Q

Previsão do tempo

15° C
  • Wednesday 12° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 14° C
16° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 14° C
16° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 14° C

Condenada por tentar matar o filho com pena reduzida em sete anos

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Tribunal da Relação de Lisboa reduziu a pena aplicada em julho à mulher que no ano passado foi detida depois de ter procurado envenenar e afogar o filho de sete anos. A condenação de dezassete anos de prisão por sete crimes de homicídio qualificado na forma tentada, decidida pelo Tribunal de Lisboa, passou agora para dez anos.

Patrícia Ribeiro tinha também sido condenada a pagar uma indemnização de 300 mil euros ao filho e 25 mil euros ao pai da criança, bombeiro da corporação de Óbidos de quem estava separada. Agora o Tribunal da Relação absolveu-a de pagar a indemnização ao ex-marido e reduziu para 100 mil euros a compensação ao filho.

Segundo o jornal Correio da Manhã, os desembargadores defendem que a pena de dezassete anos é “algo exagerada” e que o tribunal ignorou o quadro psicopatológico da arguida, que sofre de Síndrome de Münchausen por Procuração, caraterizado por alguém que tenta fazer mal a outro, neste caso a uma criança, para chamar a atenção sobre si próprio.

Para os juízes, a pena de dez anos “representa já um castigo severo para uma mulher próximo dos 30 anos”.

A mulher foi detida quando tinha 27 anos, numa altura em que trabalhava numa empresa de mergulho em Peniche, depois de ter sido bombeira em situação de reserva na corporação de Óbidos.

A arguida admitiu que pretendia captar a atenção da família. Foi crucial o testemunho do filho mas também a vigilância montada no hospital D. Estefânia, em Lisboa, onde foi detetada a administrar clorofórmio à criança, quando esta estava internada após outros episódios de envenenamento.

Embora tenha alegado não se recordar desses atos nem de ter empurrado o filho para um tanque de água com três metros de profundidade, Patrícia Ribeiro declarou que após ter sido submetida a terapia é que tomou consciência do mal que cometeu.

O menino, atualmente com oito anos, sofreu mazelas de saúde que poderão acompanhá-lo para o resto da vida.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Homem detido nas Caldas por abuso sexual de crianças

A Polícia Judiciária (PJ), através do Departamento de Investigação Criminal de Leiria, deteve um homem de 36 anos fortemente indiciado pelo crime de abuso sexual de crianças e que aguardava julgamento em liberdade, noutro processo, por crime de pornografia de menores.

pj

Ginasta de Peniche em 6º na Bulgária

O ginasta Rodrigo Coelho, da associação Serrana, da Serra D’el-Rei, em Peniche, alcançou o sexto lugar nas finais do 29° Campeonato do Mundo Por Grupo de Idades em Duplo Minitrampolim, que decorreu em Sófia, na Bulgária.

mini

Caldas Rugby Clube/Ericeira Rugby mantém invencibilidade

A equipa conjunta do Caldas Rugby Clube e do Ericeira, Rugby isenta da 3ª jornada, resultado do sorteio, não competia há quase um mês, e tinha uma deslocação sempre difícil a Montemor para defrontar a equipa conjunta do GD Alcochetense/RC Montemor, na 4ª jornada do Campeonato Regional Sul1.

rugby 1