Q

Previsão do tempo

20° C
  • Friday 25° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 23° C
21° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 23° C
20° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 29° C
  • Sunday 25° C

Claudia Schiffer desenha peças para a Bordallo Pinheiro

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A ícone global da moda Claudia Schiffer criou peças em cerâmica para serem colocadas à venda na Bordallo Pinheiro, nas Caldas da Rainha.
A supermodelo alemã com um vaso e fruteira que criou

A modelo alemã, que para além da moda, é também apaixonada por design, estabeleceu no ano passado uma parceria com a Bordallo Pinheiro, ligação essa que conduziu à criação de peças da sua autoria e que tiveram uma primeira aparição na Maison & Objet, em Paris, uma das principais feiras mundiais do setor de decoração e lifestyle.

“Cloudy Butterflies” é a designação genérica da coleção assinada por Claudia Schiffer para a Bordallo Pinheiro e composta por onze peças: uma peça grande de parede, mais duas peças de parede de uma dimensão menor, um vide poche, um prato de bolos, dois vasos, uma fruteira e duas saladeiras, decoradas com borboletas em diversas cores.

A peça grande de parede e o vaso grande serão produzidas exclusivamente para cada cliente e a sua encomenda deverá ser feita nas lojas próprias da marca e nas lojas online. A produção destas peças é de elevada exigência técnica e requer um processo manual complexo, minucioso e muito demorado.

Claudia Schiffer é uma ávida colecionadora de arte, tendo adiantado já por diversas ocasiões que há muito coleciona peças da Bordallo Pinheiro. Segundo a própria “a primeira peça da Bordallo Pinheiro foi-me oferecida, como presente de aniversário, há muitos anos por um casal amigo português, Carlos e Filipa, que me deram uma travessa para queijo com ratos cinzentos. A partir daí, colecionei quase tudo o que a marca Bordallo Pinheiro fez, confessei-lhes o meu amor e pedi-lhes que dessem vida às minhas ideias”.

Sobre a inspiração para a criação de “Cloudy Butterflies”, a designer refere que “tendo crescido perto de Rhein, na Alemanha, rodeada pelo campo, inspirei-me muitas vezes na natureza, nomeadamente nas borboletas e nas nuvens. Para as peças cerâmicas optei por um design mais detalhado e decorativo ao estilo figurativo de Bordallo Pinheiro”.

A Fábrica de Faianças das Caldas da Rainha foi fundada em 1884, cruzando as artes tradicionais da cerâmica, a modernidade de diversos estilos que se anunciavam como o futuro, e a originalidade e irreverência do seu criador, Raphael Bordallo Pinheiro.

A aquisição da empresa por parte do Grupo Visabeira resgatou esta herança de enorme valor, assegurando a continuidade de uma empresa de destacada notoriedade artística que se confunde com o património cultural nacional.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

João Almeida com Covid-19 desiste do Giro d’Italia

A 18ª etapa do Giro d’Italia, nesta quinta-feira, fica marcada pela ausência do ciclista caldense João Almeida, que acusou positivo à Covid-19, sendo assim forçado a abandonar a prova, quando ocupava o quarto lugar, a 1 minuto e 54 segundos do líder e a 49 segundos do pódio.

almeida 3

Aluna caldense “Embaixadora UC à Frente” 

A caldense Beatriz Lopes, estudante do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas na Universidade de Coimbra, recebeu o prémio “UC à Frente”, atribuído pela Reitoria da Universidade de Coimbra (UC).

premio 1

Vigília com “abraço” ao hospital das Caldas da Rainha

Uma vigília que terminou com um cordão humano em frente à urgência do hospital das Caldas da Rainha foi a forma encontrada pela população para exigir medidas do Governo para melhorar as condições em que trabalham os profissionais de saúde. O alerta foi feito na noite da passada sexta-feira.

vigilia2