Q

Previsão do tempo

14° C
  • Sunday 13° C
  • Monday 13° C
  • Tuesday 13° C
14° C
  • Sunday 13° C
  • Monday 13° C
  • Tuesday 13° C
14° C
  • Sunday 13° C
  • Monday 14° C
  • Tuesday 13° C

PSD acusa Câmara do Bombarral de pagar “sondagem” com interesses eleitorais

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O PSD do Bombarral emitiu um comunicado onde acusa o presidente da Câmara, o socialista Ricardo Fernandes, de “mandar fazer um estudo de opinião sobre as medidas implementadas pela autarquia no âmbito da Covid-19, mas que não passa de uma sondagem encapotada de medidas para uma recandidatura”
Presidente da Câmara justifica tratar-se de um estudo sobre as medidas adotadas face à Covid-19

“Alguns habitantes do Bombarral auscultados sentem-se indignados”, sublinhou o PSD, indicando que “grande parte das perguntas do estudo baseiam-se em questões como espaços verdes, estacionamentos, limpeza de ruas / saneamento, apoio à infância / apoio à terceira idade, segurança / iluminação pública, e sugestões de melhorias para o concelho”, sendo a última pergunta “se fosse presidente de câmara qual seria a 1ª medida que tomava?”.

“Face ao descrito, perguntamos se o objetivo deste estudo se prende com medidas autárquicas contra a Covid-19, como foi justificado para os mais de 18 mil gastos nesta sondagem de opinião”, questionou o PSD.

“Será que esse valor não seria mais bem empregue para o apoio aos bombarralenses que tanto sofreram e continuam a sofrer com esta pandemia e que segundo os dados oficiais o concelho do Bombarral, sofreu um aumento de mais de 35% no desemprego”, manifestou o partido, para quem este estudo “não passa de uma sondagem que vais entroncar com um programa eleitoral do presidente de Câmara, pago com o dinheiro de todos os bombarralenses”.

Em resposta, Ricardo Fernandes justificou ao JORNAL DAS CALDAS que “no momento que o país atravessa é importante ter-se a noção clara e exata do impacto social que a pandemia tem nas pessoas e no concelho. Este estudo replica o que ocorreu em muitos outros concelhos”.

“Tratando-se de uma situação com forte impacto na comunidade, este será o instrumento que vai permitir obter a perceção dos bombarralenses sobre a doença, a evolução da mesma, o impacto das medidas adotadas pelo Município e a sua adequabilidade, as suas consequências, entre outros aspetos, de modo a que a estratégia de intervenção para o concelho esteja o mais adaptada possível às reais necessidades da população do Bombarral durante a pandemia e depois desta”, esclareceu o autarca.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Dois médicos vão reforçar Unidade de Saúde Familiar

Foi concedido um regime de exceção para a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) contratar mais dois médicos avençados para ajudar a resolver a atual fraca resposta da Unidade de Saúde Familiar do Bombarral.

usf

Morreu na cama

Os bombeiros das Caldas da Rainha tiveram na manhã da passada sexta-feira de forçar a entrada numa habitação na aldeia do Chão da Parada para tentar socorrer uma mulher de 55 anos que vieram a encontrar deitada na cama em paragem cardiorrespiratória, na sequência de doença súbita.

Mural homenageia a mulher da Nazaré

Está a nascer um novo mural dedicado à mulher nazarena e ao seu papel em diferentes áreas na sociedade local ao longo de décadas.

mural