Q

Previsão do tempo

11° C
  • Saturday 15° C
  • Sunday 14° C
  • Monday 15° C
11° C
  • Saturday 16° C
  • Sunday 14° C
  • Monday 15° C
12° C
  • Saturday 16° C
  • Sunday 15° C
  • Monday 16° C

Guga Morgado bem sucedido com exposição no Museu Malhoa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Guga Morgado está a ter um grande sucesso com a sua primeira exposição de pinturas, que está patente no Museu José Malhoa, nas Caldas da Rainha, até ao dia 12 de setembro e que deverá ser prolongada pelo menos até ao final do mês.   
Puberty” é como se intitula a mostra de estreia de Guga Morgado

Guga Morgado está a ter um grande sucesso com a sua primeira exposição de pinturas, que está patente no Museu José Malhoa, nas Caldas da Rainha, até ao dia 12 de setembro e que deverá ser prolongada pelo menos até ao final do mês.   

“Puberty” é como se intitula a mostra de estreia de Guga Morgado, que integra várias pinturas (tinta acrílica sobre tela) que refletem filmes e personagens da Disney, com “temas e mensagens que retratam a realidade em que vivemos”.

“É uma espécie de uma metáfora que não me representa só a mim, mas à população em geral, porque tem um lado que nós podemos ver à primeira vista mais ingénuo, mas quando olhamos de perto todos têm uma história por detrás, que não é sempre o final feliz que podemos ver nos filmes da Disney, que transmitem esse conforto e essa inocência”, explicou ao JORNAL DAS CALDAS o jovem artista.

Nas suas obras encontram-se referências a Branca de Neve e os Sete Anões, Star Wars, o Rei Leão, Tarzan, assim como frases de músicas de canções de heavy metal dos AC/DC e também de temas de Frank Sinatra.

Na pintura com a Branca de Neve intitulada “What´s Your Poison”, Guga reflete sobre os vícios que nos rodeiam, como “as drogas, o álcool, o tabaco e as redes sociais e também o amor destroçado ou não correspondido”. Um dos seus quadros preferidos é o do Rei Leão, que está relacionado com a cultura afro-americana e escravatura e celebra as personalidades importantes da história afro-americana.

Cada quadro tem um vídeo associado que pode ser visto utilizando o QR Code. “Os vídeos mostram parcialmente a inspiração que eu tive para fazer cada um, tanto de filmes, músicas ou livros”, referiu.

Guga, que frequenta o 2º ano do curso de Marketing e Publicidade na Faculdade de Design, Tecnologia e Comunicação da Universidade Europeia, em Lisboa, começou o projeto em janeiro deste ano e terminou em maio.

A pintura começou a fazer parte da sua vida há cerca de dois anos, mas a paixão pela arte nasceu em criança. O artista disse que não estava à espera de fazer uma exposição tão cedo e foi uma surpresa muito agradável. Destacou “as boas reações” e é algo que o deixa “muito satisfeito” porque pretende “continuar a criar arte”. Já está a trabalhar no seu próximo projeto, que reflete frases de que gosta sobre a vida.

Foi Carlos Coutinho, diretor do Museu José Malhoa, quem convidou Guga para expor as suas pinturas no âmbito do Dia Internacional da Juventude, assinalado a 12 de agosto. “Foi uma iniciativa da Direção Regional de Cultura do Centro, para aproximar os jovens aos espaços culturais, portanto, fazia todo o sentido apresentar trabalhos de jovens no anonimato, mas com talento, e através de amigos e dentro das redes sociais encontrámos o Guga”, relatou.

Carlos Coutinho indicou que a exposição está a ter um impacto muito grande perante o público. “Os visitantes têm gostado imenso e têm pedido para comprar as obras do Guga, que já pensa em fazer outras mostras”.

“É um jovem com muito “talento e criatividade”, afirmou o diretor, acrescentando que “criou o grupo de telas durante a pandemia e aí mostra a força e capacidade criativa e as mensagens implícitas nas obras estão ligadas à história da arte e em simultâneo à história do homem”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

ETEO estimula debate sobre violência no namoro

A Escola Técnica Empresarial do Oeste (ETEO), nas Caldas da Rainha, assinalou a 25 de novembro o Dia Internacional da Eliminação da Violência Contra as Mulheres com um alerta contra o crime de violência doméstica e do namoro, deixando a mensagem que “quem ama não agride”. 

violencia 1

Casos de violência doméstica no concelho voltam a aumentar

Assinalou-se no dia 25 de novembro o dia internacional pela Eliminação da Violência contra as mulheres. Em Caldas da Rainha a data foi sinalizada pela Câmara Municipal, através do Gabinete de Atendimento à Vítima de Violência Doméstica (GAVVD), com a colocação de frases alusivas ao tema em questão junto às figuras da Rota Bordaliana: “A Rota Bordaliana não se esquece de ti” – dedicada a todas as mulheres vítimas de violência doméstica.

violencia domestica

Fernando Correia apresentou livro sobre Alzheimer

O jornalista Fernando Correia está a ajudar famílias que têm doentes com Alzheimer com a escrita do livro “Diário de um corpo sem memória” que relata como tem vivido o contacto com Vera, mãe das suas três filhas, que é vítima desta doença.

alzheimer 1