Q

Previsão do tempo

15° C
  • Saturday 20° C
  • Sunday 20° C
  • Monday 19° C
15° C
  • Saturday 21° C
  • Sunday 21° C
  • Monday 19° C
16° C
  • Saturday 22° C
  • Sunday 22° C
  • Monday 20° C

Como é que celebrou o Dia Internacional da Mulher?

Patrícia Domingos
8 de Março, 2021
Por causa da pandemia, não pode haver ajuntamentos para celebrar o Dia Internacional da Mulher. No entanto é uma data que pode ser assinalada de diversas formas porque o mais importante é refletir o progresso e determinação das mulheres que fizeram e continuam a fazer história. O JORNAL DAS CALDAS falou com algumas mulheres sobre como assinalaram o dia que celebra as conquistas das mulheres nos cenários sociais, políticos e económicos ao longo dos anos.
Carla Paulo, do Bombarral, 35 anos, auxiliar de ação médica e geriatria

1 – Carla Paulo, do Bombarral, 35 anos, auxiliar de ação médica e geriatria

Costumo sempre celebrar o Dia Internacional da Mulher com o meu marido e casais amigos. Este ano devido à pandemia foi diferente. Trabalhar até às 15h00 e depois tive um jantar “pimpão” feito pelo marido. Recebi flores e uns miminhos.

Honestamente não me faz falta assinalar o dia com jantares com muitas mulheres e grandes ajuntamentos, visto que gosto de o passar em família.

2 – Tatiana Alves, de Óbidos, 19 anos, desempregada

Celebro sempre o dia da mulher. Adoro. Este ano fiquei em casa por causa da pandemia, mas se não fosse o confinamento devido à Covid-19 iria celebrar de outra forma, talvez com uma volta pela praia com o meu companheiro e mãe e um jantar num restaurante agradável.

Lamento esta situação toda porque normalmente celebro com a minha mãe e infelizmente ela vai ter de passar sozinha. Mas o mais importante é refletir sobre o simbolismo do dia e que a violência domestica no país acabe.

3 – Olga Freitas, do Painho (Cadaval), 48 anos, taróloga

O Dia Internacional da Mulher tem um significado muito importante para mim. Para mim é dia de festa!

Este ano fiz um bolo e festejei com a família em casa, uma vez que não era permitido sair.

O mais importante é continuar a lutar pelos nossos direitos e refletir sobre a violência doméstica. No entanto, confesso que lamento não ter aproveitado o dia especial para conviver com outras pessoas. Esperemos que em 2022 já se possa celebrar com outras mulheres. Já temos saudades dos momentos de convívio.

4- Beatriz Baião, do Painho (Cadaval), 19 anos, desempregada

Todos os anos, antes da pandemia, celebrava o Dia da Mulher com um jantar num restaurante com outras mulheres da família e amigas.

Este ano passei o dia em casa devido ao confinamento. O meu namorado ofereceu-me uma rosa para celebrar e lembrar o quanto somos únicas.

Lamento realmente não poder estar em convívio com outras mulheres para celebrar. Sei que o verdadeiro significado do Dia Internacional da Mulher não é festas, mas o convívio também é importante para o nosso bem-estar. Espero que brevemente a pandemia acabe para podermos levar a vida normalmente…

5 -Alexandra Urbano, de Óbidos, 46 anos, taróloga e massagista profissional

Todos os anos costumo celebrar o Dia Internacional da Mulher e tenho muito orgulho, pela história e pelo facto de que me orgulho em ser mulher.

Assinalei o dia com a pessoa que me deu vida, a minha mãe. Dançámos e divertimo-nos na nossa casa.

Para mim é um dia importante e aproveitava para conviver. Lamento este ano não poder dançar e jantar fora com amigas, mas devido à pandemia não foi possível. Talvez para o ano possamos festejar. É importante que este dia seja recordado todos os dias.

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Mobiliário hospitalar renovado

Com o intuito de prestar melhores cuidados aos utentes e de proporcionar melhores condições aos profissionais, o Centro Hospitalar do Oeste (CHO) adquiriu 40 camas elétricas e 130 mesas de cabeceira e leito, traduzindo-se num investimento de 106.177,04 euros.

mobiliario