Q

Previsão do tempo

17° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 19° C
  • Saturday 21° C
17° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 21° C
17° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 21° C
  • Saturday 22° C

Saldo positivo nas contas da Câmara

8 de Julho, 2020
A Câmara de Óbidos fechou o ano de 2019 com um saldo de gerência positivo superior a 300 mil euros, de acordo com o relatório de gestão aprovado na semana passada, por maioria, na Assembleia Municipal.
A Câmara de Óbidos fechou o ano de 2019 com um saldo de gerência positivo superior a 300 mil euros

Os documentos de prestação de contas, a que a agência Lusa teve acesso, quantificam a receita do município, durante o ano de 2019, em 16,4 milhões de euros (ME), dos quais 14,8 ME de receitas correntes e 1,4 ME de receitas de capital.

A despesa totalizou no mesmo ano 16,1 ME, decomposta por 12,3 ME de despesas correntes e 3,8 ME de despesas de investimento.

O saldo de gerência foi assim de 309.943 euros, evidenciado uma subida em relação ao resultado de 2018, ano em que a câmara fechou as contas com um saldo positivo de 256.778 euros.

Os impostos diretos, que ascenderam a quase 6,8 ME, foram a maior fonte de receita da autarquia de maioria PSD, seguida das transferências correntes (4,3 ME) e da venda de bens (2,9 ME), rubricas que no conjunto suportaram cerca de 66% do orçamento da receita.

Na despesa corrente a maior verba executada (5,6 ME) foi aplicada na aquisição de bens e serviços, seguida das despesas com pessoal, na ordem dos 5,1 ME.

No que respeita às Grandes Opções do Plano, as funções sociais movimentaram 4,9 ME e tiveram um peso de 61,3% na execução orçamental do município, que fechou o ano de 2019 com um grau de liquidez de 3,09 e uma autonomia financeira de 68%, segundo o relatório de gestão.

Entre janeiro e dezembro de 2019, a Câmara de Óbidos, liderada por Humberto Marques, amortizou ainda cerca de um milhão de euros de dívida de médio e longo prazos, que totalizava no final do ano 4,1 milhões de euros.

Já a dívida de terceiros à autarquia ascendia, no final do ano, a 2,6 milhões de euros.

Os documentos de prestação de contas foram aprovados por maioria com os votos favoráveis do PSD, a abstenção do PS e do Bloco de Esquerda e o voto contra da CDU.

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Filipe Daniel tomou posse como novo presidente da Câmara

O engenheiro agrónomo Filipe Daniel tomou posse no passado domingo como novo presidente da Câmara Municipal de Óbidos, assumindo-se como uma “renovação de um período dentro do ciclo de governação PSD”, estando acompanhado por “uma equipa de vereadores experientes, que conhecem a realidade e que estão disponíveis para continuar a ajudar a construir o futuro do concelho”.

tomada1

FOLIO considerado “um ponto obrigatório no roteiro dos escritores”

O FOLIO – Festival Literário Internacional de Óbidos regressou na passada quinta-feira às ruas da vila, numa edição dedicada a “O Outro”. O evento, que termina no próximo domingo e que conta com 175 autores e escritores presentes em 161 atividades, entre as quais 16 mesas de autor e debates, 23 concertos e 12 exposições, foi “o primeiro evento, desde o início da pandemia, que nos uniu à volta do que é o mais importante nas nossas vidas: a literatura”.

folio1