Q

Previsão do tempo

11° C
  • Saturday 15° C
  • Sunday 14° C
  • Monday 15° C
12° C
  • Saturday 16° C
  • Sunday 14° C
  • Monday 15° C
12° C
  • Saturday 16° C
  • Sunday 15° C
  • Monday 16° C

Testes revelam vinte trabalhadores da central fruteira O Melro com Covid-19

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Foram conhecidos neste domingo os resultados dos testes à Covid-19 realizados pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) a 274 trabalhadores da central fruteira O Melro, no Sanguinhal, Bombarral, havendo vinte casos positivos (incluem os onze anteriormente conhecidos). Sete são do concelho do Bombarral e os restantes têm área de residência nos concelhos vizinhos.
Apesar do surto, a central fruteira mantém-se em funcionamento com mais de duas centenas e meia de trabalhadores

Os resultados foram apresentados numa reunião em que estiveram presentes elementos da administração da empresa, Joana Torres e João Paula, o presidente da Câmara Municipal do Bombarral, Ricardo Fernandes, o delegado de saúde regional, Jorge Nunes, a autoridade de saúde local, Maria João Melo, e o coordenador municipal de proteção civil, Sérgio Morais.

Numa primeira fase tinham sido efetuados trinta testes, em que foram detetados com Covid-19 onze trabalhadores, motivando a realização dos restantes exames, e enquanto os resultados dos testes não eram conhecidos cerca de trinta pessoas, entre funcionários e familiares, ficaram em isolamento profilático em casa, sem afetar o funcionamento da central fruteira.

A empresa assegurou que no âmbito do plano de contingência tinha aumentado para hora e meia o intervalo entre o fim do primeiro turno e o início do segundo para não haver cruzamento de trabalhadores, e para evitar a aglomeração de pessoas tinha também dividido os colaboradores por várias pausas para o almoço e lanche.

Uma trabalhadora do turno da noite contou que “usamos desinfetante, tapetes com desinfetante, estamos sempre a lavar as mãos e usamos máscaras e viseiras”.

Outra trabalhadora do turno de dia que estava de folga foi à central fazer o teste e disse que recebeu como recomendações “usarmos a máscara e não nos aproximarmos demasiado das pessoas enquanto não soubermos o resultado”.

“O ambiente está tranquilo e quem não está infetado pode vir trabalhar”, declarou outra trabalhadora.

Os primeiros casos de infeção “estão relacionados com o facto de haver trabalhadores a conviver sem máscara uns com os outros durante a hora de almoço”, explicou à Lusa Joana Torres, diretora de recursos humanos da empresa.

Até hoje, o surto “ainda não está a pôr em causa o fornecimento” de frutas para o mercado externo e para três cadeias de hipermercados, mas, “se o foco de infeção aumentar, pode pôr em causa” esse fornecimento, admitiu a responsável da empresa.

A situação preocupou a Câmara Municipal, porque no concelho do Bombarral até agora o número de infetados era escasso. “O comportamento da população foi exemplar e isso traduziu-se no número de casos sempre baixo. A situação alterou-se radicalmente a partir do primeiro dia da terceira fase de desconfinamento”, manifestou o presidente da Câmara, que alertou, em conferência de imprensa, que “comportamentos menos cuidados poderão colocar tudo a perder”, tendo pedido aos trabalhadores que fizeram o teste para que, enquanto aguardassem o resultado, “se confinem voluntariamente em casa e não andem a disseminar a possível contaminação”.

“Temos uma cadeia de transmissão ativa no concelho com repercussões nos concelhos vizinhos”, admitiu o autarca, que receia que a pandemia chegue a outras centrais fruteiras do Bombarral (foi identificado o caso de uma funcionária infetada na Primofruta, em Azambujeira dos Carros) e uma das medidas que a Câmara admite tomar poderá passar pelo encerramento de esplanadas na vila para diminuir o risco de propagação do vírus.

Num primeiro momento, foi decidido fazer um reforço da sensibilização junto dos estabelecimentos de restauração e bebidas, no sentido de adotarem a melhores práticas no que diz respeito ao distanciamento entre clientes e com vista à redução dos ajuntamentos de pessoas.

O concelho do Bombarral regista neste domingo um total de dezoito casos confirmados, dos quais treze estão ativos (sete inerentes à situação registada na empresa O Melro). Todos estes casos encontram-se em isolamento ativo, estando a situação a ser devidamente acompanhada pelas autoridades de saúde.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Nazaré cancela eventos do carnaval

Após o anúncio das novas medidas de controlo e mitigação da pandemia Covid-19 e da declaração do Estado de Calamidade, que irá vigorar até 20 de março, a organização do carnaval da Nazaré anunciou o cancelamento de todos os eventos festivos desta iniciativa.

carnaval

Incêndio destrói loja em Alfeizerão

Uma loja de artigos chineses, na principal rua da vila de Alfeizerão, foi destruída por um incêndio que teve início cerca das 20 horas desta quarta-feira. Um bombeiro foi levado para o hospital das Caldas da Rainha por inalação de fumo e exaustão, e uma família que vive num apartamento por cima do estabelecimento teve de ser realojada.

dsc 0507