Q

Previsão do tempo

20° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 23° C
16° C
  • Friday 25° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 23° C
16° C
  • Friday 27° C
  • Saturday 28° C
  • Sunday 25° C

Autoridades policiais controlaram circulação rodoviária

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A PSP e a GNR estão a controlar os acessos rodoviários e a verificar o cumprimento das regras do estado de emergência, tendo no período da páscoa reforçado a fiscalização para impedir os condutores de circularem para fora do concelho de residência habitual se não tivessem uma justificação permitida no decreto do Governo.
Alguns automobilistas tiveram de voltar para trás

O JORNAL DAS CALDAS acompanhou operações nos concelhos de Peniche e das Caldas, com maior incidência no passado fim de semana a ação da PSP à entrada da cidade piscatória para impedir o acesso a condutores vindos de outros concelhos.

Os cidadãos não podiam circular para fora do concelho de residência habitual entre as 00h00 de 9 de abril até às 24h00 do dia 13 de abril, uma medida que procurava impedir as habituais deslocações turísticas ou familiares no período da páscoa, e foi essa uma das situações verificadas pela PSP.

O cumprimento desta e de outras medidas constantes do estado de emergência levou a polícia a mandar parar todas as viaturas que seguiam para a cidade. A primeira pergunta aos condutores era qual a razão de estarem ali.

Aos trabalhadores era pedido um documento da entidade empregadora a certificar a deslocação e aos restantes a apresentação de dados identificativos das suas moradas.

Idas ao supermercado, à farmácia ou a prestação de ajuda foram as justificações mais comuns. Dez condutores não puderam prosseguir viagem em direção à cidade, por não terem um motivo aceitável.

A PSP adotou uma postura pedagógica e de alerta, o que foi bem aceite pelos automobilistas.

Para além das restrições específicas durante a páscoa, mantêm-se até dia 17 de abril as medidas constantes do primeiro decreto de estado de emergência: as pessoas devem evitar ao máximo sair de casa. Quem furar as obrigações pode ser acusado do crime de desobediência.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

João Almeida com Covid-19 desiste do Giro d’Italia

A 18ª etapa do Giro d’Italia, nesta quinta-feira, fica marcada pela ausência do ciclista caldense João Almeida, que acusou positivo à Covid-19, sendo assim forçado a abandonar a prova, quando ocupava o quarto lugar, a 1 minuto e 54 segundos do líder e a 49 segundos do pódio.

almeida 3

Vigília com “abraço” ao hospital das Caldas da Rainha

Uma vigília que terminou com um cordão humano em frente à urgência do hospital das Caldas da Rainha foi a forma encontrada pela população para exigir medidas do Governo para melhorar as condições em que trabalham os profissionais de saúde. O alerta foi feito na noite da passada sexta-feira.

vigilia2

Barco de pesca encalhou na Consolação

Um barco de pesca encalhou na madrugada desta terça-feira a sul da Consolação, ao largo de Peniche, com cinco pescadores a bordo, que conseguiram chegar a terra sem problemas numa balsa salva-vidas.

barco3