Q

Previsão do tempo

14° C
  • Sunday 13° C
  • Monday 13° C
  • Tuesday 13° C
14° C
  • Sunday 13° C
  • Monday 13° C
  • Tuesday 13° C
14° C
  • Sunday 13° C
  • Monday 14° C
  • Tuesday 13° C

Direção do La Vie empenhada em ajudar lojas a recuperar quebras de negócio

Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Centro Comercial La Vie abriu todas as suas lojas a 1 de junho. Dado a crise provocada pela pandemia e para compensar a as quebras nas vendas, Amaro Correia, diretor do centro comercial, disse que estão “muito motivados para contribuir para o regresso à normalidade”. “Estes primeiros dias de regresso à atividade foram otimistas dado o número de visitantes”, revelou, considerando que demonstra a “ansiedade da reabertura dos lojistas e nos clientes que tinham uma necessidade de recuperar a normalidade e sair de casa”.
O La Vie emprega diretamente cerca de 260 postos de trabalho e indiretamente mais de 450

“Temos um papel a desempenhar na comunidade caldense, gostamos de o fazer e temos muitas iniciativas pensadas para que continue a ocorrer”, salientou o responsável, acrescentando que o “La Vie tornou-se um espaço incontornável das Caldas da Rainha e temos a obrigação de reinventar permanente a forma como proporcionamos experiências nas visitas aos nossos espaços”.

Além de garantir um espaço seguro no contexto atual por cumprir todas as recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS), a direção do La Vie tem em implementação um programa de atividades tal como ocorria antes da Covid-19 mas agora “devidamente adaptadas”.

“Não vamos adiar nada do que estava planeado, vamos adaptar ao distanciamento social e uso de máscara e aumentar a ambição. Tão rápido quanto nos seja permitida pretendemos recuperar as afluências diárias e dessa forma contribuir para que os nossos lojistas recuperem também”, revelou Amaro Correia.

O responsável anunciou que estão na fase final de “preparação de um investimento relevante na Praça de Restauração que vai ficar completamente nova e requalificada”.

O La Vie das Caldas emprega diretamente cerca de 260 postos de trabalho e indiretamente mais de 450. Com o fecho do centro comercial muitas lojas recorreram ao layoff, semelhante ao contexto do panorama nacional.

A convicção do diretor é que vão “evoluir para a normalidade rapidamente”. “Sabemos que as medidas assumidas pelo governo foram circunstanciais, pelo que a recuperação dos hábitos de consumo vai permitir também retomar a atividade das nossas lojas e todos os postos de trabalho”, manifestou.

Amaro Correia acredita que com esta crise “alguns negócios se vão reinventar, mas os centros comerciais terão sempre o seu espaço porque os hábitos de consumo estão muito enraizados e não vão mudar”.

Quanto à abertura do cinema, o responsável referiu que o panorama nacional das salas de cinema é “muito específico e precisa de resolver previamente a distribuição de filmes porque não existem novos para exibição”. “Aguardamos a qualquer momento informação da Cineplace e estamos empenhados na reabertura de todas as salas”, adiantou.

No período crítico da Covid-19, desde 18 de março, o La Vie manteve sempre abertas as lojas consideradas essenciais, a funcionarem dentro das recomendações da DGS, e que segundo o responsável “tiveram um papel muito importante no apoio à comunidade, fornecendo bens e serviços essenciais aos que estiveram sem poder sair das suas casas”.

Nestas incluem-se por exemplo o supermercado Auchan, a Rádio Popular, a Wells, a Telepizza, o Celeiro da Saúde, a HM Gift´s, a Multiopticas, a Fábrica dos Óculos e as operadoras de comunicações Nowo e NOS.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Médicos de família em Santa Catarina e A-dos-Francos

A Junta de Freguesia de Santa Catarina, nas Caldas da Rainha, informou que o Centro de Saúde daquela localidade (pólo da Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) das Caldas da Rainha) vai voltar a ter médico de família. “A confirmação feita pela diretora...

medico 2

Reabilitação urbana em A-dos-Francos

Uma sessão de esclarecimento sobre o levantamento das áreas de reabilitação urbana em A-dos-Francos, nas Caldas da Rainha, vai ser realizada no dia 26 de janeiro, pelas 21h, na sede na Junta de Freguesia.

rea

Dois médicos vão reforçar Unidade de Saúde Familiar

Foi concedido um regime de exceção para a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) contratar mais dois médicos avençados para ajudar a resolver a atual fraca resposta da Unidade de Saúde Familiar do Bombarral.

usf