Q

Previsão do tempo

21° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 23° C
21° C
  • Friday 29° C
  • Saturday 27° C
  • Sunday 23° C
22° C
  • Friday 32° C
  • Saturday 29° C
  • Sunday 25° C

Carta aberta aos associados do Montepio Rainha D. Leonor

Francisco Vogado

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Diz o ditado que, “quem não se sente não é filho de boa gente”.

Em virtude de ter aceite o convite para fazer parte da lista A, sinto-me pressionado a dirigir-me aos associados do Montepio Rainha D. Leonor (MRDL) a clarificar os meus pontos de vista sobre a forma vil. a mesquinhez dos argumentos e a degradação da linguagem dos comunicados, das mensagens nos jornais, rádios e redes sociais que nos é dirigido pela lista B.

Trata-se no seu conjunto de um dos “melhores” contributos poéticos que define a falta de projetos para o Montepio, dada a quantidade de acusações aí existentes baseadas na má língua, na difamação e até na invenção de factos políticos.

Senão vejamos, os seguintes ataques:

– Gaguez do dr. Marques Pereira – fazer troça da gaguez, uma perturbação genética da fala, enquanto que o seu candidato faz debates e vídeos, socorrendo-se do IPad de um “mensageiro” que lhe envia on-line os tópicos a abordar em cada momento. Sintoma de gaguez de “ideias”? Não, não vou por aqui! Não seria bonito enveredarmos pela via da ofensa pessoal, Não, não o farei! Quer o dr. Marques Pereira, quer o dr. Francisco Rita, líderes da Lista A e da Lista B respetivamente, são homens reconhecidos pelo seu profissionalismo, nas respetivas áreas de formação;

– Marcação da Assembleia Geral Eleitoral – por muito que o dr. Carlos Aurélio pretenda eximir-se da responsabilidade que lhe cabe na marcação das datas, não o pode fazer; a Lista A nunca foi consultada para dar a sua opinião. O dr. Carlos Aurélio desmarcou as eleições de 16 de dezembro, para permitir o registo da Lista B, a posteriori; ao anular o ato eleitoral, sem justificação pública, que só dependia dele, nunca o entendemos.

– Afirma a Lista B que “tinham indícios sérios de que seriam eleitos a 16 de abril” – pois que se disponibilizem a ir a votos, com calma, respeito pelas autoridades de saúde e respeito pelos cidadãos – associados e não só.

– Julgamentos disparatados contra o presidente da Mesa, pela lista A – As razões da decisão de não autorizar as eleições, eram percetíveis por todas as pessoas atentas às mensagens na área da saúde; Se a lista B, tem dúvidas sobre a validade da decisão governamental, só as entidades a quem o dr. Carlos Aurélio enviou o pedido para a sua realização, lhe poderão responder. Mais relembro que na própria Convocatória das eleições, o dr. Carlos Aurélio, assumiu publicamente ter garantido um plano – que nunca conhecemos – para as eleições se realizarem em segurança.

– Gestão do MRDL – Casa de Saúde – o dr. F. Rita no último debate lançou dúvidas e desconfianças sobre a gestão atual do Montepio, e anunciou pedir uma auditoria às contas. O dr. Marques Pereira lembrou que as contas já são auditadas pela BDO. Questionado pelo jornalista o dr. F. Rita disse que não tinha situações concretas da má gestão. Agora o comunicado da lista B fala em “ilegalidades”! Temos “ratos” no Montepio?

– Consultas gratuitas aos sócios – mas não é este um direito estatutário dos associados do MRDL? Pretende a lista B vir a anular este direito?

– “Bom estilo venezuelano” – Mas quem é que “quer caçar votos a todo o custo? Atente-se e estude-se a linguagem difamatória da lista B, contra a lista A.

– Saída para a reforma do dr. F. Rita, após as eleições – o visado anunciou recentemente na rádio 94.2 perante os jornalistas Francisco Aleixo e Marlene Sousa, a quem disse inclusivamente que iria descansar, após as eleições. E à pergunta sobre se iria gozar o seu barco em S. Martinho, disse que preferia ir para Lisboa.

– O dr. F. Rita esclareceu igualmente, nessa entrevista que pretendia entregar a gestão “à equipa jovem que o acompanha”. Os associados não se iriam sentir satisfeitos se o vissem partir, no caso de vir a ganhar as eleições. Mas outro entendimento é possível, tão depressa quanto haja um esclarecimento nesse sentido.

– a composição das listas candidatas com a inclusão de mulheres, homens e jovens é uma forma diferenciadora que a lista B, considera uma vantagem significativa, mas infelizmente não a toma, por isso, mais competente do que outra menos diversificada.

O diálogo aberto e sincero entre as partes que já existiu durante anos, entre alguns de nós, infelizmente distanciou-se com as candidaturas em listas concorrentes para a gestão do Montepio. Faz isto algum sentido?

Há candidatos, em ambas as listas cuja idoneidade não questionamos, são reconhecidos por grande parte dos cidadãos, pelos seus contributos à sociedade – e por isso tenho alguma relutância em usar a linguagem malcriada e de raiva, que nos é dirigida; outros menos conhecidos tem igualmente todo o direito para se juntarem aos bons, quando estes os aceitem; Devem é comportar-se dentro dos valores éticos da instituição ao qual estão concorrendo.

Qual é (são) os incendiários que pretendem destruir relações pessoais, amizades, alimentar conflitos geracionais ao optar por ataques pessoais e mesquinhos próprios dos “controleiros” de campanha politica?

Apoio a lista A e todos os valores que dignificam a humanidade, a natureza e o homem/mulher enquanto ser social. Recuso-me a alimentar inimizades, mas porque sou filho de boa gente, não posso ficar em silêncio.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

As festas das aldeias e suas tradições

Com a chegada do verão começa a altura dos arraiais, das festas das aldeias, onde reina o tradicional bailarico e de seguida o dj a fazer o resto da magia.

Novo recorde de maior onda surfada na Praia do Norte

Há um novo recorde mundial de maior onda já surfada na Praia do Norte, na Nazaré, que foi alcançado pelo alemão Sebastian Steudtner, que em 29 de outubro de 2020 atingiu os 26,21 metros, segundo foi anunciado nesta terça-feira pela World Surf League (WSL), organizadora dos Red Bull Big Wave Awards.

onda