Q

Previsão do tempo

19° C
  • Thursday 21° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 27° C
19° C
  • Thursday 21° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 28° C
20° C
  • Thursday 22° C
  • Friday 29° C
  • Saturday 30° C

Preservar o património da cidade

Luís Castelo Branco

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Uma questão muito importante que tem sido tantas vezes menosprezada pelo poder local nas Caldas é a questão da segurança urbana.

O parque e a zona histórica das Caldas têm sofrido (muito) com essa inércia das autoridades competentes, quer seja ao nível da Câmara Municipal, quer da própria Junta de Freguesia. Muito se prometeu, muito se falou, mas pouco ou nada se concretizou.

Temos cada vez mais o parque mal frequentado a partir de certas horas em que, por exemplo, uma rapariga sozinha não está à vontade para fazer o seu jogging, por não se sentir em segurança. É incompreensível também ver que nada continua a ser feito ao nível da proteção do equipamento existente neste espaço (mesas e cadeiras das esplanadas, barcos do lago, etc.). O vandalismo é frequente e nada se faz para contrariar esta realidade.

O centro histórico das Caldas (os imóveis em torno do Hospital Termal e da Igreja de Nossa Senhora do Pópulo) também foi vetado ao esquecimento pelos nossos responsáveis autárquicos. Grande parte dos prédios está degradada, com grafitis (que nada têm a ver com arte), muitos deles vazios, constituindo um risco para todos os que passam ou habitam nas proximidades.

À noite os espaços estão desertos e à mercê dos amigos do alheio. De tempos a tempos, um vidro partido numa loja, uma porta de um prédio forçada… enfim, uma tristeza.

A imagem que a nossa terra dá para o exterior é de facto triste: grande desleixo; incapacidade total em resolver este tipo de problemas; desprezo pelo bem-estar das pessoas que habitam na zona. Não é assim tão complicado agir positivamente, se houver boa vontade e iniciativa.

Porque não optar pela videovigilância do Parque e da zona circundante? Outras cidades implementaram este sistema e foi um autêntico sucesso – vale a pena refletir.

Porque não apostar na requalificação deste espaço, apoiando os proprietários nas obras que têm inevitavelmente que efetuar, tendo em conta a idade dos imóveis? Com alguma imaginação, conseguem-se encontrar boas soluções: isenções fiscais; apoio condicionado ao arrendamento a preços moderados…;

Ideias não faltam, vontade de fazer também não …, mas não são os nossos atuais responsáveis autárquicos que têm essas qualidades. Não as tiveram até aqui, não as irão ter com toda a certeza no futuro!!!

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Exposição Álefe em Ferrel

Na galeria da Associação Cultural Rabeca, no Largo Dr. Manuel Pedrosa, em Ferrel, no concelho de Peniche, vai ser inaugurada a exposição Álefe, com pinturas e aguarelas de António Teodoro.

alefe

Freguesias levam cultura ao Folio

No âmbito do Folio - Festival Literário Internacional de Óbidos as sete freguesias do concelho de Óbidos fazem-se representar com iniciativas, como lançamento de livros, música, poesia, tertúlias, exposições, instalações, teatro, entre outras. Eventos inseridos no "Dia da Freguesia" - Folio Educa.

folio