Q

Previsão do tempo

15° C
  • Monday 13° C
  • Tuesday 13° C
  • Wednesday 13° C
15° C
  • Monday 13° C
  • Tuesday 13° C
  • Wednesday 13° C
15° C
  • Monday 13° C
  • Tuesday 13° C
  • Wednesday 13° C

Ministro em campanha da GNR para a eliminação da violência contra as mulheres

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A GNR está a realizar uma campanha de sensibilização, em todo o território nacional, direcionada para a prevenção de comportamentos violentos contra as mulheres, tendo assinalado na passada quarta-feira o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres no posto da Lourinhã, com a presença do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e do comandante-geral da GNR, tenente-general Rui Clero.
O ministro da Administração Interna foi ao posto da GNR da Lourinhã

Pretende-se sensibilizar a comunidade em geral para a consciencialização sobre a igualdade de género e a promoção de uma cultura de não-violência, assim como sensibilizar os diferentes públicos-alvo para o fenómeno da violência contra as mulheres, como a violência doméstica, violação e outras agressões sexuais.

A prevenção e investigação do crime de violência doméstica são prioridades da atual política criminal. Neste âmbito, a GNR tem vindo a reforçar as campanhas de sensibilização e a apostar em ações específicas de formação do seu efetivo, para que esteja cada vez mais bem preparado para participar, enquadrar, tratar e acompanhar este tipo de situações, melhorando ainda a sua rede de salas de atendimento às vítimas.

Durante o ano de 2019, na área de responsabilidade da GNR, foram registados 13.503 crimes de violência doméstica, sendo os distritos do Porto, Aveiro, Setúbal e Braga onde houve mais ocorrências. Desses crimes, resultaram 16.078 vítimas, das quais 12.750 eram mulheres e 3.328 homens.

Em 2020, até 31 de outubro, foram registados 11.345 crimes de violência doméstica. Os impactos desta violência não se circunscrevem apenas às vítimas diretamente envolvidas, afetando também as famílias e a sociedade no seu conjunto.

“A violência doméstica é crime público e denunciar é uma responsabilidade coletiva”, alerta a GNR.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Arneirense com várias medalhas em pista coberta

A equipa feminina do Arneirense é campeã distrital e a masculina é vice-campeã distrital em sub18 pista coberta, após a última jornada do campeonato, que decorreu na passada quarta-feira e na qual a Escola de Atletismo do clube das Caldas da Rainha esteve presente com dez atletas.

arneirense

Indiciado de violência sobre a esposa permanece em liberdade

Um homem de 58 anos, do Bombarral, que está indiciado da prática do crime de violência doméstica agravado sobre a sua esposa, ficou em liberdade a aguardar o desenvolvimento do processo judicial, depois de no passado dia 14 ter sido presente a um juiz de instrução criminal.

violencia

Suspeitos de fraude com comércio de automóveis em prisão preventiva

O Ministério Público da 1ª Secção das Caldas da Rainha do Departamento de Investigação e Ação Penal da Comarca de Leiria apresentou a primeiro interrogatório judicial, no dia 13 de janeiro, o gerente e o contabilista de várias sociedades comerciais que foram detidos no âmbito de um esquema fraudulento relacionado com o comércio de automóveis, ficando a aguardar o desenrolar do processo sujeitos à medida de coação de prisão preventiva.

fraude