Q

Previsão do tempo

19° C
  • Friday 25° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 23° C
17° C
  • Friday 25° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 23° C
18° C
  • Friday 27° C
  • Saturday 29° C
  • Sunday 25° C

Primeiro “Green Tukky” no país chegou a Caldas da Rainha

Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Green Tukky, um conceito ecológico francês que está a desenvolver-se em toda a Europa, chegou a Caldas da Rainha. Os gerentes, Yannick Le Berre e Joaquim Rebelo, deixaram há cerca de dois anos a província da Bretanha, para se dedicar a este negócio inovador, composto por um tuktuk verde,100% elétrico, que está na Foz do Arelho em frente à praia. É o único em Portugal equipado com quatro painéis solares que permitem que ele seja autónomo sem conexão por oito horas.
Green Tukky um conceito ecológico francês está na Foz do Arelho

“Faço gelados de estilo italiano com 28% de frutas, milkshakes, sundae com topping e também crepes especiais da minha terra, uma receita da minha avó”, disse Yannick Le Berre, gerente geral de desenvolvimento. Para já, tem os sabores de baunilha e morango, mas no outono terão o sabor de chocolate e ginja de Óbidos. Também gostavam de desenvolver o sabor pastel de nata.

“É um pedaço da Bretanha a menos de 100 km de Lisboa”, disse o responsável, que faz panquecas especiais, em representação da sua região. Recordou, que na altura do confinamento, chegou a entregar panquecas a clientes na Foz do Arelho por drone.

O tuk-tuk, está equipado com um desfibrilador. Yannick, tem o curso de primeiros socorros, mas o equipamento “está disponível aos nadadores salvadores da praia”. Uma mais valia, que segundo o gerente agradou à Câmara, que deu autorização para estar instalado junto à praia da Foz do Arelho.

Devido ao seu conceito e características, o Green Tukky, pode ser colocado sem restrições em qualquer local. Pode ser numa praça, área de jogos de futebol, em frente a uma lagoa, rio, porto marítimo, museu, entre outros. É parceiro de associações desportivas, culturais, escolas e clubes de futebol entre outras modalidades. Tem marca registada e conceito protegido.

O investimento no franchising, foi cerca de 200 mil euros. O objetivo dos responsáveis, é expandir pelo país a revolução de Green Tukky, um franchising francês. Yannick Le Berre com seu parceiro português, Joaquim Rebelo, que era cliente no seu restaurante, têm dois tuk-tuks. Foram os primeiros a chegar a Portugal. Um está na Foz do Arelho. O segundo tuk-tuk está em Salir do Porto e está pronto para servir em vários locais quando solicitado. Fazem festas, batizados, casamentos, entre outros eventos.

A esposa de Yannick Le Berre, é portuguesa das Caldas da Rainha e voltou ao seu país natal depois de passar anos na França. Toda a família embarcou na aventura, apenas o mais velho de 24 anos, ficou em França, mas Alexis de 21 anos, também está a viver nas Caldas.

Yannic, tinha um restaurante de cozinha portuguesa em Bretanha (Ploemeur) que se chamava “Armando”, nome do seu avô natural de Itália.

Yannick Le Berre gosta muito de viver no Oeste. Comprou um terreno no Chão da Parada, onde vai construir uma casa ecológica.

Os responsáveis pelo Green Tukky, querem levar este conceito a outros concelhos do país.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

João Almeida com Covid-19 desiste do Giro d’Italia

A 18ª etapa do Giro d’Italia, nesta quinta-feira, fica marcada pela ausência do ciclista caldense João Almeida, que acusou positivo à Covid-19, sendo assim forçado a abandonar a prova, quando ocupava o quarto lugar, a 1 minuto e 54 segundos do líder e a 49 segundos do pódio.

almeida 3

Aluna caldense “Embaixadora UC à Frente” 

A caldense Beatriz Lopes, estudante do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas na Universidade de Coimbra, recebeu o prémio “UC à Frente”, atribuído pela Reitoria da Universidade de Coimbra (UC).

premio 1

Vigília com “abraço” ao hospital das Caldas da Rainha

Uma vigília que terminou com um cordão humano em frente à urgência do hospital das Caldas da Rainha foi a forma encontrada pela população para exigir medidas do Governo para melhorar as condições em que trabalham os profissionais de saúde. O alerta foi feito na noite da passada sexta-feira.

vigilia2