Q

Previsão do tempo

9° C
  • Friday 13° C
  • Saturday 12° C
  • Sunday 12° C
9° C
  • Friday 13° C
  • Saturday 12° C
  • Sunday 13° C
9° C
  • Friday 13° C
  • Saturday 11° C
  • Sunday 13° C

Arranjo urbanístico junto ao obelisco “Leonor” de Ferreira da Silva

Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Município das Caldas realizou um arranjo urbanístico junto à peça escultórica de Ferreira da Silva – Obelisco “Leonor” –, em frente à Expoeste (Beco Pedro Vaz de Caminha). O espaço verde circundante foi requalificado e foi instalado um sistema de iluminação que valoriza não só a peça do artista, como também o painel de azulejo, na parede da piscina Raúl Proença, também da autoria de Ferreira da Silva. Para assinalar a ligação da nova iluminação do obelisco e do mural (intitulado “A Ciência e a Arte”), a Câmara das Caldas da Rainha promoveu um encontro com alguns autarcas e a comunicação social, ao final da tarde de 5 de dezembro.
O Município das Caldas realizou um arranjo urbanístico junto à peça escultórica de Ferreira da Silva

A área de intervenção foi cerca de 500 metros quadrados e contemplou a plantação de relva e a colocação de um tapete da empresa PneuGreen (Pavimentos em borracha reciclada), que representa 210 pneus reciclados.

Foi ainda colocada junto à peça escultórica de Ferreira da Silva uma placa informativa da obra, com frases do próprio artista.

A reabilitação do Beco Pedro Vaz de Caminha, em Santo Onofre, “permitiu a criação e valorização de um novo espaço urbano e da peça escultórica obelisco “Leonor” e do painel de azulejo na fachada da piscina Raúl Proença, ambos da autoria de Ferreira da Silva”, disse o presidente da Câmara das Caldas.

Tinta Ferreira realçou a “reabilitação do espaço verde, que agora tem outras condições com novas árvores e o pavimento reciclado, com a vantagem de termos contribuído para preservação do ambiente”.

“Quisemos tornar este espaço mais atrativo e agradável”, adiantou o presidente da Câmara, elogiando “a obra fantástica” que Ferreira da Silva deixou no concelho. “Este monumento ‘pulsa’ mais com esta intervenção”, declarou.

Realçou ainda a importância de ter mais um espaço emblemático para os “residentes e para pessoas que entram nas Caldas por esta via”.

O presidente da autarquia referiu que a ideia é para replicar pelos outros espaços com obras de Ferreira da Silva.

Tinta Ferreira salientou que não podem fazer este tipo de intervenção no Jardim de Água, a obra de Ferreira da Silva situada atrás do Chafariz das Cinco Bicas, porque é propriedade do Centro Hospitalar do Oeste (CHO). “Não é propriedade do município, mas a câmara já se disponibilizou no passado para dar o seu contributo de valorização desse espaço”, referiu.

O autarca adiantou que “está em curso a assinatura do protocolo de colaboração e parceria com o CHO e que contempla a contribuição do município para que esse espaço seja valorizado”. No entanto, o presidente da autarquia disse que apesar da administração do CHO demonstrar vontade, tem que criar “um conjunto de passos para que esse trabalho possa ocorrer”.

Beco é um dos acessos à escola Raul Proença

Nesta ocasião, o vereador Pedro Raposo, responsável pelo pelouro dos espaços verdes, salientou que este beco é um dos acessos à escola secundária Raul Proença, tendo sido colocado pavimento reciclado pela empresa Pneugreen, e que a nova iluminação do obelisco também vem embelezar uma das entradas da cidade.

Este projeto faz “uma ligação entre espaços verdes, mobilidade, conforto de quem vive aqui e a arte”, afirmou Pedro Raposo.

Também o presidente da União de Freguesias das Caldas da Rainha – Santo Onofre e Serra do Bouro, sublinhou essa ligação, reforçando ainda o facto deste obelisco estar em frente à paragem da Rodoviária, sendo por isso uma “porta” privilegiada de entrada ao concelho. “Quem vem de Lisboa de autocarro e sai nesta paragem, é recebido este obelisco dedicado à Rainha D. Leonor”, disse Jorge Varela.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Icónico edifício da Secla vai ser reabilitado

Depois de vários anos ao abandono e já em estado de degradação, o edifício icónico sede da Secla, nas Caldas da Rainha, vai finalmente ser totalmente reabilitado e valorizado.

secla

Candidato do BE luta “por uma linha do Oeste que responda aos desafios atuais”

O candidato do Bloco de Esquerda pelo distrito de Leiria às próximas eleições legislativas, Ricardo Vicente, viajou no passado dia 12 de comboio na Linha do Oeste, de Leiria para Caldas da Rainha, para assinalar a necessidade de requalificar da linha integralmente, e de garantir velocidades de deslocação competitivas com o transporte rodoviário, contrariamente aos resultados previstos pelo Governo para a requalificação no troço de Meleças até Caldas da Rainha.

bloco