Q

Previsão do tempo

27° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 21° C
28° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 21° C
29° C
  • Saturday 29° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 22° C

Os Verdes querem plano de ordenamento do Montejunto

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Partido Ecologista Os Verdes entregou na Assembleia da República um projeto de resolução onde recomenda ao Governo que acione as diligências necessárias com vista à elaboração do Plano de Ordenamento da Paisagem Protegida da Serra de Montejunto.
A inexistência do plano constitui para Os Verdes um obstáculo à defesa da serra

O grupo parlamentar quer que o Governo dê conhecimento à Assembleia da República das diligências efetuadas e respetivo ponto de situação e proceda à identificação dos recursos necessários (humanos, financeiros, técnicos) para a devida preservação da serra, em conjunto com a Comissão Diretiva da Paisagem Protegida da Serra de Montejunto, e assegure esses meios, naquilo que for sua competência.

A 22 de julho de 1999 foi criada a área protegida de âmbito regional, devido ao elevado valor ecológico e importância paisagística, cuja responsabilidade é partilhada pelos Municípios de Alenquer e do Cadaval e pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), que constituem a Comissão Diretiva da Paisagem Protegida.

Após mais de vinte anos o respetivo plano de ordenamento ainda não foi elaborado. Os Verdes apontam que “o risco de incêndio florestal continua a ser o mais preocupante para a sobrevivência deste ecossistema único na região Oeste, o que levou em 2004 à sua classificação como zona crítica, pelo Estado, integrando a lista prioritária para a aplicação de medidas mais rigorosas na defesa da floresta”.

“Os objetivos desse plano consistem em assegurar uma correta estratégia de conservação e gestão que permita a concretização dos objetivos que presidiram à classificação como paisagem protegida, assim como a conservação dos habitats naturais da fauna e flora e a compatibilização dos usos, tendo em conta a proteção e a valorização dos recursos naturais e as atividades humanas”, sustentam.

Para o partido ecologista, “a inexistência desse plano de ordenamento constitui uma das principais dificuldades para a execução de uma efetiva política de conservação e valorização e defesa da Serra de Montejunto”.

Entretanto, foram feitos estudos pela OesteCIM que confirmaram a necessidade premente de proteger a Serra de Montejunto. Preconizavam esses estudos, entre outros objetivos, valorizar a Fábrica do Gelo, os Conventos dos Dominicanos e Áreas Envolventes, defender e valorizar a Mata dos Castanheiros, promover parques temáticos da natureza, incluindo a conversão de espaços e equipamentos como as instalações abandonadas da Força Aérea,e a criação de estruturas de apoio e transportes turísticos. Deveriam ser revitalizadas as azenhas da aldeia serrana de Pragança e criado o Natur-museu das Orquídeas do Montejunto.

22º aniversário

A Paisagem Protegida da Serra de Montejunto comemorou o seu 22º aniversário. As celebrações tiveram início no dia 23 de julho com a assinatura de um protocolo de colaboração entre a Associação de Municípios de Alenquer e Cadaval e a Associação de Orquídeas Silvestres – Portugal. Irá contribuir para a identificação, preservação e conservação das orquídeas silvestres, e para a sua valorização enquanto parte integrante de um património natural único existente na Paisagem Protegida da Serra de Montejunto. Nos dias 24 e 25 de julho decorreu o tradicional Mercado de Produtos e Serviços da Área Protegida, levando diferentes produtores de vinho, licores, mel, queijo, doçaria, alojamento local, entre outros, a mostrarem à população que visitou a Serra de Montejunto não só os seus produtos e a arte de bem-receber, como a boa sinergia que é possível existir entre a conservação da natureza e a economia local.

Com a premissa de que para conservar e valorizar é preciso conhecer, decorreu ainda um bioblitz de insetos, um evento científico com o objetivo de identificar o maior número de insetos num curto espaço de tempo. Esta atividade que teve grande adesão e recetividade pelo público, contou com a colaboração da Tagis – Centro de Conservação de Borboletas de Portugal, onde dois grupos de miúdos e graúdos tiveram a oportunidade de experienciar um dia diferente.

Através de uma caminhada pela renovada estação da biodiversidade, várias famílias participaram com grande entusiamo na captura, identificação e libertação dos diferentes grupos de insetos – borboletas, gafanhotos, abelhas, entre muitos outros, que se encontram neste refúgio que é a Paisagem Protegida da Serra de Montejunto.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Novo recorde de maior onda surfada na Praia do Norte

Há um novo recorde mundial de maior onda já surfada na Praia do Norte, na Nazaré, que foi alcançado pelo alemão Sebastian Steudtner, que em 29 de outubro de 2020 atingiu os 26,21 metros, segundo foi anunciado nesta terça-feira pela World Surf League (WSL), organizadora dos Red Bull Big Wave Awards.

onda

Câmara frigorífica convertida em galeria de arte

O Cadaval vai ser palco do inédito evento “Arte no Frio”, iniciativa de Jaime Rodrigues com a colaboração do Município do Cadaval, que consiste num ciclo de exposições de artesanato inusitadamente montadas no interior de uma câmara frigorífica.

frigorifica