Q

Previsão do tempo

7° C
  • Saturday 12° C
  • Sunday 13° C
  • Monday 13° C
7° C
  • Saturday 12° C
  • Sunday 13° C
  • Monday 13° C
7° C
  • Saturday 12° C
  • Sunday 13° C
  • Monday 13° C

Aglomeração no sábado de manhã no Centro de Vacinação das Caldas

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Um aglomerado de pessoas à espera de serem vacinadas contra a Covid-19 concentrou-se à entrada do Centro de Vacinação das Caldas da Rainha, no Pavilhão da Mata, na manhã do passado sábado, com diversos utentes a terem de esperar mais de hora e meia pela sua vez, em relação à hora marcada, e outros a terem de voltar à tarde, com novo reagendamento do horário de inoculação.

A falta de capacidade de resposta devido ao agendamento efetuado, que não é a primeira vez que se verifica neste Centro de Vacinação, teve como consequência o ajuntamento de pessoas, quer no exterior quer no interior do pavilhão, levando quem assistiu ao cenário a questionar o cumprimento das distâncias de segurança. A concentração apenas ficou desanuviada quando foi sugerido aos utentes das Caldas da Rainha com marcação desde as 11h30 e que ainda não tinham sido atendidos uma hora depois, para irem almoçar e voltarem entre as 16h e as 17h, permanecendo os utentes oriundos de Óbidos. Contatada pela agência Lusa, fonte da task force de vacinação, citando informações da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), confirmou a “lentidão” que se registou no Centro de Vacinação das Caldas da Rainha, indicando que “resultou do facto de vários utentes terem chegado antes da hora marcada”. Os atrasos também ocorreram “por terem aparecido pessoas com mais de 70 anos, sem marcação, julgando que já estaria a funcionar naquele Centro o projeto Casa Aberta”, referiu a ARSLVT. “Refira-se, no entanto, que foi dada orientação para que fossem vacinadas as pessoas que se deslocaram ao Centro no âmbito desta medida”, acrescentou.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Morreu na cama

Os bombeiros das Caldas da Rainha tiveram na manhã da passada sexta-feira de forçar a entrada numa habitação na aldeia do Chão da Parada para tentar socorrer uma mulher de 55 anos que vieram a encontrar deitada na cama em paragem cardiorrespiratória, na sequência de doença súbita.

Icónico edifício da Secla vai ser reabilitado

Depois de vários anos ao abandono e já em estado de degradação, o edifício icónico sede da Secla, nas Caldas da Rainha, vai finalmente ser totalmente reabilitado e valorizado.

secla