Q

Previsão do tempo

16° C
  • Tuesday 21° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 20° C
16° C
  • Tuesday 21° C
  • Wednesday 21° C
  • Thursday 20° C
17° C
  • Tuesday 22° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 21° C

Autarca do PS alerta para imagem degradada de fachada de prédio

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Um dos vereadores do PS na Câmara Municipal das Caldas da Rainha (CMCR), Jaime Neto, pronunciou-se sobre a necessidade de alertar o condomínio do prédio confinante com o parque de estacionamento localizado junto da Estação da CP, para a melhoria do estado de conservação da empena.
Vereador diz que o mau estado de conservação do revestimento do prédio confinante com o parque de estacionamento junto da Estação da CP afeta a paisagem

O autarca considera que “o mau estado de conservação do material de revestimento afeta negativamente não só o isolamento e estado de conservação do prédio como também a paisagem urbana, nomeadamente para quem nos visita e chega de comboio”.

Vereador quer “Cavacas” com certificação europeia

Jaime Neto defendeu que a Câmara trabalhe no sentido das “Cavacas das Caldas” serem um produto regional de excelência certificado pela designação europeia de “Especialidade Tradicional Garantida” (ETG)”.

O autarca apontou a prevalência histórica das “Cavacas” não só no território concelhio como em todo o Portugal, sendo ainda hoje uma especialidade regional que desempenha o papel de embaixatriz do nome das Caldas da Rainha em muitas feiras, festas e romarias nacionais.

O vereador sustentou que o município das Caldas da Rainha deve trabalhar em conjunto com os outros municípios do Oeste para valorizar e proteger os seus produtos regionais.

Críticas a polo empresarial de serviços

A construção de um edifício partilhado que possa ser alugado a empresas de tecnologias de informação, criando um espaço conjunto de sinergias entre os diferentes parceiros tecnológicos, num lote de terreno Avenida Luís Paiva e Sousa (próximo do Cencal), teve a abstenção dos vereadores do PS na Câmara das Caldas, Luís Patacho e Jaime Neto.

A ocupação da área de 300 metros quadrados visa a criação de um polo empresarial de serviços nas Caldas da Rainha pela empresa Newoxygen.

Os vereadores socialistas entendem que a opção da maioria PSD instalada no executivo camarário pelo modelo de lotes individualizados não favorece a construção de um edifício partilhado, que “é contrário de todos os modelos de boas práticas e exemplos de sucesso de outras cidades em diferentes regiões e países, baseados num modelo de edifício único com espaços e serviços de partilha potenciadores de sinergias sociais e criativas”.

Também entendem os vereadores do PS que esta localização não é adequada do ponto de vista funcional, porque “o pólo tecnológico das Caldas da Rainha deveria estar implantado junto da zona industrial, de forma a prestar serviços tecnológicos de valor acrescentado junto das empresas produtoras de bens industriais, nomeadamente nas áreas do ‘design’ e da gestão logística”.

Por outro lado, “a implantação e desenho urbano desta operação de loteamento inviabiliza no futuro a desejável ligação urbanística alternativa entre o Bairro dos Arneiros e o Bairro da Ponte, que pode e deve ser possível através da construção de uma rotunda sensivelmente a meio da Avenida Luís Paiva e Sousa no sítio em que esta encurva e um novo arruamento atravessando o terreno deste loteamento e continuando em direção à Rua Manuel de Matos e Sousa”.

Para além disso, os autarcas sublinham que a iniciativa da CMCR em promover esta operação de loteamento “já remonta ao ano de 2010, tendo o terreno estado num estado lastimável de abandono camarário ao longo dos últimos anos, tendo-se implantado apenas os lancis e candeeiros de iluminação pública mas permanecendo todo o terreno sem arruamentos nem passeios, cheio de erva e entulho num espaço de grande movimento e visibilidade para quem circula ao longo da Avenida Luís Paiva e Sousa”.

“Ao longo dos últimos nove anos nenhuma empresa se instalou neste espaço e a CMCR também nunca executou as necessárias obras de urbanização”, indicaram os vereadores, que recordaram as palavras do vereador dos assuntos económicos à época e atual vice-presidente da CMCR, Hugo Oliveira, em 2010: “Os oito lotes destinados a empresas não poluentes contam já com candidaturas aprovadas para empresas de novas tecnologias que a autarquia gostaria de ver ali instaladas já no próximo ano. As oito empresas e um restaurante deverão criar cerca de 100 postos de trabalho, na área das soluções tecnológicas. Temos empresas na área da segurança, comunicações informáticas, nomeadamente ao nível de desenvolvimento de software específico”.

