Q

Previsão do tempo

14° C
  • Tuesday 16° C
  • Wednesday 14° C
  • Thursday 15° C
14° C
  • Tuesday 16° C
  • Wednesday 14° C
  • Thursday 15° C
14° C
  • Tuesday 17° C
  • Wednesday 14° C
  • Thursday 16° C

A pandemia tornou o mercado de trabalho mais competitivo

Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A pandemia está a ter efeito no mercado de trabalho, tornando-o mais competitivo, considera Isabel Ratado, gestora de recrutamento da empresa Multipessoal. A responsável, que foi oradora da primeira edição da iniciativa talk online da CLDS 4G - Caldas da Rainha, disse que “a conjuntura atual resultou no aumento do desemprego e por sua vez as ofertas acabam por ser diminutas”. Segundo a team leader de recrutamento, “há muito menos ofertas para a quantidade de pessoas que estão à procura de emprego e por isso as vagas disponíveis são mais competitivas”. “Há mais pessoas a candidatarem-se às mesmas ofertas, o que faz com que os candidatos tenham que ser diferenciadores”, apontou.
Primeira edição da iniciativa talk online da CLDS 4G Caldas sobre a “entrevista de emprego: tudo o que sempre quis saber”

“Temos que nos preparar muito melhor para esta luta de trabalho para que consigamos ser a pessoa selecionada”, afirmou Isabel Ratado.

A sessão, que teve como tema “A entrevista de emprego: tudo o que sempre quis saber”, decorreu no passado dia 8, na plataforma Zoom, com a colaboração da empresa de trabalho temporário, recrutamento e seleção e outsourcing especializado Multipessoal.

A team leader de recrutamento disse que o mercado de trabalho está em constante alteração e “não só os candidatos estão perante um cenário de incerteza como também os empregadores estão a ser obrigados a tomar decisões num curto espaço de tempo”.

Um dos conselhos de Isabel Ratado é “que se consiga destacar e marcar pela diferença, revelando as suas capacidades”. Daí a necessidade de nos “prepararmos cada vez mais para a entrevista de emprego”, apontou. “Em primeiro lugar é necessário nos conhecermos a nós próprios para nos podermos dar a conhecer aos entrevistadores”, vincou.

A sessão online teve a duração de cerca uma hora e meia de conversa descontraída, onde Isabel Ratado e Adriana Silva, também da Multipessoal, explicaram como “nos devemos preparar para a entrevista de emprego, o que fazer/não fazer durante a entrevista e algumas dicas para as entrevistas online, que serão o futuro do recrutamento”.

“O mundo não vai voltar ao que era depois desta pandemia. É necessário repensarmos e corrigirmos a forma como trabalhamos”, sublinhou. Durante a crise, as empresas estão a lidar com o teletrabalho, como estratégia para garantir a segurança dos colaboradores. Entrevistas online “já se faziam antes da pandemia, mas depois da Covid-19 e, com a necessidade de isolamento social, essa prática intensificou-se”. A tendência é que a metodologia continue, mesmo após o fim da pandemia. Preparar a entrevista online é “tão importante como a preparação para as entrevistas presenciais”.

Isabel Ratado deu dicas para entrevistas online, sublinhando quatro fatores a ter em consideração, como o equipamento que se deve utilizar, de preferência o computador portátil para a entrevista. Como plano B utilizar tablet ou smartphone. “Deve sempre verificar o equipamento e a qualidade da imagem/áudio”, explicou.

Outro fator importante é a Internet. “É importante garantir uma boa ligação à rede WiFi (por exemplo, desligar outros aparelhos ligados ao WiFi e estar próximo do router) ou utilizar uma ligação por cabo, que é mais fiável e estável do que uma ligação sem fios”, apontou.

Segundo a team leader de recrutamento, também é importante a escolha do local para a entrevista. “É necessário assegurar a tranquilidade e luminosidade do cenário, silenciar outros dispositivos, manter o microfone em “mute” quando não estamos a falar e utilizar auriculares”.

A última dica dada por Isabel Ratado é a importância da postura e ambiente. “Manter o posicionamento ideal perante a câmara, rosto centrado e costas direitas”. “É fundamental garantir que o local escolhido para a entrevista está limpo e organizado e certificar que não há interrupções e distrações à volta”, adiantou.

A sessão destinou-se a toda a comunidade caldense, com especial destaque para pessoas em situação de desemprego, procura de 1º emprego ou de novas oportunidades profissionais.

A iniciativa online contou com 19 participantes. O CLDS 4G de Caldas da Rainha irá realizar mais talk’s online que contarão com diversas participações e diferentes temáticas abordadas.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Gaeiras reúne 100 artistas e cerca de 2000 presépios

De 8 a 26 de dezembro vai decorrer no Convento de São Miguel, nas Gaeiras, a 14ª Grande Exposição de Presépios. Durante estes dias, entre as 14 e as 18 horas, poderão ser vistas as obras de 100 artistas e apreciados cerca de dois mil presépios. A diversidade dos materiais, como o barro, a casca de ovo, a madeira, o ferro, o tecido, a joalharia, a cortiça, o vidro, ou até mesmo componentes eletrónicos, constitui uma atração.

presepios

EBI Santo Onobre quer incentivar utilização da bicicleta

No âmbito do Desporto Escolar (DE), a Escola Básica de Santo Onofre, nas Caldas da Rainha, aderiu ao projeto “DE sobre rodas”, que consiste em recolher bicicletas que sirvam para crianças, dos 5 aos 12 anos, ainda em condições para serem usadas, mesmo que precisem de uma pequena reparação.

bicicletas

Campeonato de Voleibol de Veteranos arranca para o Sporting das Caldas

A equipa de veteranos masculinos de voleibol do Sporting Clube das Caldas iniciou no passado dia 3 a sua participação no 6º Campeonato de Voleibol de Veteranos – Distrito de Leiria, tendo efetuado a estreia com a equipa do Grupo Desportivo Atouguiense (Peniche), no Pavilhão Raúl Jardim Graça, em Caldas da Rainha. 

masculinos