Q

Previsão do tempo

11° C
  • Saturday 15° C
  • Sunday 14° C
  • Monday 15° C
11° C
  • Saturday 16° C
  • Sunday 14° C
  • Monday 16° C
11° C
  • Saturday 16° C
  • Sunday 15° C
  • Monday 16° C

“Razia em abate de árvores”

Ema Miguel Bento Militante Chega – Concelhia de Caldas da Rainha

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Foi com bastante atenção que li este artigo publicado no Jornal das Caldas e tenho algumas considerações em que fiquei a pensar…

1) A administração do CHO – Centro Hospitalar do Oeste alega que o pinhal apresentava patologias de diversa natureza, que tinha uma densidade muito elevada, com os pinheiros em competição com árvores a secar e a morrer e já com árvores marcadas pela presença de nemátodo do pinheiro (doença da murchidão), que obrigava ao corte das árvores afetadas e de outras que se viessem a revelar afetadas. Ora quem é que fez esta análise ao CHO? Em que se basearam para chegarem a este entendimento? Se entendi bem o que li, cortaram as árvores que estavam afetadas e cortaram as outras que se viessem a revelar afetadas? É caso para dizer, “corta-se tudo pela raiz”, não há tratamentos, não há tentativas de reverter a situação…corta-se tudo!

2) Para além desta praga do nemátodo do pinheiro, afinal parece que o pinhal estava sinalizado pela GNR para a cobrança de coimas por não terem sido desbastadas as copas das árvores que não cumpriam o distanciamento de 10 metros regulamentados. Solução? Corta-se tudo que assim pelo menos nem sequer existem copas! Então a GNR foi simpática em ter “perdoado” o pagamento das coimas, mas pressionou ao desbaste das copas que resultou num quadro de abate das árvores? Não se entende o porquê sequer da administração do CHO chamar a GNR para este assunto…

3) Diz a administração do CHO que o processo foi público e transparente porque foi afixado um edital a informar que estaria aberto concurso para a realização do serviço… foi? E porque é que eu (como muitos outros), munícipe de Caldas da Rainha não tive conhecimento? Foi devidamente afixado? Onde está a informação acerca da ação e do porquê da mesma? Quer-me a mim parecer que estão a “tapar o sol com a peneira”. Peço a quem tiver o edital ou que tenha lido o edital que me elucide se o mesmo era para concurso de empresa para realizar o serviço ou se era a informar o porquê do abate das árvores…

4) Se todo este processo foi articulado com a Câmara Municipal de Caldas da Rainha através do Gabinete Técnico Florestal, então o sr. presidente Tinta Ferreira não estava devidamente informado acerca da legalidade de toda esta ação? Porque teve de recorrer ao ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas para que estes averiguassem se haveria irregularidades em todo o processo? Deixa seguir um significativo abate de árvores de uma zona de lazer, convívio, desporto, de encontro de famílias sem se certificar se incorre em alguma ilegalidade? Há comunicação dentro dos departamentos da Câmara Municipal? O sr. presidente está “perto” de todos os departamentos que tem de gerir? Não deveria ser tudo estudado, analisado, avaliado, decidido antes de se iniciar uma ação desta natureza? Ou põem a “carroça à frente dos bois”? Parece-me que quis sacudir responsabilidades e atirou a “batata quente” para o ICNF.

5) O sr. vereador Luis Patacho acha que foi legal todo este abate das árvores, mas também acha que foi excessivo…pergunto onde andou o sr. vereador durante todo este tempo de análise, avaliação, estudo, decisão do processo de abate das árvores…acha que foi legal mas espera que não aconteça mais?

A verdade é que Caldas da Rainha ficou sem parte de um pulmão, a verdade é que os munícipes não são “tidos nem achados”, a verdade é que a Câmara Municipal das Caldas da Rainha não quer nem saber se existem atletas a treinarem nesse pinhal, se existem famílias a conviverem e a guardarem memórias, se existem pais a passearem com os seus bebés, se existem pessoas a passearem os seus animais…não…o que de facto importa para a Câmara Municipal de Caldas da Rainha são números, politiquices e acordos…mas nós dizemos chega a esta falta de incoerência, chega a esta falta de familiaridade para com os munícipes, dizemos que chega a estas artimanhas da Câmara com outras entidades, dizemos chega de mais dos mesmos!

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Serra D’El-Rei com iluminação de natal

A Junta de Freguesia de Serra D’El-Rei, no concelho de Peniche, inaugurou a iluminação de natal e realizou a feira anual no dia 1 de dezembro, evento integrado nas atividades do Natal que envolveu cerca de 70 feirantes, espalhados pela Rua da Alegria, Rua 4 de Agosto e Rua 1º de Maio.

serra

Curso de Salvamento Rodoviário

Decorreu de 24 a 28 de novembro, no seio da corporação de bombeiros do Bombarral, o curso de Salvamento Rodoviário - desenvolvimento (chefe de equipa de desencarceramento).

desencarceramento

Nazaré cancela eventos do carnaval

Após o anúncio das novas medidas de controlo e mitigação da pandemia Covid-19 e da declaração do Estado de Calamidade, que irá vigorar até 20 de março, a organização do carnaval da Nazaré anunciou o cancelamento de todos os eventos festivos desta iniciativa.

carnaval