“Caiu há muito tempo por terra a ficção desta narrativa política baseada na invenção e mistificação à volta do interesse das empresas no chamado pólo tecnológico das Caldas da Rainha, um projecto absolutamente falhado da CMCR, facto que está à vista de todos”, manifestaram os socialistas.

Valorização da Estrada Atlântica

Os vereadores do PS apresentaram à Câmara a proposta de implementação de um projeto de valorização da Estrada Atlântica entre a Foz do Arelho e Salir do Porto, incluindo uma pista de mobilidade ciclável e a criação de miradouros marítimos, prevenindo os problemas de deterioração das arribas.

Apontaram que existem 17 construções, das quais 16 são habitações, implantadas em zona de arribas instáveis junto aos Casais da Boavista e sustentaram que os proprietários devem ser informados dos potenciais riscos futuros, a avaliar com mais pormenor pelos Serviços Municipais da Proteção Civil;

Os autarcas queram promover “o turismo diferenciado da natureza, respeitador dos valores naturais e da paisagem, atraindo novos visitantes e turistas que privilegiam a mobilidade suave, nomeadamente andar a pé e de bicicleta”.

Planeiam a construção de miradouros em madeira tratada para observação da paisagem e das aves marítimas, adjacentes à Estrada Atlântica e com uma zona de estadia em seu redor, que sirvam ao mesmo tempo como postos de vigia no período crítico de potenciais incêndios florestais nesta área costeira, identificada no “Plano Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios” como área crítica.

Bebedouros avariados

O vereador Jaime Neto informou que os bebedouros instalados no complexo desportivo “Abraço Verde” permanecem avariados e sem um funcionamento adequado. O autarca já havia avisado duas vezes o executivo camarário para este problema há mais de um ano.

Atividade física para mais de 55 anos

Para incentivar a atividade física dos caldenses, nomeadamente daqueles com mais de 55 anos, com o objectivo de melhoria da saúde e bem-estar, os autarcas do PS, Natália Luís e Jaime Neto, apresentaram a proposta de criação do “Programa Municipal Caldas Activa +55“:

Fazendo notar que a atividade física “tem um papel decisivo na saúde e bem-estar das populações, estando diretamente ligada à prevenção de um conjunto importante de doenças crónicas não transmissíveis, porque reduz nomeadamente as taxas de doença coronária, hipertensão arterial, acidente vascular-cerebral, síndrome metabólico, diabetes tipo II, cancro da mama, cancro colo-retal, depressão e eventualidade de quedas”, os vereadores do PS defendem que o programa deverá promover a mobilidade ciclável e pedonal, através da criação de circuitos e trajetos adequados que estimulem a vontade de fazer marchas e caminhadas num ambiente urbano confortável, com boa qualidade do ar e pouco ruído automóvel.

Sugerem também que no futuro regulamento de atribuição de subsídios gerais anuais às associações haja uma majoração positiva das atividades das coletividades que promovam a redução do sedentarismo através da prática organizada da marcha e das caminhadas.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Ordenação sacerdotal do frei Márcio Carreira 

O frei Márcio Carreira, natural de Tornada, nas Caldas da Rainha, será ordenado padre no dia 3 de julho, pelas 16h00, na Igreja de Santa Maria de Belém, no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa. No dia 17, pelas 15h30, celebrará a sua missa nova no adro da Igreja Paroquial de Tornada, seguida de jantar de partilha e de convívio no Grupo Desportivo Recreativo de Tornada, para o qual a população está convidada. 

frei

Grande Prémio de Atletismo “Corre Cadaval”

Realiza-se no dia 2 de julho a 1ª Edição do Grande Prémio de Atletismo “Corre Cadaval”, evento que se desdobra em Prova Juvenil e Prova de Honra, desenrolando-se em sistema de circuito na vila do Cadaval.

A-dos-Negros celebra 419 anos

A Junta de Freguesia de A-dos-Negros comemora no próximo domingo o Dia da Freguesia, assinalando o 419º aniversário.