Q

Previsão do tempo

14° C
  • Friday 17° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 27° C
14° C
  • Friday 18° C
  • Saturday 24° C
  • Sunday 27° C
14° C
  • Friday 18° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 29° C

Dois amigos das Caldas viajaram até Marrocos num Nissan Micra para levar bens às crianças

Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
“Atravessar Marrocos num Nissan Micra k11 e com mais de 20 anos, para entregar material solidário a crianças e escolas desfavorecidas”, foi o que os jovens caldenses Ricardo Araújo e Henrique Amaral fizeram, de 14 a 27 de fevereiro, no âmbito do “Uniraid”, uma competição amigável que desafia estudantes universitários de toda a península ibérica a aliarem os valores de solidariedade e de entreajuda.
Henrique Amaral e Ricardo Araújo participaram num rally humanitário a Marrocos

Ricardo Araújo, de 22 anos, estudante de Engenharia Eletrotécnica e Computadores na Faculdade de Ciências e Tecnologia de Lisboa, e Henrique Amaral, de 23 anos, estudante de Engenharia Automóvel no Politécnico de Leiria (mestrado), com outros amigos, formaram uma equipa. A edição de 2020 desta aventura solidária contou com 51 equipas portuguesas que ajudaram as escolas das pequenas povoações de Gourrama. Para estes dois amigos, ambos ex-alunos da Escola Raul Proença, foi uma experiência “única e inesquecível”, nomeadamente o sentido de entreajuda entre as 166 equipas, ou seja, 332 participantes. “Os sorrisos nas crianças, o calor abrasador, a areia, o pó, foi uma aventura fantástica onde conhecemos participantes e pessoas locais espetaculares”, relataram. Viram “paisagens deslumbrantes, noites com um céu com tantas estrelas que parecia de dia”, mas o que mais os impressionou foi “o trabalho entre equipas para tirar os carros da areia”. “Não estava à espera de tanta entreajuda. As diferenças de cultura, embora grandes, são sempre interessantes de explorar e a comida também foi deliciosa”, disse Ricardo Araújo. O Uniraid não e´ uma corrida de velocidade. É antes uma viagem de aventura em que os participantes têm que completar sete etapas navegando com um roadbook (proibidos de utilizar dispositivos eletrónicos) e ultrapassando todos os tipos de obstáculos, desafios e testes, com o objetivo de atravessar Marrocos de norte a sul entregando 40 quilos de material de solidariedade nas aldeias do deserto. Apesar de revelarem serem amantes de aventura, a participação convenceu-os quando souberam da vertente solidária, que teve um grande peso nesta decisão. “Tudo começou com a ideia de comprar uma 4L (da Renault) e restaurá-la, mas rapidamente apercebemo-nos que o preço atual destes carros (já clássicos) era demasiado alto para nós”, explicaram. Algum tempo depois, já com os sonhos de comprar uma 4L deixados para trás, conheceram o Uniraid. A prova este ano conseguiu entregar perto de 19 toneladas de bens, como roupa, material escolar, material de higiene pessoal, brinquedos e computadores. Ricardo e Henrique partiram de Leiria, pararam em Lisboa para apanhar outros colegas que também participaram e foram por estradas nacionais até Espanha e depois pela autoestrada até Algeciras. Ali apanharam o ferry até Tânger. “Em África o percurso foi Tânger-Meknes-Gourram-Erg Chebbi-Erg Znigui-Nkob-Marrakech e depois o regresso a casa”, contaram. Fizeram cerca de quatro mil quilómetros até chegarem a Leiria. Para a viagem adquiriram um Nissan Micra K11 1, de três portas. “Um carro de cidade normal, com muitos donos antes de nós, mas que não deve ter tido muitas aventuras antes de chegar às nossas mãos”, sublinharam. Como patrocinadores das Caldas da Rainha contaram com o apoio da clínica dentária Saúde Oral e da loja de roupa de criança Neck & Neck.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

127 anos dos bombeiros festejados em cerimónia emotiva

A cerimónia do 127º aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários das Caldas da Rainha, realizada no passado domingo, foi bastante emotiva, pela passagem ao quadro de honra de dois bombeiros, pelas promoções, condecorações e louvores, pela transferência de testemunho do porta-estandarte, pela atribuição de patrono a duas viaturas, pelo elogio ao comandante de Pedrógão Grande, mas sobretudo por ter sido lembrada a morte de um bombeiro da corporação vizinha de Óbidos no maior incêndio ocorrido este ano nas Caldas da Rainha.

bombeiros1

Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste – Fábio Romano – 18 valores

Fábio Romano, de 33 anos, aluno da Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste, do curso de Gestão e Produção de Cozinha, foi o melhor aluno com uma classificação de 18 valores (correspondendo aos dois primeiros semestres. Encontra-se a aguardar a nota de estágio curricular, que irá ainda integrar esta média).

img 6552 2 fabio romano