Q

Previsão do tempo

10° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 13° C
11° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 13° C
12° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 13° C

Joaquim Sá precisa de alimentos para confecionar refeições para carenciados

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O caldense Joaquim Sá recolhe todos os dias alguns produtos doados para confecionar refeições quentes para cerca de 40 pessoas carenciadas e sem abrigo, e agora perdeu pontos de ajuda, devido ao encerramento do mercado da Praça da Fruta e dos restaurantes.
Joaquim Sá ia recolher legumes à Praça da Fruta, que agora está encerrada

A associação Tarefa Altruísta pediu à população para ajudar Joaquim Sá, indicando ter voluntários protegidos e prontos a fazer a recolha de alimentos sem que haja contacto direto.

Ao JORNAL DAS CALDAS Joaquim Sá reconheceu que “vai ser mais complicado e vai passar pela generosidade das pessoas em ajudar”.

Na assistência que está prestar também adotou “cuidados redobrados”. “A limpeza tem de ser maior, há que desinfetar toda a loiça e quem vai comer tem de lavar as mãos”, apontou.

Joaquim Sá pode ser contactado pelo telemóvel 964668240.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Arte em posto Multibanco

Motivos alusivos ao ecossistema natural e animal do Paul de Tornada e a imagem da igreja da localidade embelezam um posto Multibanco naquela povoação das Caldas da Rainha, numa ideia do executivo da junta de freguesia concretizada pelo artista Ricardo Silva, que estudou na Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha.

tornada 1

Vereador do PS explica aprovação do orçamento da Câmara para 2023

O orçamento da Câmara Municipal das Caldas da Rainha para 2023 foi aprovado na passada segunda-feira e nem foi preciso ao Vamos Mudar socorrer-se do voto a favor do vereador do PS, com quem tem um entendimento de compromisso, já que o PSD absteve-se, votando apenas contra o orçamento para os serviços municipalizados. O socialista Luís Patacho explicou concordar com as cautelas e critérios no investimento, tendo em conta “o atual contexto macroeconómico, marcado pela incerteza sobre o fornecimento de bens e serviços, com uma grande pressão inflacionista, especialmente ao nível da energia e dos combustíveis, mas também das matérias-primas, e enorme volatilidade dos mercados”.

ps