Q

Previsão do tempo

14° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 13° C
14° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 13° C
14° C
  • Thursday 16° C
  • Friday 17° C
  • Saturday 13° C

“O Montepio Rainha D. Leonor não se confina à Casa de Saúde”

Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A atual administração do Montepio Rainha Dona Leonor (MRDL), liderada por Marques Pereira, deu a conhecer o Condomínio Residencial e as obras de requalificação de Lar de Idosos Dr. Ernesto Moreira, que são uma “mais-valia para a instituição”. A conferência de imprensa na passada sexta-feira teve como objetivo divulgar as novidades destas infraestruturas com o mote “o MRDL não se confina à Casa de Saúde”. “Fala-se muito no novo hospital e nos problemas das Casa de Saúde e perde-se um bocado a noção de que uma percentagem larga dos interesses e envolvimento do Montepio consiste no Lar de Idosos e as residências assistidas, que têm caraterísticas muito específicas”, disse Marques Pereira.
A atual administração Montepio Rainha D. Leonor deu a conhecer o Condomínio Residencial

“São equipamentos que têm sobre si uma enorme responsabilidade de cuidar de pessoas com uma logística muito complexa que

necessitam de um esforço contínuo de manutenção”, adiantou o responsável que encabeça a lista A para as eleições para o triénio

2021-2024 no MRDL, que foram remarcadas para 14 de maio e terão lugar na Expoeste.

Foi feita uma visita guiada à nova cozinha das residências assistidas que “serve todas as unidades funcionais da instituição,

fornecendo cerca de 800 refeições diárias”. Segundo Graça Santos, “a cozinha recebeu recentemente uma intervenção urgente e difícil

de fundo, que passou por uma reestruturação/ampliação do espaço de trabalho”. “Foi substituído o pavimento existente, incluindo a

base por superfície em resinas epóxidas, que garantem os melhores padrões no que concerne quer à segurança dos profissionais

assim como da segurança e higiene alimentar”.

O Condomínio Residencial do MRDL foi inaugurado a 15 de maio de 2011 e é composto por 97 apartamentos, dos quais 32 são de

tipologia T0 e 65 tipologia T1. O edifício tem ainda uma lavandaria que trata de 577 quilos de roupa diariamente.

Associado à estrutura foi implementado um Serviço de Apoio Domiciliário, de natureza privada, com a lotação máxima de 190 utentes.

Atualmente é dada resposta a cerca de 70 residentes através da prestação de cuidados de higiene, alimentação, serviço de

lavandaria, limpeza dos espaços, vigilância 24 horas através de rondas presenciais e botão de pânico.

Além dos serviços domiciliários é disponibilizado aos residentes acompanhamento médico e de enfermagem. Tem ainda atividades de

animação sociocultural, ginástica geriátrica e neuroyoga.

O Condomínio Residencial implementou o software de gestão de equipamentos sociais “MySenior” e em toda a área foi instalado um

sistema de canalizações em fibra ótica de forma a permitir a utilização do software através de 30 monitores distribuídos pelos vários

andares, cozinha e lavandaria, assim como acesso à internet.

Lar irá receber também mobiliário novo

Foram dadas a conhecer as obras de requalificação do Lar de Idosos Dr. Ernesto Moreira, no valor de cerca de um milhão de euros,

sendo que a comparticipação por parte dos fundos europeus é de 85% a fundo perdido. “Após as obras de reabilitação, ficará com

classificação B, reduzindo significativamente os custos energéticos (eletricidade e gás) na ordem dos 45%. “Pretende-se, intervir e

reabilitar a construção, substituindo as caixilharias, atualizando revestimentos e pinturas interiores, aplicando isolamento (capoto) pelo

exterior das fachadas e reforçando a ventilação por forma a poder melhorar a qualidade de vida dos utentes quer a otimizar a eficiência

energética do edifício”, explicou Graça Santos.

O Lar irá receber também mobiliário novo.

Atendendo que não foi possível fazer face a todas as necessidades colocadas na candidatura ao Portugal 2020 e mesmo tendo sido

atribuído o valor máximo, a administração do MRDL candidatou-se recentemente ao PARES 3.0 no valor de cerca de 370 mil euros,

aguardando resposta. “Com esta nova candidatura pretendemos poder colmatar outras situações com necessidade urgente de

intervenção, por motivo de desgaste ou terem sido ultrapassados com o tempo”, adiantou.

Questionado por fazer esta visita a poucos dias das eleições, Marques Pereira disse que “o intuito da iniciativa foi mostrar à

comunidade o que está feito e não fazer promessas”. “Há outras vertentes da instituição que são tão ou mais importantes que a Casa

de Saúde e que têm trabalho feito”, apontou.

Segundo o responsável, a visita era para se ter realizado há mais tempo, revelando que o intuito é “mostrar que resolvendo o problema

da Casa de Saúde com o grupo Sanfil Medicina, o Montepio tem mais vida, embora fique envolvido em todas as valências”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Mercadinho de Natal anima Praça 5 de Outubro

Foi inaugurado no dia 1 de dezembro, na Praça 5 de Outubro, o Mercadinho de Natal das Caldas da Rainha. Seis casinhas com a venda de várias iguarias e também de brinquedos e outros produtos ali permanecem até 24 de dezembro.

mercadinho 1