Q

Previsão do tempo

16° C
  • Saturday 20° C
  • Sunday 21° C
  • Monday 24° C
16° C
  • Saturday 21° C
  • Sunday 21° C
  • Monday 24° C
16° C
  • Saturday 21° C
  • Sunday 21° C
  • Monday 25° C

Dia Municipal para a Igualdade assinalado nas Caldas

Marlene Sousa
30 de Outubro, 2019
O Gabinete de Atendimento à Vítima de Violência Doméstica (GAVVD) das Caldas da Rainha assinalou, a 24 de outubro, o Dia Municipal para a Igualdade, num evento que reuniu várias gerações em torno do tema “Igualdade, Inclusão e Participação”.
Peça de teatro com o tema “Cozinheiros Fantásticos”, apresentado pelos utentes do CEERDL

A iniciativa teve lugar na Universidade Sénior Rainha D. Leonor (USRDL), e contou com a participação dos alunos da Universidade, Fórum do Centro de Educação Especial Rainha D. Leonor (CEERDL). Estiveram presentes também uma turma de alunos do 1.º ciclo do Centro Escolar Nossa Senhora do Pópulo e uma turma do 3º ano da Escola Santo Onofre, que foram os protagonistas da exposição de cartazes e desenhos alusivos ao tema. Uma peça de teatro com o tema “Cozinheiros Fantásticos”, apresentado pelos utentes do Fórum do CEERDL, foi uma das iniciativas que assinalou a temática. O programa contou também com uma sessão de sensibilização sobre cidadania pelo professor e jornalista Artur Felício e alguns momentos mais lúdicos com jogos tradicionais, também dinamizados pelos utentes da USRDL. No final decorreu um lanche convívio. Desde 2010 que autarquias locais e centenas de organizações de todo o país assinalam esta data promovendo iniciativas diversas no âmbito da igualdade. “Promover a igualdade é sinónimo de criar uma cultura e práticas que reconhecem, respeitam e valorizam a diferença em benefício de todas as pessoas”, disse a vereadora Maria da Conceição. Uma comitiva de Letónia esteve nas Caldas na passada semana para conhecer o trabalho da USRDL. O objetivo foi estudar o modelo para poder levar para a Letónia, onde anda não existem universidades seniores. “Iniciámos agora um projeto em Riga onde temos 23 alunos seniores e dois professores e o objetivo é levar este exemplo de boas práticas”, disse a responsável pela Universidade Sénior em Riga, Iveta Cirule, que no espaço de um ano pretende ter 200 alunos. “Gostámos muito de conhecer este modelo onde há regras iguais para todos e também queremos conseguir ter professores voluntários como em Portugal”, adiantou a responsável, revelando que aos dois professores que têm pagam dez euros à hora. A comitiva esteve também a visitar as Universidades Seniores de Santarém, Almeirim e na Ilha S. Miguel nos Açores.

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Dia da Freguesia

A Junta de Freguesia de Santa Maria, São Pedro e Sobral da Lagoa organiza no dia 18 de outubro, no âmbito das celebrações do Dia da Freguesia, uma visita a vários pontos de interesse do roteiro turístico desta freguesia do concelho de Óbidos.

Greve Climática Estudantil convoca nova ação

Os jovens da Greve Climática Estudantil Caldas da Rainha voltam a mobilizar-se no dia 22 de outubro para uma nova Greve Climática, para exigir mudança sistémica e respostas à iminente crise climática.