Q

Previsão do tempo

22° C
  • Tuesday 24° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 24° C
22° C
  • Tuesday 25° C
  • Wednesday 24° C
  • Thursday 25° C
24° C
  • Tuesday 27° C
  • Wednesday 25° C
  • Thursday 27° C

Homem que agrediu pai com cinto vai ser julgado

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Na sequência de acusação do Ministério Público, encontra-se agendado para o dia 1 de março o início do julgamento de um homem de 59 anos que em junho do ano passado perseguiu o pai de carro e o agrediu com um cinto e bofetadas, em Alcobaça.
Um vídeo captou os momentos da agressão

O arguido está acusado da prática dos crimes de ofensa à integridade física qualificada, de condução perigosa de veículo rodoviário e de uma contraordenação muito grave.

Os factos submetidos a julgamento ocorreram a 13 de junho de 2020, data em que, segundo a acusação, “o arguido perseguiu, de carro, o seu pai, de 90 anos, violando grosseiramente as regras de circulação rodoviária, e o molestou fisicamente, desferindo-lhe pancadas no peito, zona abdominal e braço esquerdo, com um cinto e bofetadas na face, dentro do veículo em que o mesmo se fazia transportar”.

A agressão verificou-se cerca das 15h30, na rotunda de uma zona comercial de Alcobaça, junto ao Pingo Doce e à Decathlon, mas pouco utilizada por clientes. Num registo vídeo vê-se o agressor com um cinto a bater no progenitor, que estava ao volante de um carro.

O idoso buzinou várias vezes, mas ninguém apareceu para o socorrer, enquanto foi continuamente agredido, até vir a ser identificado pela PSP de Alcobaça, alertada para a situação, enquanto o idoso recebeu os primeiros socorros.

“Em consequência dessas condutas do arguido, sofreu a vítima lesões na face e no tórax, designadamente, escoriações e equimoses, as quais determinaram um período de dez dias de doença, dois dos quais com incapacidade para o trabalho geral”, refere o Ministério Público.

A vítima reside na aldeia da Gouxaria, no concelho de Alcanena. Enviuvou duas vezes, mora sozinho, embora tenha outros familiares na povoação e próximo da habitação. O agressor, nascido do primeiro casamento, reside em São Martinho do Porto. Desconhecem-se as circunstâncias que levaram a este episódio de violência e se há antecedentes.

Segundo a direção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Leiria e o Comando Distrital de Leiria da PSP, há indícios que o suspeito terá “perseguido, de carro, o seu pai, no trajeto entre São Martinho do Porto e Alcobaça”.

O homem encontra-se em liberdade, sujeito às medidas de coação de proibição de contactar a vítima e de frequentar ou permanecer na área de residência da mesma, desde 17 de junto, altura em foi detido, na sequência de mandado de detenção, e apresentado a primeiro interrogatório judicial pelo Ministério Público.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Contratação de pessoas com deficiência e incapacidade

Apoios à Contratação de Pessoas com Deficiência e Incapacidade” foi o tema da sessão de Informação promovida pela Cercipeniche, no passado dia 28, no âmbito da aprovação de um projeto candidatado ao Instituto Nacional para a Reabilitação.

sessao