Q

Previsão do tempo

9° C
  • Friday 13° C
  • Saturday 12° C
  • Sunday 12° C
9° C
  • Friday 13° C
  • Saturday 12° C
  • Sunday 13° C
8° C
  • Friday 13° C
  • Saturday 11° C
  • Sunday 13° C

Abriu a primeira escola de condução do país especializada em motociclos

Mariana Martinho

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Abriu na semana passada a MotoSchool, a primeira escola de condução do país 100% direcionada ao ensino e formação de condução de motos e motociclos, na rua Capitão Filipe de Sousa, em Caldas da Rainha. Ali é possível encontrar tudo o que é preciso para a formação.
Elementos da equipa da Motoschool

O projeto, que pertence ao Grupo Letra, que detém as escolas de condução Beneditense e Alcobacense, nasce no âmbito de “uma paixão indefetível pelo mundo das duas rodas de alguns elementos do grupo”, que entenderam que havia mercado para este tipo de serviço, visto que “sempre tivemos sucesso na área dos motociclos, apesar de durante muitos anos só vir tirar a carta de mota quem soubesse conduzir”, explicou o sócio-gerente da empresa, Bruno Letra, adiantando que entretanto surgiu a oportunidade de abrir uma escola do grupo em Caldas da Rainha.

Contudo, “achámos que devíamos fazer um projeto diferente daquele que já tínhamos na Benedita e Alcobaça”, para além de que “não existe nenhum igual no país e que acredito que pode vir a ser um sucesso”.

O Grupo Letra resolveu investir assim “num projeto todo vocacionado para área dos motociclos, onde é possível fazer um preço low-cost”.

A nova escola, que além da sala para as aulas de código também conta com uma pequena loja de equipamento motard e uma exposição de motas, vai dar formação para “todas as categorias de motas possíveis de tirar AM, A1, A2 e A”, desde os 14 aos 24 anos, e ainda “focar-nos na área das senhoras, que podem cumprir o seu sonho”. “Neste caso até apresentamos promoções e uma campanha para futuras motards, sendo até mais barato do que para os homens”, apontou Bruno Letra, adiantando que “há cada vez mais senhoras a quererem tirar a carta de mota e sentir a liberdade que é andar neste tipo de veículo”.

As aulas, que vão funcionar através de marcação, tendo a possibilidade do apoio ao estudo online, vão contar com a orientação de quatro instrutores que “dentro do grupo estão mais ligados às motas”.

Além da formação, a escola apresenta uma plataforma que permite ao formando ter acesso a eventos, atividades e formações avançadas nas várias vertentes do motociclismo. “O objetivo é fazer um acompanhamento contínuo dos nossos serviços aos formandos, e não só uma vez, como as outras escolas”, frisou Bruno Letra, adiantando que “aqui é mais do que tirar um simples título de condução. É pertencer a um grupo, a uma família e a uma organização de eventos e atividades na área do motociclo”.

A escola, que logo na primeira semana recebeu quinze inscrições de alunos, está aberta de segunda a sexta-feira, entre as 09h e as 19h, e ao sábado durante o período da manhã.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Icónico edifício da Secla vai ser reabilitado

Depois de vários anos ao abandono e já em estado de degradação, o edifício icónico sede da Secla, nas Caldas da Rainha, vai finalmente ser totalmente reabilitado e valorizado.

secla

Candidato do BE luta “por uma linha do Oeste que responda aos desafios atuais”

O candidato do Bloco de Esquerda pelo distrito de Leiria às próximas eleições legislativas, Ricardo Vicente, viajou no passado dia 12 de comboio na Linha do Oeste, de Leiria para Caldas da Rainha, para assinalar a necessidade de requalificar da linha integralmente, e de garantir velocidades de deslocação competitivas com o transporte rodoviário, contrariamente aos resultados previstos pelo Governo para a requalificação no troço de Meleças até Caldas da Rainha.

bloco