Q

Previsão do tempo

11° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 13° C
11° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 13° C
12° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 13° C

Apresentação das candidatas da CDU como “a força alternativa da esquerda”

Mariana Martinho

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A CDU apresentou no passado sábado os dois primeiros candidatos à presidência e assembleia municipal do Bombarral, Maria da Conceição Correia e Maria de Los Angeles, bem como o mandatário concelhio da CDU, Mário Morgado. Esta candidatura tem como objetivo “reforçar a votação do partido e a sua presença nos órgãos autárquicos” do concelho.
As candidatas da CDU nestas eleições autárquicas (foto José António)

A apresentação pública dos candidatos decorreu na Mata Municipal do Bombarral, dando assim “início ao ciclo de campanha eleitoral da CDU para as eleições autárquicas”, afirmou Conceição Correia, de 66 anos, que encabeça a lista da coligação formada pelo PCP e pelo Partido Ecologista “Os Verdes”.

Nascida na Figueira da Foz, é empregada de limpeza e reside no concelho do Bombarral há mais de 30 anos, tendo sido mandatária concelhia pelo Bombarral da candidatura de João Ferreira às eleições presidenciais de 2021, e deputada municipal desde 2017.

Diz sentir um “profundo orgulho em ser a candidata da CDU a presidente da Câmara Municipal do Bombarral nas próximas autárquicas, dando a cara por este projeto”, e mostra-se pronta para “assumir todas as responsabilidades políticas, que a população deste concelho nos decidir confiar”.

Também esclareceu que “nenhum de nós procura benefícios pessoais ou defende projetos individuais”, fazendo notar que tem pugnado a sua intervenção na Assembleia Municipal “pela apresentação de propostas e soluções para os problemas do concelho”.

Nesse sentido, o partido apresenta “uma candidatura que vai marcar pela diferença e pela positiva, onde seremos responsáveis e realistas com os projetos a apresentar, e ainda temos a noção de que as nossas propostas são para serem cumpridas, e não para serem usadas para angariação de votos”.

Para a candidata, “a CDU assumiu no atual mandato o seu papel de força de oposição interventiva e construtiva, perante uma gestão do PS marcada pela ausência de projetos de desenvolvimento para o concelho, pela falta de vontade política para resolver problemas da população, pela incapacidade de negociação, bem como pela inércia e falta de ligação às populações”. É perante este quadro, que segundo Conceição Correia, “a CDU se afirma como a força alternativa da esquerda no Bombarral, e pronta para assumir todas as responsabilidades”.

A candidatura da CDU também pretende reforçar a sua votação neste concelho, em todos órgãos autárquicos, o que permitirá colocar o “trabalho, a honestidade e a competência dos eleitos ao serviço do bem comum e desenvolvimento do concelho”.

Com um programa eleitoral ainda em fase de construção e onde “o contributo de todos será fundamental para que este seja o melhor programa que os bombarralenses terão”, consta a luta por mais iniciativas culturais e apoio ao associativismo, maior dinamização e promoção do concelho, por forma a torná-lo mais atrativo, alterar o atual rumo da gestão municipal, através de mais investimentos e apoios para a criação de postos de trabalho, com direitos, alargar os apoios aos micro, pequenos e médios produtores, mais apoio ao comércio e produtores locais, políticas de apoio à juventude, criação de mais incentivos à natalidade à natalidade, assim como privilegiar as políticas sociais e ambientais.

A CDU propõe ainda “uma gestão planeada e organizada, e não uma propaganda de marketing muitas vezes enganosa”, de forma a ter “um concelho mais desenvolvido e dinâmico, e não um concelho que não tem nada para oferecer”.

A sessão também contou a presença da candidata à Assembleia Municipal, Maria de Los Angeles, de 63 anos, que já foi deputada na Assembleia Municipal de Bombarral, pela CDU, entre 1994 até 2013, bem como candidata à autarquia, e vereadora no mandato 2013-2017.

Face a “esta vasta experiência autárquica”, a docente decidiu “encabeçar de novo este desafio, a candidatura da CDU à Assembleia Municipal do Bombarral, respeitando sempre os compromissos com que nos comprometemos nos nossos programas eleitorais, em qualquer circunstância, sem calculismos políticos e toda a transparência”.

“Só com uma postura dialogante será possível ganhar terreno, no caminho em prol do desenvolvimento necessário para a nossa terra”, afirmou a candidata, referindo que “um concelho histórico como o nosso terá sem dúvida melhor futuro quando as nossas coletividades, não tiverem que remar constantemente contra a maré, quando o município mostrar capacidade para atrair investimento no setor produtivo e quando isto tenha reflexos no crescimento económico do nosso concelho”.

Por tudo isto, “a CDU estará na Assembleia Municipal a lutar pela cultura, desporto, proteção civil, infraestruturas, transportes e qualidade de vida, sendo o caminho que consideramos ser o certo”.

Na apresentação também esteve o membro do secretariado do Comité Central do PCP, Rui Braga, e o mandatário concelhio da CDU, Mário Gomes Morgado.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Pai e filho julgados por matar rapariga

Inicia-se nesta quarta-feira, 30 de novembro, no Tribunal de Leiria, o julgamento do jovem de 20 anos e do pai, de 46 anos, acusados de estarem envolvidos na morte de Soraia Sousa, de 18 anos, a 3 de outubro do ano passado, no largo junto à estação de caminhos de...

martinganca

Teatro da Rainha recebe apoio de 400 mil euros

O Teatro da Rainha, companhia apoiada pela Câmara Municipal de Caldas da Rainha, estrutura de criação teatral que se assume como um centro dramático — centro de atividades que projeta de modo multidisciplinar tradição e inovação teatrais — obteve no Programa de Apoio Sustentado 2023-2026, da Direcção-Geral das Artes, o apoio máximo para o quadriénio que em 2023 se inicia. Esse apoio, de 400 mil euros, supõe um plano artístico, formativo e de atividades paralelas que se distribui por 14 estruturas no todo nacional.

teatro