Q

Previsão do tempo

15° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 27° C
15° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 27° C
16° C
  • Wednesday 25° C
  • Thursday 26° C
  • Friday 30° C

Milhares de metros cúbicos de água da chuva não estão a ser armazenados

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A otimização do aproveitamento hidroagrícola de Óbidos está dependente do arranjo de um gerador de emergência que permitirá a validação do fecho das comportas da barragem do Rio Arnóia, solução que se arrasta há mais de um ano e que mereceu na passada sexta-feira um requerimento de deputados do PSD na Assembleia da República eleitos pelo círculo de Leiria, com perguntas à ministra da Agricultura.
Deputados do PSD perguntaram à ministra se vai resolver o problema na barragem de Óbidos

De acordo com os sociais-democratas, a direção da Associação de Beneficiários tem vindo a solicitar aos técnicos e à ministra da Agricultura o agilizar de procedimentos para que seja possível o fecho das duas comportas e se inicie o aprovisionamento de água no período de precipitação para utilização no período estival (meses de maior calor).

“Pelo que nos é dado a conhecer, há a necessidade de um parecer prévio por parte da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) para que seja autorizado o fecho das comportas. Para que a APA possa dar esse seu parecer favorável eventualmente terão de ser feitos melhoramentos e validação do gerador de emergência. Este investimento totaliza um valor de cerca de 15 mil euros”, referem.

Segundo os deputados, “perdem-se todos os dias milhares de metros cúbicos de água pelo não aprovisionamento neste período de chuva”.

Acresce que “considerando não ser possível fechar rapidamente as comportas existe a forte probabilidade de não ser possível iniciar em 2021 o segundo bloco de rega, o bloco da Amoreira”.

Os deputados perguntam à ministra se “vai empenhar-se em resolver este problema e garantir que não se vão continuar a perder milhares de metros cúbicos de água, tão importantes para a agricultura da região”.

O aproveitamento hidroagrícola de Óbidos representa um investimento de cerca de 28 milhões de euros. Implementado nos concelhos de Óbidos (cerca de 60%) e Bombarral (cerca de 40%) beneficia diretamente propriedades nas freguesias de Santa Maria, São Pedro e Sobral da Lagoa, Vau, Amoreira, Pó e Roliça. Há cerca de 900 beneficiários.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Incêndio consome artigos para famílias carenciadas

Um incêndio em instalações da Paróquia de Peniche, que serviam de espaço de armazenamento de artigos para ajudar famílias carenciadas, consumiu parte dos produtos, entre roupas e alimentos, na tarde desta terça-feira, 4 de outubro.

stella

Requalificação do Museu José Malhoa vai avançar

A cerimónia protocolar de assinatura do auto de consignação da empreitada de requalificação do Museu José Malhoa, da responsabilidade da Direção Regional de Cultura do Centro, tem lugar no dia 6 de outubro, às 15h, no museu caldense.

malhoa

“Outubro Rosa” sensibiliza para o cancro da mama

A Associação Cadaval Solidário e a Comunidade Francesa no Cadaval, com o apoio da Câmara, realizam a 16 de outubro, a partir das 10h, no Parque dos Lápis, a iniciativa “Outubro Rosa”, um dia de sensibilização ao cancro da mama.

lapis