Q

Previsão do tempo

11° C
  • Saturday 15° C
  • Sunday 14° C
  • Monday 15° C
12° C
  • Saturday 16° C
  • Sunday 14° C
  • Monday 15° C
12° C
  • Saturday 16° C
  • Sunday 15° C
  • Monday 16° C

Beatriz Monteiro chegou aos quartos de final nos Jogos Paralímpicos

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Ao perder no torneio de badminton dos Jogos Paralímpicos, em Tóquio, com a japonesa Akiko Sugino (que ganhou a medalha de bronze) por 2-0 (21-5 e 21-12), a atleta Beatriz Monteiro foi eliminada nos quartos de final, mas a sua classificação entre as oito melhores (ficou em 5º, em igualdade), assegurou-lhe a conquista de um diploma.
A jogadora é aluna da Unidade de Apoio ao Alto Rendimento na Escola nas Caldas

Ao perder no torneio de badminton dos Jogos Paralímpicos, em Tóquio, com a japonesa Akiko Sugino (que ganhou a medalha de bronze) por 2-0 (21-5 e 21-12), a atleta Beatriz Monteiro foi eliminada nos quartos de final, mas a sua classificação entre as oito melhores (ficou em 5º, em igualdade), assegurou-lhe a conquista de um diploma.

A jovem de 15 anos, natural de Sintra, é aluna da UAARE (Unidade de Apoio ao Alto Rendimento na Escola) do Agrupamento de Escolas Rafael Bordalo Pinheiro, nas Caldas da Rainha, tendo transitado este ano letivo para o 11º ano do curso de Ciências e Tecnologias.

Jogadora da Associação Académica de Coimbra, foi a atleta portuguesa mais jovem a participar em Jogos Paralímpicos e na fase de grupos alcançou duas vitórias. Impôs-se a Rita Asiimwe, do Uganda, por 2-0 (21-2 e 21-5), e à holandesa Megan Hollander, por 2-0 (21-12 e 21-19), perdendo por 2-0 (21-10 e 21-9) com a chinesa Qiuxia Yang, vencedora da medalha de ouro.

O badminton é uma modalidade que se estreou no programa paralímpico e logo na primeira jornada da fase de grupos SU5 Beatriz Monteiro arrancou com uma vitória frente a Megan Hollander, o que deixou em alegria. “Não tenho palavras para descrever este momento, são muitas emoções e estou orgulhosa por ter vencido. Estava muito ansiosa para que este dia chegasse, foi uma mistura de emoções. Foi uma emoção tremenda representar o meu país e conquistar a primeira vitória, ainda por cima com uma atleta que termos de ranking era superior a mim. Ter-lhe ganho apenas em dois sets foi um orgulho tremendo”, afirmou Beatriz Monteiro após a partida.

“O meu objetivo era ganhar um jogo e acabei por passar as fases de grupos e conquistar um 5º lugar e mais um diploma para Portugal, portanto, não tenho palavras para descrever aquilo que sinto”, declarou.

A atleta havia afirmado nas Caldas da Rainha, quando foi homenageada pela Câmara antes da ida para Tóquio, que iria ser difícil ganhar uma medalha, mas ia dar o seu melhor.

Após a eliminação, a jogadora comentou que “sei agora o que tenho de trabalhar para poder alcançar os meus próximos objetivos”.

A atleta e o lançador do peso Miguel Monteiro foram os porta-estandarte de Portugal na cerimónia de abertura dos Jogos Paralímpicos.

Portugal esteve representado por 33 atletas, de oito modalidades, alcançando duas medalhas de bronze e 23 diplomas.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Jornal das Caldas nas 24 horas de Fronteira todo-o-terreno

Mais de duas centenas e meia de pilotos, de nove nacionalidades, mas também os espetadores espalhados pelos 16 quilómetros de perímetro do Terródromo de Fronteira, voltaram a viver as emoções e as sensações que só a maior prova de resistência da modalidade consegue proporcionar. As 24 horas de Fronteira voltaram para reafirmar a sua reputação. Não apenas de uma luta contra o cronómetro ou uma prova de superação para homens e máquinas, mas também uma enorme festa, que celebra o verdadeiro espírito do todo-o-terreno. 

tt

Morte junto a trator

Um homem de 65 anos morreu na passada quarta-feira na Salgueirinha, em A-dos-Francos, tendo sido encontrado junto a um trator, o que inicialmente fez supor tratar-se de um acidente, mas os operacionais de socorro vieram a constatar que a ocorrência estará relacionada com uma doença súbita, confirmou ao JORNAL DAS CALDAS fonte da GNR, que tomou conta da ocorrência.