Q

Previsão do tempo

15° C
  • Friday 17° C
  • Saturday 18° C
  • Sunday 15° C
15° C
  • Friday 17° C
  • Saturday 18° C
  • Sunday 16° C
15° C
  • Friday 18° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 16° C

Presidente da Câmara de Torres Vedras encontrado morto em casa

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes, foi encontrado morto na tarde da passada segunda- feira na sua habitação, na freguesia de Turcifal. O alerta foi dado pelas 15h25, estando as circunstâncias da morte a ser investigadas pela Polícia Judiciária, mas não existindo sinais de violência não terá havido intervenção de terceiros e a hipótese de homicídio estava praticamente posta de lado.
Carlos Bernardes, de 53 anos, ia de novo concorrer pelo PS às eleições em outubro

O cadáver foi descoberto no quarto, com um golpe de arma branca no pescoço. A faca estava ao lado do corpo quando a GNR

local constatou o óbito.

Carlos Bernardes, de 53 anos, ia de novo concorrer pelo PS às eleições em outubro e tinha já uma lista definida, com o slogan

“Torres Vedras, a Nossa Terra!”.

Funcionário público desde 1988, foi secretário da Junta de Freguesia do Turcifal, de 1989 a 1997, adjunto e secretário do

Gabinete de Apoio Pessoal ao presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, de 1994 a 1997, e vereador do Pelouro do

Turismo da Câmara Municipal de Sobral de Monte Agraço, de 1997 a 2001.

Na Câmara de Torres Vedras foi vereador dos Pelouros de Ambiente e Serviços Urbanos, de 2003 a 2005, e vice-presidente

de 2005 a 2015, assumindo a presidência quando Carlos Miguel saiu para o Governo.

Licenciado em gestão de empresas turísticas e hoteleiras, era pós graduado e doutorado em turismo.

Era casado e tinha um filho.

Primeira reação

A primeira reação à morte tornada pública foi de Duarte Pacheco, seu adversário político nas próximas eleições. “Estou

estupefacto. Há notícias que preferia nunca receber!”, declarou o candidato do PSD à Câmara na rede social Facebook.

“A minha primeira palavra é de profundo pesar pelo acontecimento e envio sinceras condolências à sua família, ao Partido

Socialista e à autarquia de Torres Vedras. Mantínhamos uma relação de respeito e amizade, tendo sido a primeira pessoa a

quem liguei para o informar da minha candidatura a Torres Vedras. Um dia voltaremos a estar juntos, a trocar argumentos, a

concordar e a discordar, mas sempre com o respeito que construímos e preservamos”, manifestou.

Luto municipal e intermunicipal

O executivo da Câmara de Torres Vedras endereçou “as mais profundas condolências à família” e declarou, a partir de

segunda-feira, o cumprimento de cinco dias de luto municipal.

A Comunidade Intermunicipal do Oeste declarou três dias de luto intermunicipal, a contar desde segunda-feira.

Em comunicado é prestada homenagem a um autarca que “com o seu empenho, dedicação e determinação, trabalhou

afincadamente em prol da promoção, defesa e desenvolvimento do Oeste, sendo uma enorme perda para a região e para o

país”.

O Partido Socialista lamentou a morte numa nota de pesar: “É com profunda tristeza que o Partido Socialista recebe a notícia

da morte prematura do nosso camarada. Todas as mortes são vãs, mas uma morte de uma pessoa tão jovem, entristece-nos a

todos por demais. A Direção Nacional do Partido Socialista manifesta as suas mais sentidas condolências à família, em

especial à mulher e ao filho”.

Numa nota publicada no sítio oficial da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa enviou as “mais

profundas e sentidas condolências” à família do presidente da Câmara.

“O Presidente da República recebeu com enorme consternação a notícia inesperada da morte do presidente da Câmara

Municipal de Torres Vedras e envia à família enlutada, nesta hora difícil, as mais profundas e sentidas condolências, que

estende a todo o Município de Torres Vedras”, pode ler-se.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Vestuário e perfumes apreendidos no Mercado Semanal

Mais de 200 peças de vestuário e perfumes com marcas de renome, avaliados em cerca de quatro mil euros e que incorriam em contrafação porque os vendedores não dispunham de direitos de utilização, foram apreendidos no Mercado Semanal das Caldas da Rainha, no Campo...

mercado1

GNR em ação de sensibilização no La Vie

O Destacamento Territorial de Caldas da Rainha da GNR realizou uma ação de sensibilização focada na proteção da floresta e ambiente e na prevenção criminal, no Centro Comercial La Vie, em Caldas da Rainha, nos dias 18 e 19 de março.

vie