagem a uma das muitas áreas artísticas do mestre, talvez uma das menos conhecidas das novas gerações de admiradores da sua obra multifacetada”. “Ao lançarmos “Paródia” estamos não só a lembrar o último dos três jornais que criou no início do século 20, como lhe adicionamos traços dessa vertente humorística às icónicas peças de cerâmica que também são de sua autoria. No fundo, fundimos duas das facetas de Rafael Bordalo Pinheiro em peças de rara beleza artística e que estou convicto que vão agradar aos admiradores da marca que se renova e reinventa todos os dias, mas sem perder a matriz e o ADN do seu criador. É com esta simbiose que a Bordallo tem vindo a ganhar notoriedade de forma crescente no país e no estrangeiro”, sublinhou o gestor.

A coleção encontra-se à venda na rede de lojas da Bordallo Pinheiro, incluindo a sua loja online e nas lojas Vista Alegre.

Coleções têm sido galardoadas

A Fábrica de Faianças das Caldas da Rainha foi fundada em 1884, cruzando as artes tradicionais da cerâmica, a modernidade de diversos estilos que se anunciavam como o futuro, e a originalidade e irreverência do seu criador. Assim nascia a produção de peças indissociáveis, até hoje, do nosso imaginário, plenas de criatividade e humor, marcadas pela consciência social e pela transgressão das ideias feitas.

A aquisição da empresa por parte do Grupo Visabeira em 2009 resgatou esta herança de enorme valor, assegurando a continuidade de uma empresa de destacada notoriedade artística que se confunde com o património cultural nacional. Utilizando ainda grande parte das técnicas centenárias na reprodução dos modelos, a fábrica prossegue hoje a recuperação do riquíssimo e vastíssimo legado bordaliano e, animada pelo mesmo espírito pioneiro que lhe deu origem, cria produtos contemporâneos, reforçando a sua ligação a artistas de renome da arte contemporânea e alicerçando o seu prestígio nos diversos mercados em que marca presença.

Reconhecidas internacionalmente, as coleções da marca têm sido galardoadas com os mais altos prémios de design que premeiam o talento nesta área. Já fazem parte da história da Bordallo Pinheiro prémios como os German Design Awards, Iconic Awards e European Product Design Awards.

Atualmente, os principais mercados internacionais são a França, Itália, Espanha, Reino Unido, Holanda, Suécia, Estados Unidos e Japão.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Seniores masculinos perdem

A equipa de seniores masculinos do Sporting Clube das Caldas (SCC) a necessitar de ganhar dois dos últimos quatro jogos para poder classificar-se nos oito primeiros, de modo a garantir desde já a permanência na primeira divisão, disputou no Pavilhão Rainha Dona Leonor, no passado sábado, um encontro com o Castêlo da Maia Ginásio Clube e, no domingo, contra o Sport Lisboa e Benfica.

voleibol

Biblioteca Municipal assinala 24º aniversário

A Biblioteca Municipal das Caldas da Rainha assinala o 24º aniversário no dia 4 de dezembro, pelas 16h00, realizando uma partilha de leituras com os convidados Francisco Correia (leitor), Henrique Fialho (escritor), Joana Tornada (investigadora e professora), Maria João Inácio (aluna do 12.º ano da Escola Secundária Raúl Proença) e Umbelina Barros (ceramista).  

Auxílio a catamarã à deriva

Os elementos da Estação Salva-vidas de Peniche auxiliaram na madrugada do passado domingo três holandeses que se encontravam a bordo de um catamarã com avaria no motor, a cerca de cinco quilómetros de Peniche.

catamara