Q

Previsão do tempo

21° C
  • Sunday 21° C
  • Monday 19° C
  • Tuesday 21° C
21° C
  • Sunday 21° C
  • Monday 19° C
  • Tuesday 22° C
21° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 20° C
  • Tuesday 23° C

Proposta de alargamento de esplanadas rejeitada na Nazaré

12 de Abril, 2021
A Associação Comercial, Industrial e de Serviços da Nazaré viu rejeitada pela Câmara a sua proposta para os proprietários de esplanadas poderem ocupar alguns lugares de estacionamento para terem mais mesas que permitissem captar mais clientes para minorarem os prejuízos que tiveram ao longo dos vários meses em foram obrigados a estarem encerrados ou a funcionar apenas em take-away por causa da pandemia.
A proposta de ocupação de lugares de estacionamento por esplanadas foi chumbada pela Câmara

A cedência de espaço de estacionamento na Avenida da República e Avenida Manuel Remígio (na marginal) – ou em qualquer outro espaço – não será viabilizada, em primeiro lugar, “por razões de segurança dos próprios cidadãos que poderiam ser utilizadores desses espaços”.

“Não poderia um executivo viabilizar uma medida que colocaria em risco a segurança e a saúde de pessoas”, argumenta a Câmara.

Em segundo lugar, a Câmara considera que “esta medida seria discriminatória e potenciaria concorrência desleal para as restantes entidades empresariais sediadas no concelho”.

Por último, a autarquia aponta que um dos maiores problemas que a vila da Nazaré vivencia, principalmente durante os meses de verão, “é o défice de lugares de estacionamento em zona histórica”. “Somado a isso existiriam, objetivamente, constrangimentos no processo de cargas e descargas, já por si difícil na zona em apreço, assim como eventuais constrangimentos nos espaços reservados a estacionamentos a pessoas com mobilidade reduzida”, frisa.

A Câmara, que diz esperar que nas esplanadas existentes se cumpram as regras impostas pela Direção-Geral da Saúde, recorda que, desde o início da pandemia, determinou, entre outras, medidas de apoio a todas as entidades com esta tipologia comercial, isentando-as, mesmo durante os períodos em que puderam desenvolver atividade comercial, de pagamento de taxa de ocupação de espaço público e taxas similares, medida igualmente tomada para o ano em curso.

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Mobiliário hospitalar renovado

Com o intuito de prestar melhores cuidados aos utentes e de proporcionar melhores condições aos profissionais, o Centro Hospitalar do Oeste (CHO) adquiriu 40 camas elétricas e 130 mesas de cabeceira e leito, traduzindo-se num investimento de 106.177,04 euros.

mobiliario