Q

Previsão do tempo

14° C
  • Tuesday 18° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 20° C
14° C
  • Tuesday 18° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 20° C
15° C
  • Tuesday 19° C
  • Wednesday 21° C
  • Thursday 21° C

Associação obidense promoveu conversa sobre “Envelhecer em Tempo de Pandemia”

Mariana Martinho

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
No passado sábado a associação CriAção dinamizou uma conversa informal sobre o tema “Envelhecer em Tempo de Pandemia”, com a gerontóloga Mariana Mendes, que ajudou a perceber melhor de que forma se pode lidar com os idosos em casa, discutindo ainda os medos e os receios da população idosa provocados pela pandemia.

Esta sessão, que decorreu online, será a primeira de várias conversas informais que a recém-formada associação de jovens do concelho de Óbidos pretende promover ao longo dos próximos meses, nas mais diversas áreas. Neste caso concreto, “o objetivo era saber como podemos lidar com os idosos em casa, quando o tempo de pandemia assim o exige e perceber quais são as rotinas e atividades mais benéficas para lidar com eles”, explicou Jéssica Silva, da associação.

Nesse sentido, a gerontóloga caldense começou por referir que “a pandemia contribuiu para piorar os resultados ao nível dos idosos, sobretudo os institucionalizados”. “Além de não serem tão estimulados, também estes deixam de ser proativos, e começam a aparecer certos declínios”, explicou Mariana Mendes, adiantando que “independentemente da situação, o importante é continuar a estimular os seniores”.

Igualmente disse que “há mais de um ano que os idosos institucionalizados se veem privados das visitas e isso traz consequências gigantes a nível mental e físico. Aliás, a maioria dos idosos ainda não percebeu o que é a pandemia, e o que está a acontecer, e não percebe porque há cerca de um ano não tem carinho da parte familiar”. Isto, segundo a gerontóloga, é “impactante, pois temos pessoas em todas a instituições que agora apresentam défices cada vez maiores, como isolamento, frustração, falta de autoestima e iniciativa. Isso tudo tem vindo a refletir-se nos comportamentos dos nossos idosos”.

Em relação a isso, Mariana Mendes apelou a que “as instituições que tenham condições para tal, deviam permitir as visitas e os contactos com os familiares, nem que fosse por exemplo a partir de uma janela, com máscara e o devido distanciamento social, pois só este simples gesto acaba por ser mais grato e muito melhor para os idosos ao nível de estimulação e percepção”.

A gerontóloga caldense aproveitou a sessão para deixar dicas para envelhecer bem, como “não encarar o fator idade como determinante, um estilo de vida diversificado, não deixando cair na rotina, integrar-se em grupos ou instituições, criar bons hábitos e ter um acompanhamento individualizado”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Kidicaldas incentiva o uso da bicicleta nas deslocações diárias

A 2ª edição do Kidicaldas aconteceu no passado sábado e contou com uma forte participação de crianças e adultos, nos mais variados tipos de bicicleta. Os otogenários Virgínia e Mário Tavares foram conduzidos num trishaw, com direito ao vento nos cabelos.

kidicaldas 1

I Gala do Desporto e da Atividade Física

No dia 15 de outubro terá lugar no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha a I Gala do Desporto e da Atividade Física. Encontram-se abertas as votações para as diferentes categorias.

gala

Treinos na Escola de Atletismo do Arneirense

Os benjamins da Escola de Atletismo do Arneirense estão de volta dia 4 de outubro, pelas 18h, na Expoeste, podendo praticar atletismo adaptado para crianças e também a nova novidade, o Laser-Run.