Q

Previsão do tempo

16° C
  • Saturday 21° C
  • Sunday 22° C
  • Monday 22° C
17° C
  • Saturday 21° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 23° C
17° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 25° C
Rugby

Vitória indiscutível do Caldas RC/Ubuntu frente ao CDUP

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Ainda inconformados face à derrota da passada semana frente aos “Universitários” de Coimbra, os caldenses recebiam, na 2ª jornada CN Top 12, escalão S18, os “Universitários” do Porto, clube com pergaminhos no rugby nacional e grande referência nos escalões de formação.
Jogo no Complexo Desportivo de Rugby das Caldas da Rainha

Ambas as equipas desfalcadas, ausências importantes por lesão ou motivos de saúde – estamos no inverno. O Caldas RC/Ubuntu via o regresso de Carlos Prieto e a estreia de Ismael Zapata, o jovem do Ubuntu a mostrar que pode ser um bom contributo para a formação da casa. Logo aos 3 minutos o primeiro ensaio. Penalidade jogada à touche com um excelente pontapé de Carlos Prieto, conquista no alinhamento já dentro dos 22 metros do CDUP, moule vigorosa e toque de meta a ser concretizado pelo asa Francisco Ribeiro. Transformação difícil sem êxito. Aos 17 minutos o capitão Pelicano foi substituído temporariamente por precaução – pancada na cabeça ao executar placagem. Sem o seu motor os caldenses recuaram e permitiram, aos 20 minutos, o ensaio do CDUP, pelo asa Afonso Praça a concluir jogada de avançados. Transformação competente de Eduardo Moreira. Aos 27 minutos uma conquista na formação ordenada do adversário, nos 5 metros defensivos dos visitantes, foi bem continuada pelo talonador Afonso “Animal” Oliveira que chegou ao ensaio, à ponta. Pontapé difícil para Carlos Prieto que falhou por pouco. Com vantagem o Caldas RC/Ubuntu não tirou o pé e aos 34 minutos chegou a novo ensaio. Pontapé a seguir do centro Carlos Prieto em contra-ataque, oval bem captada por Rodrigo “Pulga” Henriques, e o toque de meta entre os postes. Carlos Prieto adicionou mais 2 pontos. 1º Tempo: Caldas/Ubuntu 17pts (3E, 1T) CDUP 7pts (1E, 1T). Aos 47 minutos, finalmente, os “Universitários” conseguiram ultrapassar a linha defensiva e marcaram, entre os postes, pelo talonador João Lima Duarte. Pontapé de transformação sem dificuldades para Eduardo Moreira e o resultado na diferença mínima, 17-14 Aos 60 minutos, a partir da sua linha de 5 metros, ao conquistarem uma formação ordenada defensiva, as linhas atrasadas pelicanas executaram uma das suas jogadas de compêndio, à mão; a oval foi sendo passada de mão em mão até à ponta, onde o defesa Gonçalo Afonso, bem integrado, disparou para o quarto ensaio. Carlos Prieto não teve dificuldade em converter. Foi o fim para o CDUP. A equipa sentiu e não voltou a criar qualquer situação de perigo. Os Pelicanos, por seu turno instalaram-se definitivamente nos 22 metros dos “Universitários” à procura de mais um toque de meta que daria o ponto de bónus ofensivo. Finalmente aos 69 minutos e após várias tentativas falhadas in extremis, uma interceção de Rodrigo “Pulga” Henriques a saída de mellée defensiva do CDUP só parou na área de validação entre os postes. Conversão fácil para Carlos Prieto. Resultado final: Caldas/Ubuntu 31pts (5E, 3T) CDUP 14pts (2E, 2T). Vitória sem contestação do Caldas RC/Ubuntu, equipa que apresentou melhor rugby, quer nas fases estáticas quer a defender e, sobretudo, a aproveitar as jogadas de ataque. O Caldas RC/Ubuntu alinhou com: Afonso Oliveira (1E), André Gonçalves, António Maltez, Carlos Prieto (3T), David Henriques, Francisco Oliveira, Francisco Ribeiro (1E), Gonçalo Afonso (Ubuntu) (1E), Guilherme Colmonero, Ismael Zapata (Ubuntu), José Contreras Lopes, Lucas Vitorino, Manuel Carriço, Ricardo Correia, Ricardo Lopes, Rodrigo Henriques (Cap.) (2E), Salvador Palhoto. Treinador: Rodrigo Gomes (Ubuntu); Treinador Adjunto: Tomas Lamboglia; Diretor de Equipa: António Ferreira Marques; Fisioterapeuta: José Miguel/Physioclem Na terceira jornada, a equipa do Caldas RC/Ubuntu desloca-se a Arcos de Valdevez, no dia 1 dezembro, pelas 15h00, para defrontar o CRAV.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Ministra da Modernização veio acompanhar criação de região inteligente

A Comunidade Intermunicipal do Oeste recebeu na sua sede, nas Caldas da Rainha, no passado dia 20, a ministra da Juventude e Modernização, Margarida Balseiro Lopes. No centro das atenções esteve o Projeto Oeste Smart Region, num encontro que assinala mais um passo na jornada da região Oeste rumo à transição digital.

ministra

Licenciatura de biotecnologia em Peniche sem desemprego

O curso de licenciatura de biotecnologia, da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar de Peniche está entre os 45 cursos superiores em Portugal com uma taxa de desemprego de zero por cento, segundo dados divulgados pelo Portal InfoCursos, do Ministério da Educação, Ciência e Inovação (MECI), sendo a única formação em biotecnologia na lista.